Fotojet (66)

Travis Scott: Morre criança de 9 anos que ficou gravemente ferida em show do rapper; saiba detalhes

Meu Deus, que tristeza! Morreu neste domingo (14), o pequeno Ezra Blount, de apenas 9 anos, após complicações dos graves ferimentos que sofreu no show AstroWorld Festival, do rapper Travis Scott, realizado no dia 5 de novembro. Com mais esta partida, sobe para 10, o número de pessoas mortas na tragédia do evento. Oito delas faleceram ainda no local da apresentação, e uma estudante de 22 anos morreu na última quinta-feira (11), após ficar dias hospitalizada.

“A família Blount está de luto pela perda incompreensível de seu precioso filho. Este não deveria ser o resultado de levar o filho a um show, o que deveria ter sido uma festa alegre. A morte de Ezra é absolutamente dolorosa. Estamos empenhados em buscar respostas e justiça para a família Blount. Mas somos solidários com a família, na tristeza e na oração”, declarou o advogado Ben Crump, que representa o pai da criança, Treston Blount, no processo contra Travis Scott e o promotor responsável pela organização do evento.

Inclusive, Treston estava com o filho no show no momento da tragédia. Em seus relatos concedidos ao ABC13, Blount explicou que ele e Ezra tinham ficado mais no fundo da plateia, justamente por acreditar que seria mais calmo. Ele colocou o menino em seus ombros assim que a contagem regressiva foi iniciada. Porém, quando o show de Travis Scott começou, a multidão teria ‘se multiplicado’ e provocado um grande empurra-empurra. “Meu filho desmaiou com a pressão que lhe foi aplicada durante o show e Ezra caiu na multidão. Quando meu filho acordou, Ezra não estava lá”, detalhou o avô paterno da criança, Bernon Blount, à Associated Press.

Embora as autoridades norte-americanas já tenham dado início às investigações, ainda não foi explicado como o público do Astroworld Festival aumentou desproporcionalmente de uma hora para a outra. Ainda, a polícia investiga relatos de que uma pessoa injetou drogas em outros espectadores durante a apresentação de Travis Scott. Paralelo a isso, o The New York Times afirmou que o rapper foi avisado previamente sobre “perigos em potencial” no festival. Oito pessoas, incluindo dois adolescentes, foram mortas no local do festival, 25 foram hospitalizadas, e pelos menos 300 ficaram feridas.

Continua depois da Publicidade

Estado de saúde era extremamente delicado

No dia 9 de novembro, o The Wrap deu detalhes sobre o processo que foi aberto por Treston Blount contra Travis Scott e os organizadores do AstroWorld Festival. Nos documentos foram anexados laudos médicos sobre a situação crítica de Ezra e outros detalhes dos depoimentos do pai da criança. Segundo Treston, o filho foi “chutado, pisoteado e quase esmagado até a morte”. Ele também acrescentou que viu pessoas inconscientes sendo levantadas por amigos e estranhos para que eles “surfassem” entre as mãos até um lugar seguro.

O garotinho estava em coma induzido, utilizando aparelhos de suporte de vida na tentativa de combater traumas cerebrais, hepáticos e renais. Os médicos ainda afirmaram que as sequelas poderiam ser “catastróficas”, suspeitando de que teriam efeitos para o resto da vida. “Esta criança e sua família enfrentarão um trauma que mudará sua vida a partir deste dia em diante, uma realidade que ninguém espera ao comprar ingressos para show. Concertos e festivais de música como este pretendem ser um lugar seguro para pessoas de todas as idades desfrutarem da música em um ambiente controlado. Nada disso era verdade sobre o Astroworld Festival”, disse o advogado Ben Crump em um comunicado.

Ezra está em estado grave após show de Travis Scott. (Foto: Reprodução/TMZ)
Ezra estava em estado grave após show de Travis Scott. (Foto: Reprodução/TMZ)

Número de processos se multiplica

Na semana passada, Travis Scott já tinha se tornado alvo de 12 processos judiciais por conta da tragédia no show. Mas segundo o The Wrap nesta segunda-feira, esse número já subiu para 100 ações, quase todas abertas por Ben Crump e sua equipe em nome de outras várias vítimas daquela fatídica noite. O processo de Treston Blount acusa os réus de negligência no controle da multidão durante o Astroworld Festival; falha em fornecer atendimento médico adequado, contratação, treinamento, supervisão e retenção, entre outros atos de descaso com a segurança e bem-estar do público presente.

Continua depois da Publicidade

O pai do pequeno Ezra deseja levar o caso para júri e pede uma indenização no valor de US$ 1 milhão, cerca de R$ 5,4 milhões, considerando a cotação atual do dólar no Brasil. “Planejamos responsabilizar todos os que participaram deste festival pelos ferimentos horríveis e traumáticos que esta criança indefesa sofreu. Os organizadores têm o dever e a responsabilidade de proteger seus clientes e controlar a multidão quando ela fica fora de controle. É ultrajante que tenha demorado tanto para parar o show, já que muitas dessas mortes e ferimentos provavelmente poderiam ter sido evitadas ou mitigadas”, declarou o advogado Alex Hilliard, que também trabalha na ação ao lado de Ben Crump.

Travis Scott comentou tragédia

O rapper se pronunciou nas redes sociais no dia 6 de novembro, e afirmou que está colaborando com o Departamento de Polícia de Houston nas investigações. “Eu estou absolutamente devastado com o que aconteceu ontem à noite. Minhas orações estão com as famílias e com todos os impactados pelo que ocorreu no Festival Astroworld”, escreveu Travis.

“A polícia de Houston tem meu total apoio enquanto continua a investigar a trágica perda de vidas. Eu estou comprometido a trabalhar em conjunto com a comunidade de Houston para curar e dar apoio às famílias que necessitam. Obrigado à polícia de Houston, aos Bombeiros e ao NRG Park por sua resposta imediata e apoio. Amo todos vocês”, informou.

Continua depois da Publicidade

Além de reembolsar o público do Astroworld, Travis também disse que pretende cobrir todos os custos do funeral das vítimas e que havia se associado à “BetterHelp” para fornecer terapia online gratuita para os afetados pela tragédia. “Estes são os primeiros de muitos passos que Travis planeja tomar para ajudar os afetados durante todo o processo de luto e recuperação”, afirmaram os representantes do rapper à NBC News.