Travis Scott Astroworld

Travis Scott: Nova ação judicial pede R$ 11 bilhões para vítimas do Astroworld Festival; saiba detalhes

Após a tragédia no Astroworld Festival, comandado por Travis Scott, as ações judiciais continuam chegando para o rapper e para a organização do evento. No show do dia 5 de novembro, o caos se instalou quando o público começou a se mover em direção ao palco, o que resultou em 10 mortes e mais de 300 feridos. O The Wrap revelou nesta quarta-feira (18), que um novo processo foi movido, pedindo cerca de US$ 2 bilhões (aproximadamente R$ 11 bilhões) em danos.

A queixa do advogado Thomas J. Henry apresentada no tribunal de Harris County, no estado norte-americano do Texas, é uma emenda a uma ação anterior, mas agora representa um total de 282 pessoas que estavam presentes no festival. Ainda, o advogado acrescentou que outras 120 vítimas também entraram em contato com seu escritório em busca de serem representadas por ele.

“Os réus se dispuseram a fazer uma quantia exorbitante de dinheiro com este evento, e ainda assim optaram por cortar custos e colocar os participantes em risco. Meus clientes querem garantir que os réus sejam responsabilizados por suas ações, e querem enviar a mensagem a todos os artistas, organizadores de eventos e promotores de que o que aconteceu no Astroworld não pode acontecer novamente”, disse Henry em comunicado à publicação.

Além de Travis Scott, a ação movida pelo advogado cita Drake, artista-surpresa convidado do evento, a Apple Music, a Scott’s Cactus Jack Productions, a NRG Stadium e a Live Nation Entertainment como réus. Segundo as leis do Texas, os advogados sempre devem nomear todas as “partes em potencial”, já que os custos totais da indenização poderão ser divididos entre eles.

Show de Travis Scott terminou em tragédia. (Foto: Getty)
Show de Travis Scott terminou em tragédia. (Foto: Getty)

Ainda de acordo com a publicação, mais processos devem surgir… Na terça-feira (16), um escritório de advocacia de Houston, o Buzbee Law Firm, entrou com outra ação representando 125 clientes, incluindo a família de um dos 10 mortos no evento, pedindo US$ 750 milhões (cerca de R$ 4 bilhões) em danos.

As autoridades de Houston continuam investigando os processos criminais que resultam da tragédia do dia 5, mas nenhuma acusação foi apresentada por eles até o momento.

Continua depois da Publicidade

Travis Scott comenta tragédia

O rapper se pronunciou nas redes sociais um dia após o show, e afirmou que está colaborando com o Departamento de Polícia de Houston nas investigações. “Eu estou absolutamente devastado com o que aconteceu ontem à noite. Minhas orações estão com as famílias e com todos os impactados pelo que ocorreu no Festival Astroworld”, escreveu Travis.

“A polícia de Houston tem meu total apoio enquanto continua a investigar a trágica perda de vidas. Eu estou comprometido a trabalhar em conjunto com a comunidade de Houston para curar e dar apoio às famílias que necessitam. Obrigado à polícia de Houston, aos Bombeiros e ao NRG Park por sua resposta imediata e apoio. Amo todos vocês”, informou.

Além de reembolsar o público do Astroworld, Travis também disse que pretende cobrir todos os custos do funeral das vítimas e que havia se associado à “BetterHelp” para fornecer terapia online gratuita para os afetados pela tragédia. “Estes são os primeiros de muitos passos que Travis planeja tomar para ajudar os afetados durante todo o processo de luto e recuperação”, disseram os representantes do rapper à NBC News.