Vídeo: Anitta vive pânico em voo e relata experiência: ‘Sensação de quase morte’

Eita! Anitta passou uma situação tensa na noite dessa sexta-feira (18) enquanto estava indo fazer um show no município de Igrejinha, no Rio Grande do Sul. O voo em que ela estava à bordo enfrentou uma forte turbulência e a cantora descreveu ter experimentado uma “sensação de quase morte”.

Felizmente, já está tudo bem! Logo após aterrissar em segurança, Anitta usou o Instagram Stories para mostrar sua felicidade por ter chegado em casa sã e salva. Usando a canção brasileira de “Frozen”, “Livre Estou”, como base, a diva começou o vídeo brincando: “Viva estoooou, viva estoooou… é a música de hoje”.

Ao lado de dois amigos, a carioca deu mais detalhes da turbulência pela qual o avião passou. “Não tenho palavras para descrever, juro. Nunca balancei tanto em toda [a minha vida], foi babado. A gente tá comemorando aqui que a gente tá vivo”, afirmou ela. “Agora a gente tá rindo, mas antes você gritava mais que uma galinha prestes a ser abatida”, completou seu amigo.

Anitta então fez o show conforme estava marcado e, mais tarde, celebrou novamente o fato de ter sobrevivido. “Cara, eu tô muito feliz, é sério. Depois disso eu tô com uma felicidade que não tá cabendo em mim”, disse, enquanto dançava e pulava no camarim.

Ela então relembrou que, no momento da turbulência, seu amigo se cobriu com o cobertor para não enxergar o que estava acontecendo. “Eu pelo menos tava rezando por nós”, revelou a musa. Imagina como deve ter sido esse voo, gente!

“Eu sou capaz de correr aqui por essa festa, sou capaz de correr pelo lugar inteiro de felicidade, eu não sei. Acho que depois dessa sensação de quase morte que a gente teve, não sei, veio uma sensação de vida. Tô me sentindo muito viva. Tô querendo fazer assim: ‘Ahhh c*ralho, tô viva, gente!”, concluiu a cantora.. Asssista:

Após a apresentação, Anitta pegou mais um voo, dessa vez para o Rio de Janeiro, mas sem novas complicações. Ela se apresenta neste sábado (19) na cidade para o “Show das Poderosinhas”. Que bom que deu tudo certo, hein?