Kevincapa

Ator de “Animais Fantásticos”, Kevin Guthrie é condenado a três anos de prisão por abuso sexual

Mais uma polêmica envolvendo o elenco do filme “Animais Fantásticos”. Segundo informações divulgadas pela BBC, nesta sexta-feira (14), o ator escocês Kevin Guthrie, de 33 anos, foi condenado a três anos de prisão por assediar uma mulher em Glasgow, na Escócia. O episódio aconteceu em 30 de setembro de 2017. No dia, ele e o também ator Scott Reid, conheceram uma mulher num bar e começaram a conversar. Em seguida, foram para o apartamento do amigo, após a moça sofrer um acidente. Enquanto Reid saiu da sala para pedir ajuda do atendimento médico, o outro teria assediado a vítima.

Ele negou as acusações e disse que “apenas ajudou a mulher, que estava machucada depois do acidente”. O julgamento que durou quatro dias, teve o depoimento da própria. Ela contou ao júri de se lembrar da blusa sendo tirada, enquanto era apalpada e assediada. O abuso só acabou quando Reid voltou para o local. Além disso, amostras do DNA de Kevin foram encontradas nas roupas íntimas da vítima. 

Kevin Guthrie fez uma participação no filme derivado da saga “Harry Potter”, dando vida ao personagem Abernathy, um dos membros do Congresso Mágico dos Estados Unidos da América. Em nota enviada ao site Deadline nesta sexta-feira (14), a Warner afirmou que já não planejava trazê-lo de volta para o terceiro longa da franquia. Além disso, o ator também participou do filme ganhador do Oscar, Dunkirk. 

Kevin em "Animais Fantásticos"
Kevin interpretava o personagem Abernathy, e fazia parte do Congresso Mágico dos Estados Unidos da América. (Foto: Reprodução / Warner)

Continua depois da Publicidade

Outra polêmica do filme “Animais Fantásticos” 

No ano passado, Johnny Deep também foi demitido do papel do vilão Grindelwald da franquia “Animais Fantásticos”, após uma série de controvérsias envolvendo seu nome. A notícia foi dada em novembro pelo próprio astro em seu Instagram. Segundo Depp, a decisão foi tomada pela Warner e ele “respeitou e concordou com o pedido”.

Em seu breve pronunciamento, o ator agradeceu a “todos que o presentearam com apoio e lealdade”. “Fiquei comovido pelas várias mensagens de amor e preocupação, particularmente no curso dos últimos dias”, declarou Johnny, reafirmando que pretendia continuar “lutando pela verdade”, em referência à disputa judicial que enfrentava na época contra o jornal The Sun, por ter sido chamado de “espancador de esposas”. Ele perdeu o processo. 

 

Ver essa foto no Instagram

 

Continua depois da Publicidade

Além disso, Depp também saiu derrotado em janeiro deste ano do julgamento do processo que a ex-mulher, Amber Heard movia contra ele. O astro até tentou entrar com uma apelação na Justiça para negar as acusações de violência doméstica feitas pela atriz. Porém, a denúncia foi rejeitada no começo de 2021. A estrela de “Aquaman” acusou o ex-marido tê-la agredido fisicamente, de implantar “robôs de mídias sociais” contra ela e de tentar prejudicar sua carreira.