Paulo Gustavo se manifesta sobre polêmica de ‘beijo gay’ em ‘Minha Mãe é uma Peça 3’: ‘Não retirei essa cena’

Paulo Gustavo foi alvo de críticas nessa quinta-feira (12) após o ator Rodrigo Pandolfo revelar, em uma entrevista ao UOL, que o casamento dos personagens Juliano e Thiago em “Minha Mãe é uma Peça 3” não teria um beijo por decisão do comediante.

Nas redes sociais, internautas apontaram que Paulo estaria censurando o beijo e chegaram a acusá-lo até mesmo de homofobia. Por isso, na madrugada desta sexta (13), o intérprete da Dona Hermínia decidiu se manifestar sobre a polêmica. “Gente, deixa eu explicar uma coisa pra vocês: eu não retirei essa cena do filme, simplesmente essa cena não existe. Outra coisa, vocês tão questionando e criticando um filme que vocês não viram. De onde vocês estão tirando esses questionamentos?”, perguntou Paulo pelos Stories do Instagram.

O ator, então, explicou que, como autor, ele nem chegou a escrever a cena. “Não é que o Pandolfo beijou outro ator, teve a cena e eu falei ‘corta, tira’ e censurei. Não tem”, afirmou Paulo. “A cena do casamento é uma cena que eu mostro como a Dona Hermínia tá orgulhosa do filho ter seguido esse caminho do amor e estar casando com o cara que ele gosta. É uma cena em que eu quis lembrar o que eu vivi, que foi muito bonito, foi inesquecível na minha vida e quis inspirar outras pessoas, tenho certeza que vou inspirar”, prosseguiu.

Continua depois da Publicidade

A polêmica começou após Rodrigo Pandolfo, o intérprete do Juliano, conceder uma entrevista ao UOL explicando por que o personagem não beijaria seu esposo nas telonas. “O Paulo optou por não ter o beijo. Entendi depois. Antes, cheguei e questionei: ‘Por que não vai ter?’. Ele falou: ‘Olha, a gente está fazendo um filme popular. A gente sabe que o Brasil tem questões [relacionadas ao beijo gay] ainda, infelizmente. O Juliano já vai se casar’. Ele não sentiu a necessidade de colocar o beijo e expor publicamente”, declarou o ator.

“Eu entendo, de certa forma. O filme é a maior bilheteria da história do cinema brasileiro. Se você coloca o beijo acontecendo, em uma sociedade que, infelizmente, ainda se assusta, talvez seja agressivo. O Paulo usou uma expressão que é: ‘A gente não precisa esfregar nenhuma opinião pessoal na cara do público. A gente já está mostrando um casamento gay. Mais do que isso não precisa’”, concluiu Pandolfo ao portal.

Ainda pelos Stories, Paulo Gustavo disse que já havia conversado com o ator que interpreta seu filho e que tudo não teria passado de um mal-entendido. “O Rodrigo Pandolfo parece que deu uma entrevista na porta de um evento e ele já até me ligou falando: ‘Gustavo, eu nem lembro, eu nem sei, o que eu falei direito. Eu tô super preocupado que fizeram uma polêmica do que eu falei’. Eu falei pra ele: ‘Rodrigo, relaxa'”, revelou o comediante. “Eu não sei o que ele falou na porta da festa, mas se ele falou alguma coisa errada, problema é dele. Tão botando palavra na minha boca. ‘Não teve beijo gay porque ele cortou’. Não, não existe. ‘Ah, Paulo não quis falar do beijo gay porque ele não quer esfregar isso na cara da sociedade’. Gente eu não falei nada disso!”, garantiu.

Continua depois da Publicidade

Por fim, o comediante concluiu falando sobre sua relação pessoal com o marido Thales Bretas. “Eu sou gay, sou casado. Eu beijo o Thales na minha casa. Minha mãe vê, meus pais veem, eu beijo toda hora. Eu só não fico beijando na internet porque eu não quero, eu tenho esse direito. Eu preciso botar agora uma live transando com o Thales pra provar que eu sou alguma coisa ou que eu não sou preconceituoso? Onde já se viu isso? Eu sou contra a homofobia? Óbvio. Eu sou a favor da criminalização? Óbvio. Eu sou um ser político. Querendo ou não, esse filme é uma bandeira, vocês não viram o filme ainda, vocês não sabem como é o filme. Têm vários momentos que falam sobre isso”, explicou.

Paulo Gustavo se manifestou sobre a falta de beijo gay em ‘Minha Mãe é uma Peça 3’ (Foto: Reprodução/Instagram/Divulgação)

Além de falar sobre o assunto nos Stories, Paulo Gustavo reforçou o posicionamento através de um post no feed do Instagram. “Esse momento do casamento trata de uma coisa maior: o orgulho que essa mãe sente ao ver o filho seguir o caminho do amor e casando com quem ele ama! Sendo quem ele quer ser! Eu quis botar esse trecho do casamento deles dois pra relembrar o que eu vivi e pra com isso tentar inspirar e transformar outras famílias! Coisa que eu tenho feito todos esses anos em vários trabalhos!”, revelou.

Continua depois da Publicidade

Ele explicou como a sequência do casamento vai seguir no longa. “Mas voltando ao filme, Minha mãe é uma peça 3 é sobre como Dona Hermínia vai lidar com seus filhos formando novas famílias! O Juliano é um dos filhos e o seu casamento é uma parte do filme! Muito importante, mas que está junto de outras questões que também acontecem na trama. Não é que exista a cena de um casamento, troca de alianças, “até que a morte os separe” e só não há o beijo. Não existe essa cena dentro do filme. Existe um discurso emocionado dos noivos que é interrompido por Dona Hermínia – daquele jeito dela que vocês bem conhecem – para que ela se declare não só para Juliano mas para toda a família. Após esse momento, já estão todos dançando e brindando e celebrando o amor não só dos recém-casados mas da família toda”, afirmou.

Leia a declaração completa abaixo:

View this post on Instagram

Gente, algumas pessoas estão questionando nas redes sociais o porquê de não haver uma cena de beijo gay no casamento do “Juliano”, filho da “Dona Hermínia”, no “Minha Mãe É Uma Peça 3”. Vamos lá. Quando comecei a escrever esse filme eu tinha uma caneta e uma folha em branco e não sabia por onde começar, mas pensei: quero falar sobre CASAMENTO GAY! Esse momento do casamento trata de uma coisa maior: o orgulho que essa mãe sente ao ver o filho seguir o caminho do amor e casando com quem ele ama! Sendo quem ele quer ser! Eu quis botar esse trecho do casamento deles dois pra relembrar o que eu vivi e pra com isso tentar inspirar e transformar outras famílias! Coisa que eu tenho feito todos esses anos em vários trabalhos! Mas voltando ao filme, Minha mãe é uma peça 3 é sobre como “Dona Hermínia” vai lidar com seus filhos formando novas famílias! O Juliano é um dos filhos e o seu casamento é uma parte do filme! Muito importante, mas que está junto de outras questões que também acontecem na trama. Não é que exista a cena de um casamento, troca de alianças, “até que a morte os separe” e só não há o beijo. Não existe essa cena dentro do filme. Existe um discurso emocionado dos noivos que é interrompido por Dona Hermínia – daquele jeito dela que vocês bem conhecem – para que ela se declare não só para Juliano mas para toda a família. Após esse momento, já estão todos dançando e brindando e celebrando o amor não só dos recém-casados mas da família toda. Precisamos sim enfrentar e combater essa era raivosa e preconceituosa! Eu entendo esses questionamentos, acho legitimo e importante! Mas eu acho que estão mirando no alvo errado! Não sou ativista, militante, mas sou um ser político! Minha bandeira é minha vida! Sou gay, casado há 6 anos com Thales, meu marido, e somos muito felizes! Agora temos 2 lindos filhos e sou rodeado de amor! E é esse amor que eu quero espalhar pelo mundo! E por falar em amor, em família, em respeito, em aceitação, quero compartilhar com vocês um vídeo da minha mãe no espetáculo que fazemos juntos “O filho da mãe”, onde ela fala exatamente sobre isso!❤️

A post shared by paulogustavo31 (@paulogustavo31) on