Rami Malek afirma que não sabia das acusações de abuso sexual contra Bryan Singer, diretor de “Bohemian Rhapsody”

O astro Rami Malek está passando por um momento maravilhoso em sua carreira: além de ganhar o Globo de Ouro de Melhor Ator, ele recebeu uma indicação ao Oscar por seu trabalho em “Bohemian Rhapsody”. Porém, uma sombra segue o filme inspirado na vida de Freddie Mercury, apesar das cinco indicações ao maior prêmio do cinema: as múltiplas acusações de assédio sexual que cercam seu diretor, Bryan Singer.

Ao Los Angeles Times, Rami garantiu que não sabia das alegações. “Eu era considerado para o papel quando Bryan nem estava ligado ao projeto”, revelou. “Então eu mantive a cabeça baixa, me preparando para o filme um ano antes das gravações começarem, e eu nunca olhei para cima”, o intérprete de Freddie Mercury nas telonas relembrou.

Sobre o tempo que passou com o diretor, Rami deixou claro que não conhecia muitos detalhes sobre a vida pessoal conturbada deste: “Eu não sabia muito sobre o Bryan. Eu acho que as acusações eram, acredite ou não, algo que eu honestamente não sabia. É o que é”. 

Joe Mazzello, Ben Hardy, Rami Malek, Lucy Boynton e Gwilym Lee após o Globo de Ouro. (Foto: Rachel Murray/Getty Images)

“Acho que, de algum modo, nós encontramos um jeito de perseverar através de todos os obstáculos que encontramos”, falou sobre a equipe por trás do longa. “Talvez tenha sido o próprio Freddie fazendo isso, porque nós queríamos produzir um resultado que fosse digno dele. Quem sabe? Eu apenas estou orgulhoso que esse elenco e equipe trabalharam duro e apoiaram uns aos outros”, declarou.  O astro ainda disse que — quase — ninguém desistiu, apesar de todas as dificuldades.

De acordo com a People, Bryan Singer foi demitido de “Bohemian Rhapsody” e substituído por Dexter Fletcher. Na época, o estúdio responsável alegou que Singer ficara “inesperadamente indisponível”. Após ser assunto de uma matéria da revista Esquire em 2018, o diretor respondeu às acusações dizendo que “no clima atual, no qual a carreira das pessoas está sendo prejudicada por simples acusações, o que a Esquire está tentando fazer é um desrespeito imprudente com a verdade, fazendo suposições que são ficcionais e irresponsáveis”. 

Após vencer o Globo de Ouro, Rami explicou o motivo de ter deixado Bryan Singer de fora dos agradecimentos: “Havia apenas uma coisa que nós precisávamos fazer, e era celebrar Freddie Mercury neste filme. Ele é incrível. Só há um Freddie Mercury e nada iria nos comprometer de lhe dar amor, a celebração e a bajulação que ele merece”. Certo, né?

* Leia também:

— Rami Malek, Lupita Nyong’o, Bradley Cooper e mais reagem às indicações ao Oscar 2019; confira!

— Nicole Kidman comenta momento embaraçoso com Rami Malek no ‘Globo de Ouro’ e declara: “Ele é um querido”

— ‘Bohemian Rhapsody’: Rami Malek revela bastidores de sua incrível preparação para viver Freddie Mercury; veja vídeo