Brasileira Morre Tiro Filho

Brasileira morre após levar tiro de espingarda do próprio filho nos EUA; jovem alega inocência — saiba detalhes

Adriana Ohlson era natural de Recife (PE), e foi baleada na sala de sua casa em Pensacola, na Flórida

Uma tragédia dolorosa… Adriana Ohlson, uma brasileira que vivia em Pensacola, Flórida, nos Estados Unidos, morreu aos 49 anos após levar um tiro do próprio filho. Segundo o jornal “O Globo”, David Allan Ohlson, de 18 anos, atingiu a mãe com um disparo de espingarda. O rapaz foi preso e seu pai afirmou que a fatalidade teria sido um acidente.

David foi acusado de homicídio culposo – quando não há intenção de matar – e está detido na prisão do condado de Escambia. De acordo com o Pensacola News Journal, o jovem declarou não ser culpado pela morte da mãe nesta sexta-feira (29). Sua advogada, Sharon Wilson, deu entrada em alguns documentos à Corte nesta semana, como uma declaração de que ele não seria culpado e a exigência de um julgamento com júri para o rapaz.

Brasileira Morre Filho1
Adrianha Ohlson teria sido atingida por um disparo do filho, David, de 18 anos. (Foto: Reprodução)

O caso aconteceu no último dia 8 de abril. Aaron Ohlson, pai do jovem, foi quem ligou à polícia para relatar a ocorrência, dizendo que o filho tinha atirado em sua esposa acidentalmente. Quando os agentes chegaram à residência, eles encontraram Adriana no chão da sala com um tiro no abdômen. Ela foi levada ao hospital, mas não resistiu ao passar por uma cirurgia.

Continua depois da Publicidade

Conforme o relato policial, David admitiu ter atirado e tirado a vida de sua mãe por volta da 1h da manhã, quando estavam em casa. Em seu depoimento, ele contou aos policiais que “de todas as pessoas que planejava atirar, ele não esperava que sua mãe seria uma delas”.

Questões psicológicas

Aaron contou que ele e Adriana se separaram três semanas antes e que, desde então, estava morando com alguns familiares. De acordo com o depoimento, a brasileira teria ligado por volta das 00h30 dizendo que o filho estava “se comportando mal” e mencionando uma arma, mas o viúvo não lembrou exatamente das palavras dela. Pouco depois, enquanto Ohlson dirigia até a casa, a esposa ligou dizendo que as coisas tinham “se acalmado”.

Continua depois da Publicidade

Mas assim que chegou lá, Aaron teria presenciado o desfecho trágico da história. Segundo ele, Adriana estava de pé na sala e David estava sentado de pernas cruzadas no chão. Então, o jovem teria levantado a espingarda, apontado para o pai e na sequência para a mãe. Quando o homem se moveu na direção do filho, o suspeito teria atirado a espingarda e atingido a mulher, largando a arma logo depois.

Whatsapp Image 2022 04 29 At 19.39.08
Segundo a mídia local, o pai de David Ohlson afirmou que ele teria problemas psicológicos. (Foto: Reprodução/Facebook)

“O pai pegou a espingarda e a colocou dentro de seu caminhão fora da casa, retornou e ligou para o serviço de emergência”, escreveu o policial que atendeu o caso. O relato ainda atesta que o filho teria problemas psicológicos, por mais que esses não tenham sido especificados. “O pai declarou que David Allan Ohlson tem questões psicológicas, mas ele afirmou que não sabia exatamente quais eram os problemas”, completou.

Deixamos nossos sentimentos aos familiares e amigos diante dessa triste e trágica perda…