Gabby Petito

Caso Gabby Petito: Áudio de denúncia à polícia sugere o que teria acontecido entre influencer e noivo dias antes do desaparecimento; ouça

O mistério envolvendo o triste caso da youtuber Gabby Petito ganhou novos contornos nesta segunda-feira (20). A FOX teve acesso a uma ligação à polícia do dia 12 de agosto, que aponta que a influencer teria levado um tapa do noivo, Brian Laundrie, dias antes de desaparecer. Restos mortais que podem ser da jovem foram identificados pelo FBI na noite deste domingo (19).

Na gravação, um homem denuncia à polícia de Moab, no Utah, um caso de violência doméstica. Ele descreve a cena e até mesmo uma van branca similar a que Gabby e o noivo viajavam pelo país. A testemunha não hesita ao dizer o que presenciou: “O homem estava dando um tapa na garota”. Após serem vistos, as agressões teriam continuado e eles entraram no veículo. “Sim, [ele estava batendo nela], e então nós paramos. Eles correram para cima e para baixo na calçada. Ele começou a bater nela, entrou no carro e eles partiram”, acrescentou.

Ouça ao áudio da ligação à polícia abaixo:

Pouco depois, no mesmo dia, ocorreu a cena assombrosa que já havia sido divulgada, quando o casal foi interrogado pelos policiais. Os registros foram feitos pela câmera corporal de um dos agentes. Nas imagens, ele pergunta por que Gabby está chorando. “Me desculpe, acabamos de brigar esta manhã. Alguns problemas pessoais”, responde ela, visivelmente abalada. “Foi um longo dia. Estávamos acampando ontem”, acrescenta Brian. Gabby então continua o desabafo, pede desculpas novamente e afirma que estava distraindo o rapaz e que, por conta disso, ele acertou um buraco na estrada.

Continua depois da Publicidade

A youtuber diz que arranhou e estapeou o noivo. “Eu estava tentando fazer com que ele parasse de me dizer para me acalmar”, insiste, em meio às lágrimas. Na sequência, as autoridades interromperam a viagem dos dois por uma noite, mantendo-os separados para evitar outras discussões, mas o casal seguiu viagem no dia seguinte (13), sem que nenhuma queixa fosse apresentada. Assista:

Mesmo assim, de acordo com a FOX, um registro oficial da ocorrência na polícia alegou que “ninguém relatou que o homem bateu na mulher”. No entanto, a ligação ao serviço de emergência parece provar justamente o contrário…

Continua depois da Publicidade

Perícia na casa do noivo de Gabby

Enquanto as investigações continuam, nesta segunda-feira o FBI foi à casa de Brian Laundrie, noivo de Gabby. A polícia realizou uma perícia na residência que fica na cidade de North Port, na Flórida. Segundo a FOX News, os pais do rapaz, Chris e Roberta Laundrie, tiveram de deixar o local. A propriedade foi considerada pelos policiais como uma “cena de crime”.

Devido à ação dos agentes, a rua teve de ser esvaziada e a área foi toda isolada. Os moradores e presentes também foram informados de que o local se tratava da cena de um crime. Chris e Roberta retornaram à propriedade algum tempo depois de o FBI iniciar a perícia. Desde o início do caso, o noivo de Gabby se recusou a cooperar com as investigações, e agora não se sabe de seu paradeiro desde o último dia 14.

Relembre o caso

No dia 11 de setembro, a youtuber norte-americana Gabrielle Petito foi dada como desaparecida por seus pais. Ela fazia uma viagem de van pelos EUA com o noivo, o também criador de conteúdo Brian Laundrie. O caso começou quando o rapaz voltou para casa sem a parceira, no dia 1º de setembro.

Continua depois da Publicidade

Em depoimento, os pais de Petito afirmaram que não haviam conseguido contatá-la durante a última semana de agosto, quando a jovem estava de passagem pelo Parque Nacional Grand Teton, em Wyoming – conhecido por suas vastas planícies e, também, pela cordilheira chamada “Rocky Mountains” (Montanhas Rochosas, em português). No dia 19 de agosto, o casal publicou um vlog de 8 minutos, no qual Petito e Laundrie dirigiam pela Califórnia, Utah e outros estados em sua van Ford Transit 2012.

Gabby Petito desapareceu em agosto, após viagem de van com o então noivo, Brian Laundrie. (Foto: Reprodução / Instagram)

Segundo a NBC News, a última ligação de Gabby para a mãe, Nicole Schmidt, aconteceu em 24 de agosto, pelo FaceTime. Nicole também disse ter recebido mensagens de texto do número da filha até o dia 30 de agosto. Contudo, ela insistiu que não tinha certeza se as mensagens teriam sido enviadas, realmente, pela jovem. Schmidt ainda revelou que a filha confessou ter dúvidas sobre o futuro de seu relacionamento com Laundrie, mas não apresentou qualquer indicativo de que estivesse infeliz durante a viagem.

Continua depois da Publicidade

Após a denúncia do desaparecimento, as autoridades expressaram preocupação em relação a Brian. Isso porque o rapaz voltou para a casa de seus pais sem a garota, 10 dias antes de Gabby ser dada como desaparecida. Desde então, o criador de conteúdo se recusou a cooperar com as investigações e foi declarado como “pessoa de interesse”, ou suspeito, quando o Departamento de Polícia de Moab divulgou o vídeo da abordagem policial e a suspeita de violência doméstica, que soaram como mais um alerta quanto ao caso.

Brian Laundrie, noivo de Gabby, foi declarado como suspeito pelo FBI, mas desapareceu na última terça-feira (14) e ainda não foi encontrado pelas autoridades. (Foto: Reprodução / Instagram)

Os pais de Brian Laundrie se recusaram a entregar o filho ou compartilhar qualquer informação que ajudasse as autoridades a encontrar a influencer. No entanto, na sexta-feira (17), o noivo de Gabby também foi dado como “desaparecido”. “O advogado da família Laundrie ligou para os investigadores do FBI na sexta-feira à noite, indicando que a família gostaria de reportar o desaparecimento de seu filho. A família agora afirma não ter visto Brian desde terça-feira (14) desta semana”, relatou Josh Taylor, porta-voz da polícia de North Port, à Reuters.

Segundo a família de Laundrie, ele saiu de casa com uma mochila na última terça-feira (14), dizendo que estava indo para a reserva, ajudar nas buscas pela noiva. Até o momento, a polícia não conseguiu localizar Brian. Após o ocorrido, Richard Stafford, advogado da família Petito, se pronunciou sobre o assunto em entrevista com a CNN. “Toda a família de Gabby quer que o mundo saiba que Brian não está desaparecido, ele está se escondendo. Gabby é quem está desaparecida”, pontuou.

Continua depois da Publicidade

Restos mortais são encontrados

Já na noite deste domingo (19), o FBI anunciou que o grupo de buscas encontrou o que eles acreditavam ser os restos mortais da jovem, no Parque Nacional Grand Teton, em Wyoming, nos EUA. Em coletiva de imprensa, as autoridades informaram que haviam localizado um corpo “consistente com a descrição” da influencer.

Contudo, o oficial apontou que ainda não havia a certeza de que se tratava de Gabby. “A identificação forense completa não foi concluída para confirmar 100 por cento que encontramos Gabby, mas sua família foi notificada desta descoberta. A causa da morte não foi determinada neste momento”, acrescentou. O material foi achado nas proximidades da área dedicada a acampamentos “Spread Creek”, dentro do Parque Bridger-Teton. O local foi um dos destinos visitados por Gabby e o noivo Brian durante sua viagem, documentada pelo casal no YouTube.

A família Petito também lamentou o ocorrido via redes sociais da jovem. “Entristecidos e com os corações partidos ao saber que Gabby foi encontrada morta. Nosso foco desde o início, junto com o FBI, foi trazê-la para casa. Continuaremos trabalhando com o FBI na busca por mais respostas”, disse uma publicação. O advogado da família, Richard Stafford, também divulgou um comunicado à FOX News, pedindo que a mídia desse espaço aos familiares para que pudessem lidar com a notícia em particular.