Ovni Congresso Eua

Congresso dos EUA mostra vídeos de OVNIs em audiência pública pela primeira vez em 50 anos, e fala em “riscos potenciais”; assista

As autoridades norte-americanas expressaram sua preocupação com as origens desses “fenômenos aéreos não identificados”

Pela primeira vez em mais de 50 anos, O Congresso dos Estados Unidos conduziu uma audiência pública para tratar sobre OVNIs – objetos voadores não identificados – nesta terça-feira (17). Durante a ocasião, as Forças Armadas norte-americanas deixaram claro seu compromisso em descobrir as origens desses “fenômenos aéreos não identificados”, denominados pela sigla UAP.

O subsecretário de Defesa dos EUA para Inteligência e Segurança, Ronald Moultrie, ressaltou aos congressistas que os UAPs podem representar “riscos potenciais” ao país. “Sabemos que nossos militares encontraram fenômenos aéreos não identificados e, como os UAPs representam riscos potenciais de segurança de voo e segurança geral, estamos comprometidos com um esforço concentrado para determinar suas origens”, disse ele.

Scott Bray Ronald Moultrie
Scott Bray e Ronald Moultrie discursaram no Congresso sobre as “ameaças” dos OVNIs, ou UAPs, fenômenos aéreos não identificados. (Fotos: Reprodução)

Segundo Scott Bray, vice-diretor de inteligência naval da Defesa americana, esses avistamentos não necessariamente têm a ver com alguma presença extraterrestre. De acordo com a BBC, ele deixou claro que nenhum material orgânico ou inorgânico, nem destroços inexplicáveis, foram recuperados. Também não houve tentativas de se comunicar com tais objetos. “Nós não detectamos nenhuma remoção dentro da força-tarefa dos UAPs que… sugeriria que é algo de origem não-terrestre”, declarou.

Continua depois da Publicidade

A preocupação, na verdade, é de que esses objetos pertençam a países como Rússia e China, que poderiam rivalizar com os Estados Unidos. No ano passado, o Pentágono já havia divulgado um relatório que documentou mais de 140 fenômenos aéreos não identificados desde 2004. Não à toa esse tópico tem sido discutido como algo sensível para a segurança do país. Assista a alguns dos flagrantes de UAPs exibidos na audiência:

O relatório das autoridades norte-americanas ainda listou cinco possíveis explicações para esses OVNIs. Eles poderiam ser apenas objetos no ar, como sacos plásticos, balões, pássaros, e outros itens, ou então fenômenos atmosféricos naturais, como flutuações térmicas, cristais de gelo, ou vapor – situações que acabam captadas pelos equipamentos infravermelhos.

Continua depois da Publicidade

No campo tecnólogico, há a possibilidade de que se tratem de sistemas confidenciais do governo ou de empresas locais, com tecnologias ainda em desenvolvimento. Por outro lado, existe a hipótese que mais causa temor ao país, de que os OVNIs sejam tecnologias estrangeiras e sistemas adversários de países como a Rússia e da China, mencionados no documento.

Além disso, a categoria “outros” engloba fenômenos que demandariam novos conhecimentos científicos e novas tecnologias para serem analisados, não podendo ser encaixados nos demais tópicos.