Fotojet 2 21

Mais uma criança morre após castelo inflável ‘voar’ com ventania na Austrália

Que tristeza, meu Deus… Morreu neste domingo (20), Chace Harrison, de apenas 11 anos, sexta vítima do acidente que levou pelos ares o castelo inflável usado durante uma celebração de final de ano da Escola Primária Hillcrest, na Austrália. De acordo com o comissário de polícia da Tasmânia, Darren Hine, o garoto estava hospitalizado e não resistiu aos ferimentos.

É com o coração abalado que posso confirmar que um menino de 11 anos faleceu no hospital esta tarde. Nossos pensamentos continuam a estar com sua família, e as famílias e entes queridos de todas as crianças envolvidas, durante o que é um momento incompreensivelmente difícil”, lamentou o oficial. As autoridades australianas ainda confirmaram que outras duas crianças seguem em estado crítico internadas no hospital. Uma outra vítima recebeu alta no final de semana e já se recupera em casa.

O acidente aconteceu na última quinta-feira, 16 de dezembro, quando o brinquedo do tipo “pula-pula” foi levantado do chão por conta de uma forte ventania que atingiu o local em que a escola realizava o evento. Por ter sido completamente inesperado o fenômeno natural, as nove crianças brincavam dentro do castelo inflável normalmente. As investigações já foram iniciadas para apurar se o equipamento de segurança estava devidamente instalado.

Castelo teria se soltado após forte ventania. (Foto: Reprodução; Twitter; ABC News)
Castelo teria se soltado após forte ventania. (Foto: Reprodução; Twitter; ABC News)

Continua depois da Publicidade

“Alunos da Escola Primária Hillcrest da 5ª e 6ª série caíram de uma altura de cerca de 10 metros depois que rajadas de vento significativas fizeram um castelo saltitante e várias bolas infláveis serem suspensos no ar”, detalhou a polícia local. Com a morte de Chace Harrison, a tragédia chegou ao número de seis vítimas fatais, todas elas com 11 e 12 anos.

Em um dia em que essas crianças deveriam comemorar seu último dia na escola primária, em vez disso, estamos todos de luto por sua perda. Nossos corações estão partidos pelas famílias e entes queridos, colegas de escola e professores dessas crianças levadas muito cedo”, lamentou Darren Hine.