Gemeas Crocodilo

Meu Deus! Mulher luta contra crocodilo para salvar a vida de irmã gêmea; Pais revelam detalhes chocantes do ataque

Parece filme de terror, mas é vida real… Nesta segunda-feira (7), o DailyMail revelou a surpreendente história de Georgia Laurie, que brigou com um crocodilo para salvar a vida de sua irmã gêmea, Melissa. Os pais das britânicas revelaram os detalhes chocantes do caso que aconteceu recentemente, no México. Após quase ser morta pelo animal, Melissa segue em estado grave.

As duas irmãs estavam curtindo uma viagem no México e fizeram um passeio de barco à lagoa Manialtepec, próximo à cidade de Puerto Escondido. O lugar é cenário do belíssimo fenômeno da bioluminescência – em que as águas são iluminadas à noite por organismos vivos. Naquela noite, Melissa estava nadando quando foi atacada e arrastada pelo crocodilo. Georgia começou a gritar por sua irmã e até mergulhou para tentar encontrá-la, mas não teve sucesso.

Até que Georgia encontrou sua gêmea flutuando de cabeça para baixo na superfície da água, depois de muitos minutos de procura no escuro. Porém, o pesadelo ficou ainda pior quando ela pegou Melissa pelos braços, nadou em direção ao barco, e o crocodilo surgiu para atacar novamente. Georgia teve de socar o predador até que ele as soltasse, mas foi impossível evitar que elas se machucassem ainda mais.

Continua depois da Publicidade

O pai delas, Sean, deu detalhes das cenas assustadoras que elas enfrentaram. “A Georgia brigou para se defender do crocodilo. Foi só porque ela é mergulhadora e tem uma experiência em salvar vidas que ela foi capaz de salvar a irmã”, contou ele. Segundo o britânico, “elas estavam nadando depois de escurecer… quando Georgia ouviu Melissa chorar. Ela chamou por Melissa, mas ela não respondeu. Ela podia ouvir outros membros do grupo do passeio, mas não conseguia escutar nada da irmã”.

Estado de saúde delicado após resgate intenso

Sean também revelou a tensão na luta de Georgia contra o crocodilo, durante o resgate. “Quando ela estava trazendo a irmã de volta para o barco, o crocodilo atacou de novo. Georgia teve de lutar contra ele. Ela ficou o socando na cabeça. Ela sofreu lacerações e machucados das mordidas também”, relatou o pai das vítimas.

Gemeas Crocodilo2
Melissa saiu em estado grave após o ataque do crocodilo, mas Georgia também não escapou das feridas do animal. (Foto: Reprodução)

Sue Laurie, mãe das meninas, disse que as duas tiveram ferimentos terríveis graças às mordidas do crocodilo. De acordo com ela, após quase ter se afogado, Melissa está em coma. “Melissa está viva, mas nós não sabemos se suas lesões são potencialmente fatais ou não. Ela tem água nos pulmões e tem tossido sangue. Então, nós não sabemos se ela teve um pulmão perfurado ou não. Ela foi colocada em coma induzido”, explicou.

Continua depois da Publicidade

Um porta-voz do Ministério de Relações Exteriores do Reino Unido afirmou que o governo está prestando ajuda à família, que mora na cidade de Sandhurst, em Berkshire. “Estamos apoiando a família de duas mulheres britânicas que estão hospitalizadas no México e em contato com as autoridades locais”, disse o representante do órgão.

Gemeas Crocodilo1
O guia turístico teria dito às irmãs Laurie que era seguro nadar no lago. (Foto: Reprodução)

De acordo com o DailyMail, alguns turistas que se aventuram a nadar na lagoa Manialtepec são avisados que há crocodilos – que podem chegar a três metros de comprimento – habitando o local. Contudo, segundo o pai das mulheres, a companhia de turismo assegurou que não havia espécimes dos animais na água. “As meninas perguntaram especificamente se era seguro nadar e o guia disse que sim”, reforçou.

Que situação, gente… Agora resta torcer pela recuperação delas!