Mulher e cadáver (Reprodução/TikTok)

Mulher descobre que estava dormindo ao lado de um cadáver por dois meses, e história tem desfecho assustador; entenda

O Halloween está chegando, mas essa é uma história bem real! Uma mulher chamada Reagan Baylee revelou que estava dormindo “ao lado” de um cadáver, há pelo menos dois meses, e não fazia ideia. Como assim?! Baylee morava sozinha em Los Angeles quando começou a notar um cheiro estranho que a fazia ter mal estar. Depois de um tempo, ela descobriu o “problema”…

Segundo as informações divulgadas pelo The Mirror neste sábado (16), a moça compartilhou a história através de uma publicação no TikTok e rapidamente viralizou, com mais de 8,4 milhões de visualizações. “Eu estava tendo dores de cabeça, não estava dormindo durante a noite e me sentia muito enjoada. Honestamente, todos nós meio que passamos por isso. Eu me sentia um pouco solitária e ficando um pouco louca na quarentena, assim como todo mundo”, explicou.

Continua depois da Publicidade

Reagan contou que nunca foi de ter insônia, mas atribuiu a situação ao cansaço da pandemia de Covid-19 e que estava somente “triste e deprimida”. No entanto, além do mal estar, ela começou a notar um aumento na quantidade de insetos e aranhas aparecendo em seu apartamento, o que a fez acionar a proprietária do imóvel.

“Sinceramente, minha melhor descrição desse cheiro era um peixe morto, então pensei que talvez um pássaro tivesse pego um peixe, mas é a coisa mais estúpida de todas porque não tem lagos perto de casa. Comecei a pensar que o cachorro do vizinho tinha morrido ou que algo tinha acontecido. Fiquei preocupada, mas a proprietária disse que ela não poderia simplesmente incomodar os outros moradores”, disse. Que situação!

Reagan notou um mau cheiro em seu apartamento no ano passado. (Foto: Reprodução/TikTok)
Reagan notou um mau cheiro em seu apartamento no ano passado. (Foto: Reprodução/TikTok)

Com a recusa da proprietária e o odor cada vez mais forte, a jovem chamou seu namorado para pedir uma segunda opinião, já que estava “pressentindo” que tinha algo errado. O problema foi que o jovem também começou a sentir náuseas e dificuldade para dormir por conta do cheiro forte. Foi aí que ela resolveu acionar a polícia. “Consultei a polícia e eles me disseram que após 48 horas, se a proprietária não resolvesse, eu poderia chamá-los novamente. E foi aí que as coisas ficaram loucas. Senti que eu estava em uma missão porque ninguém estava me ouvindo”, desabafou. Confira:

@reaganbaylee Reply to @emma_young2019 here we go 😅 part 1 of the wildest thing that’s ever happened to me #storytime ♬ original sound – Reagan Baylee

“A proprietária ficou chateada comigo por ter incomodado meus vizinhos e me deram um aviso dizendo que não posso assediar as pessoas no prédio“, continuou. Segundo ela, durante este tempo havia certo “tumulto” em Los Angeles após a morte de George Floyd, então Reagan admitiu que entendia que a polícia estava ocupada e que sua queixa sobre aranhas e maus cheiros era “a menor das preocupações”.

Ela continuou insistindo e convenceu a dona do imóvel a enviar um funcionário da manutenção até o local, mas o homem não conseguiu nem subir as escadas por causa do cheiro. Eita! “Ele subiu as escadas e começou a vomitar. Ele arrancou a máscara e disse ‘Vou pegar a chave mestra, alguém está morto’. Eu imediatamente comecei a surtar porque pela primeira vez em semanas eu não me senti louca”, lembrou.

Só que o homem nunca mais voltou e a moça decidiu chamar as autoridades novamente, que, desta vez, foram até o prédio para investigar o apartamento ao lado. Aí é que a coisa ficou séria… Segundo ela, quando os policiais abriram a porta, havia um cadáver, foi possível ver uma quantidade absurda de insetos saindo do lugar e vários oficiais começaram a vomitar. “Para encurtar a história, eles disseram que este foi o pior corpo decomposto que eles já encontraram e que eles já tinham visto muitos corpos assim. Não vou entrar nos detalhes, mas já era praticamente um esqueleto”, disse. Meu Deus!

Reagan Baylee também explicou que procurou profissionais e que os sintomas que ela e o namorado sentiram eram por causa dos vapores e gases tóxicos que estavam sendo liberados do corpo em decomposição. Assista:

@reaganbaylee Reply to @reaganbaylee part 2 of the craziest thing that has ever happened to me #storytime ♬ original sound – Reagan Baylee