Papa Francisco

Papa Francisco critica “substituição” de filhos por gatos e cachorros: “Egoísmo”; assista

O pontífice fez um apelo em prol da paternidade e elogiou o ato da adoção: “Mais arriscado é negar a paternidade”

Na sua primeira audiência geral de 2022, Papa Francisco fez um discurso em prol da paternidade e da adoção. Por outro lado, o pontífice lamentou que animais de estimação, por vezes, tomem o lugar de filhos. O líder religioso classificou tal “substituição” como um “egoísmo”.

“Hoje vemos uma forma de egoísmo. Vemos que alguns não querem ter filhos. Às vezes têm um só [filho] e param por aí, mas têm cães e gatos que ocupam esse lugar”, afirmou ele, na sala Paulo 6º do Vaticano. “Isso pode fazer as pessoas rirem, mas é a realidade. Essa negação da paternidade e da maternidade nos diminui, tira nossa humanidade, a civilização envelhece e sem humanidade, porque perde a riqueza da paternidade e maternidade. E a nossa pátria sofre, porque não tem filhos”, continuou.

Papa Francisco1 Vatican News
Papa Francisco falou sobre a adoção e lamentou que pessoas “substituam” filhos por pets. (Foto: Reprodução/Vatican News)

Continua depois da Publicidade

Francisco lamentou a “dramática queda na taxa de natalidade” de muitos países ocidentais, deixando o apelo de que as pessoas tenham filhos ou adotem crianças. “Ter um filho é sempre um risco, seja [biológico] ou adotado. Mas mais arriscado é não ter. Mais arriscado é negar a paternidade, negar a maternidade, seja ela real ou espiritual”, bateu na tecla.

O papa também elogiou a adoção, dizendo que essa escolha “está entre as formas mais elevadas de amor e paternidade”, e ressaltou que não se trata de “um vínculo secundário”. Citando crianças órfãs, Franciso ainda pediu que instituições facilitem processos de adoção. “Não se deve ter medo de escolher o caminho da adoção, de assumir o ‘risco’ do acolhimento. Desejo que as instituições estejam sempre dispostas a ajudar nesse sentido, observando seriamente, mas também simplificando o procedimentos necessários para que se realize o sonho de tantos pequeninos que precisam de uma família, e de tantos cônjuges que querem dar amor”, mencionou.

Continua depois da Publicidade

Ao final da audiência geral, o pontífice assistiu a vários números de circo apresentados por palhaços, malabaristas, dançarinos e músicos. Assista ao vídeo abaixo [fala sobre pets a partir de 19:45]:

: