Hospital (1)

Recém-nascida é resgatada chorando em cova após ser enterrada viva na Índia; entenda o caso

Caso aconteceu nesta segunda-feira (23) devido a negligência médica, em um hospital na cidade de Banihal

Uma menina recém-nascida, que havia sido declarada morta e enterrada, foi encontrada viva mais tarde na Índia. O caso aconteceu na cidade de Banihal, que é próxima à fronteira do país com o Paquistão e a China, nesta segunda-feira (23).

Segundo a polícia de Bankoot, região onde a família mora, a bebê nasceu na manhã deste mesmo dia e foi declarada como morta pelos médicos do Hospital do Subdistrito de Banihal (SDH). De acordo com a reportagem do Press Trust of India, os pais decidiram enterrar a recém-nascida em um vilarejo nas proximidades de onde ela nasceu. Pouco depois do sepultamento, no entanto, habitantes da vila pediram que os responsáveis mudassem o corpo da criança de lugar, alegando que o cemitério em questão seria restrito a ancestrais dos moradores locais.

Continua depois da Publicidade

Durante o processo de escavamento da sepultura, cerca de uma hora após o enterro, os pais perceberam a recém-nascida viva e chorando. A bebê então foi levada de volta ao hospital original e depois encaminhada para outro centro médico na cidade de Srinagar para receber tratamento especializado. “Este é o cúmulo da negligência e falta de profissionalismo por parte dos médicos e outros funcionários destacados no SDH Banihal”, disse um morador ao jornal Greater Kashmir. A mesma publicação flagrou um protesto dos familiares da menina em frente ao hospital em que ocorreu o episódio.

Protesto
Familiares de recém-nascida enterrada viva protestam contra o hospital em que ela foi declarada morta (Foto: Reprodução/Greater Kashmir)

Segundo a agência de notícias GNS, dois funcionários do hospital envolvidos no erro foram imediatamente suspensos. Um inquérito foi aberto para apurar o caso.