Beyoncé

Beyoncé faz mudança em música do novo álbum após críticas da cantora Kelis; entenda

A faixa do álbum “Renaissance” usa elementos da canção “Milkshake”, sucesso de Kelis em parceria com Pharell Williams

Mais mudanças em “Renaissance”, novo álbum da Queen B lançado na última sexta-feira (29). Depois de anunciar que alteraria a letra da música “Heated” por usar uma expressão capacitista, Beyoncé fez mais uma mudança no repertório do disco nesta terça-feira (2). A estrela pop subiu uma nova versão da faixa “Energy” no Tidal devido às críticas feitas pela cantora Kelis. A artista alega que Bey usou elementos do seu hit “Milkshake”, mas não colocou seu nome na lista de compositores.

No Instagram, Kelis postou dois vídeos desabafando sobre a situação. A cantora de R&B iniciou falando que Bey, assim como outros artistas, já usou uma canção sua antes, mas que o problema está no fato de que ela deveria ter pedido a sua permissão. “A questão é que não somos apenas artistas femininas, somos artistas femininas negras em uma indústria – não há muitas de nós. Nós já nos encontramos, nós nos conhecemos, nós temos amigos em comum. Não é difícil. Ela pode entrar em contato, certo?”, disse ela.

Kelis ainda afirmou que ficou irritada porque ninguém entrou em contato com ela propositalmente. “Por quê? Por que ninguém teve a decência humana de ligar e dizer, ‘Ei, nós gostaríamos de usar seu registro’? A razão pela qual estou irritada é porque eu sei que foi de propósito”, comentou.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Kelis (@kelis)

Na publicação seguinte, ela direcionou as reclamações especificamente aos Neptunes, duo formado por Pharrell Williams e Chad Hugo, que escreveram “Milkshake” e estão creditados em “Energy”. De acordo com a artista, os produtores não escreveram nenhuma de suas músicas dos seus primeiros álbuns, mas aparecem como compositores por terem o mesmo empresário na época. “Ele (Pharrell) tem créditos de composição em meus discos, todos os meus singles coincidentemente, e ele nunca escreveu uma música e letra por dia em sua vida”, falou.

Continua depois da Publicidade

Ela ainda criticou Beyoncé, alegando que a cantora tem músicas com letras feministas, mas na prática não abraça a causa. “A realidade é que todo esse empoderamento feminino só conta se você realmente fizer isso. Se você está realmente vivendo isso. Não apenas fale. É muito fofo e engraçado cantar sobre isso, mas vamos lá, vamos ser reais”, concluiu.

Apesar das críticas, Kelis não poderia ser creditada na faixa porque originalmente não aparece como compositora. Além disso, em “Energy” foi usada uma interpolação, e não um sample — ou seja, foi feita uma interpretação em vez de apenas pegar um trecho da gravação original. Por isso, a voz da cantora não estava na música de Beyoncé, só a reprodução da melodia vocal de “Milkshake”.

Continua depois da Publicidade

Mesmo assim, Queen B apagou a versão original da faixa de “Renaissance” e subiu uma nova mixagem no Tidal. Agora, a canção não conta com nenhum elemento do hit de Kelis e também não tem mais os nomes de Pharrell Williams e Chad Hugo listados nos créditos. A mudança também deverá ser feita em outras plataformas digitais, como Spotify e Apple Music.

Siga o Hugo Gloss no Google News e acompanhe nossas notícias!