Camila Cabello arrasa muito ao cantar Céline Dion, Mariah Carey, Justin Bieber e Bruno Mars em vídeo maravilhoso; vem assistir

Capa da edição especial “Women in Music”, da Elle norte-americana, Camila Cabello foi convidada para participar do game “Song Association”, que é basicamente algo que o Silvio Santos já faz na nossa TV há décadas. Na brincadeira, a cada uma das 15 rodadas, a produção mostrava uma palavra para a fofa e ela tinha 10 segundos para cantar uma música que traz a tal palavra na letra.

Nossa fada cubana mostrou estar com a memória musical em dia e acertou 14 das 15 palavras. “Spicy” foi a única que ela deixou devendo. O mais importante: durante o vídeo fomos brindados com palhinhas de Camila super afinadas e maravilhosas de sucessos como “Emotions”, de Mariah Carey; “Baby”, de Justin Bieber; “That’s What I Like”, de Bruno Mars e “My Heart Will Go On”, de Céline Dion… que ficou especialmente LINDA!

Assista:

Gente, já quero a versão na íntegra dela cantando Céline! Esse é o ‘Qual é a Música’ que a gente respeita! hahahaha A quinta-feira foi bem movimentada para Camila… A fada cubana finalmente inaugurou sua nova era, “Romance”, com o lançamento de duas canções ao mesmo tempo: “Liar” e “Shameless”. Essa segunda, inclusive, já chegou com um videoclipe para chamar de seu.

Também na quinta, em entrevista divulgada pela Elle, Camila explicou o porquê de não se abrir sobre seu relacionamento amoroso com Shawn Mendes. “Eu sou [cuidadosa], em um nível louco. Amor é a coisa mais sagrada e preciosa pra mim. Eu sempre quero sentir que meu amor é entre eu e aquela pessoa e não pertence a mais ninguém. Por mais que eu ame meus fãs, por mais que eu ame as pessoas, eu gosto de viver a minha vida o mais normal possível. Em um relacionamento, eu me sinto desconfortável em convidar todo mundo pra participar“, argumentou.

As pessoas podem dizer o que quiser. Elas podem especular, mas ao mesmo tempo, nós vamos viver nossas vidas, aproveitá-las e nos apaixonar como se ninguém estivesse vendo. É assim que eu quero viver. Eu nunca quero abrir a porta para que as pessoas se sintam como se estivessem envolvidas. Como eu disse, eu quero que seja meu e dele. É por isso que eu mantenho a boca tão fechada sobre isso: porque eu quero proteger“, concluiu Camila.

No bate-papo, ela ainda entregou o novo álbum é bem mais pessoal do que seu disco de estreia e explicou: “Honestamente, esse último ano e meio foi a primeira vez que eu realmente tive a experiência de me apaixonar por outra pessoa. Acho que tem muito mais profundidade no amor quando você sabe que divide isso com outra pessoa. Você tem muito mais a dizer e acho que é isso que me deixa emotiva“. Mas ela nunca tinha se apaixonado antes? “Não. Eu sempre amei as pessoas de longe, mas me apaixonar por alguém e ter sentimentos por essa pessoa e ela não saber… é diferente“, refletiu.