Fotojet (9)

James Blunt posta vídeo dançando o hit “Coração Cachorro” e avisa: “Vou mandar dados bancários”

O sucesso de “Coração Cachorro”, canção de Ávine Vinny e Matheus Fernandes, é indiscutível. A faixa, que viralizou nas redes sociais e ganhou até coreografia, usa um trecho melódico do hit “Same Mistake”, lançado por James Blunt ainda em 2007. O britânico, inclusive, descobriu que o ‘forró’ está no topo das paradas brasileiras e aproveitou para brincar com a situação.

Em um vídeo publicado ontem (26) no TikTok, James aparece tocando violão e cantando o refrão de sua composição. Logo na sequência, entra o “uivado” dos brasileiros. “Amei! Coisa boa! Vocês vêm sempre aqui? Eu sou da Inglaterra. Arrasaram. Vejo vocês no bar”, diz Blunt enquanto trechos do clipe de “Coração Cachorro” são exibidos. Animado, o músico também tenta fazer os passinhos que acompanham o single da dupla. Já na legenda da publicação, ele escreveu: “Parabéns pelo número 1, caras! Vou mandar meus dados bancários em breve…”. Assista:

@jamesblunt

Congratulations on the No.1, guys! Will send my bank details shortly… #coracaocachorro #latecoracao #fyp #fy

♬ Coração Cachorro – Avine Vinny & Matheus Fernandes

Apesar do tom de brincadeira presente na postagem de James, não se sabe se o artista, de fato, reivindicará a coautoria de “Coração Cachorro”. Ao G1, os autores do piseiro (Daniel dos Versos, Fellipe Panda, PG do Carmo, Riquinho da Rima, Breno Lucena e Felipe Love) admitiram a “citação” de Blunt no refrão, mas negaram que haja plágio. Não há, inclusive, crédito para o inglês na composição.

Na hora do “auuuu”, com certeza, a inspiração é no James Blunt. Só que ela é apenas uma citação. A música não é uma versão. É um jogo de melodia, de voz, do cachorro latindo. Tem todo um contexto, um significado até chegar ao “auuuu”. Tanto que a melodia do começo é diferente. Você não consegue colocar uma música em cima da outra e dar um play. Elas se chocam, não são iguais“, argumentou Daniel dos Versos.

A Sony, editora da música, alegou o mesmo: “Não é uma versão, apenas uma citação, portanto não há crédito”. Ávine, um dos intérpretes do hit brasileiro, disse que foi feito um contato com a equipe de Blunt, e que tudo “ficou acertado“.

Compare os dois singles: