Música

Pabllo Vittar lança álbum com participações de Ludmilla e Dilsinho, e hino de Diplo! Vem ouvir!

Raíssa Basilio - Publicado em 04/10/2018 às 21:14
Compartilhe: Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Pinterest Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no E-mail

Depois de bombar em 2017, Pabllo Vittar veio para ficar! O segundo álbum da cantora está recheado de feats e faixas com alto índice de sucesso. Vittar é uma artista extremamente importante para a cultura LGBTQ+, internacionalmente reconhecida e a primeira drag queen a ser indicada a um Grammy Latino.

Você quer mais poder? Então toma: ela bateu o recorde do top 100 mundial do Spotify com “Sua Cara”, parceria com Major Lazer e Anitta. Pabllo já fez também colaborações com a britânica Charli XCX e os norte-americanos da dupla Sofi Tukker. Agora, ela está de volta com o novo trabalho “Não Para Não”, que traz a mesma equipe de produção (Brabo Music Team) do antecessor “Vai Passar Mal”.

Neste disco, a cantora conta muitas participações, dentre elas Ludmilla, Dilsinho, Urias e repetindo a dose de sucesso, o DJ Diplo. Vale lembrar que ano passado, ele colaborou na ótima “Então Vai (Get By)” e na já citada, “Sua Cara”.

A funkeira Lud canta com a Pabllo em “Vai Embora”, uma mistura de trap com pagodão baiano. Além dela, Rafa Dias, do grupo baiano ÀTTØØXXÁ é quem faz a base da música. Enquanto Dilsinho ficou a cargo da faixa “Trago Seu Amor de Volta”. “Trago seu amor de volta não quero nada em troca, o que o destino uniu ninguém vai separar”, embala a canção. Pabllo ainda divide os vocais com a amiga Urias na ótima “Ouro”. Já o Diplo participa de “Seu Crime”, um mix de forró com Afrobeat MARAVILHOSO e o toque do DJ norte-americano.

“O disco foi pensado como uma noite comigo: tem música pra se acabar de dançar, música pra chorar pelo boy lixo, enfim, tá incrível”, conta a cantora sobre o novo trabalho. O álbum tem uma pegada dançante e mistura diferentes ritmos brasileiros. Além dos que falamos acima, tem também tecnobrega, axé e até carimbó, super popular na Amazônia! O primeiro single “Problema Seu” já mostrava uma palhinha do que esperar. A faixa é um eletropagode baiano, que remete ao que Pabllo ouvia na infância e adolescência no Nordeste.

Falando na música, você já viu o clipe?

Além da influência da música brasileira, Pabllo também investiu em seu lado mais caliente. Ela se jogou na cumbia, música típica da Colômbia. A faixa “Miragem”, que encerra o disco, traz uma mistura do ritmo colombiano com rasteirinha, subgênero do funk muito popular no Rio de Janeiro.

“Não Para Não” promete! O álbum chegou hoje (04/10) nas principais plataformas de streaming e você pode ouvir abaixo: