Filha de Steven Spielberg anuncia carreira como atriz pornô e revela reação dos pais com a notícia; saiba os detalhes!

Durante entrevista exclusiva para o jornal The Sun, Mikaela Spielberg, filha adotiva do icônico diretor Steven Spielberg, revelou que está iniciando sua carreira como atriz pornô e já sonha com a oportunidade de se tornar uma stripper. A jovem de 23 anos ainda contou que os pais não a recriminaram pela decisão.

A revelação foi feita no último final de semana, durante uma vídeo chamada do FaceTime com o diretor e a mãe Kate Capshaw. “Eles estavam intrigados, mas não chateados… Minha segurança sempre foi a prioridade número um para eles”, contou.

Mikaela explicou para o jornal que sempre se definiu como uma “criatura sexual”, e que a decisão veio acompanhada de uma vontade de parar de odiar seu próprio corpo. “Eu me cansei de não poder capitalizar meu corpo…E eu também me cansei de trabalhar dia após dia de uma maneira que não estava satisfazendo minha alma”, falou.

Mikaela contou que um dos efeitos positivos da sua decisão foi passar a amar mais seu corpo. Foto: Reprodução/Instagram

Spielberg acrescentou que sente ter um ‘dom’ para desempenhar o trabalho. “Sinto vontade de fazer esse tipo de trabalho, sou capaz de ‘satisfazer’ outras pessoas, mas isso é bom porque não é de uma maneira que me faça sentir violada”, disse.

Os vídeos da atriz serão todos feitos de forma solo, sem a participação de qualquer outra pessoa, até mesmo para preservar seu relacionamento com o noivo Chuck Pankow, de 47 anos. “A razão de eu não querer fazer nada fora do material solo é porque sinto que isso seria uma violação dos meus limites e do meu relacionamento com o meu parceiro”, afirmou. Para ter acesso ao conteúdo, os interessados terão que pagar uma taxa ao site onde ela hospedará as filmagens.

Mikaela e o noivo Chuck Pankow, de 47 anos. Foto: Reprodução/Instagram

Com o nome artístico de Sugar Star, a jovem acrescentou que a nova carreira também será uma forma de se tornar independente financeiramente dos pais. “Não posso ficar dependente dos meus pais ou mesmo do estado — não que haja algo errado com isso —, simplesmente não me sinto confortável”, entregou.

Mikaela chegou a fazer upload de dois vídeos seus em um site pornô, mas preferiu tirar do ar até que sua licença de profissional do sexo seja liberada. Quando ela estiver com o documento, um dos seus planos também será encontrar uma vaga como dançarina em clubes de striptease.