Calebcapa

American Idol: Finalista é expulso do programa após vídeo controverso vazar nas redes: ‘Quero pedir desculpas’

Mais uma polêmica em talent show, só que dessa vez internacional. O ‘American Idol’, em que os participantes competem em apresentações musicais e são avaliados por grandes vozes da música, como Katy Perry e Lionel Richie, está em sua reta final nos Estados Unidos. Tudo ocorria bem, até que foi anunciado nesta quarta-feira (12) que um dos cinco finalistas do programa, o cantor country Caleb Kennedy, foi eliminado da atração após um vídeo polêmico ter vazado nas redes sociais.

No registro que viralizou na internet, Caleb aparece gravando ele e um amigo, que usa um capuz que alude à Ku Klux Klan, organização que defende a supremacia branca e o terrorismo. Em comunicado à revista People, um porta-voz da emissora ABC deu a notícia: “O concorrente do American Idol, Caleb Kennedy, não avançará mais na competição. O episódio de domingo apresentará o Top 4 com a eliminação de um competidor.

Calebdentro
No vídeo, Caleb Kennedy fazia referência à Ku Klux Klan (Foto: Reprodução / Twitter)

Continua depois da Publicidade

O cantor usou sua conta no Instagram na noite de quarta-feira (12) para se pronunciar também sobre o ocorrido. “Ei, pessoal, isso foi uma surpresa. Houve um vídeo que apareceu na internet e exibia ações que não deveriam ser realizadas dessa forma. Eu era mais novo e não pensei nas consequências de minhas atitudes, mas isso não é desculpa“, declarou.

O finalista eliminado prosseguiu dizendo que sente muito e pediu desculpas aos fãs que o acompanhavam. “Sinto muito! Quero pedir desculpas a todos os meus fãs e a todos que decepcionei. Vou ficar um tempo fora das redes sociais para que eu melhore mas, dito isso, eu sei que isso machucou e decepcionou muitas pessoas. E fiz essas pessoas perderem o respeito por mim. Rezo para que um dia eu possa reconquistar a confiança de vocês sobre quem eu sou e tenha o respeito de vocês. Obrigado por me apoiarem“, concluiu.

Em entrevista ao jornal The Herald Journal, a mãe do cantor, Anita Guy, contou que a gravação foi feita quando ele tinha 12 anos. De acordo com ela, o vídeo foi filmado após Caleb e o amigo assistirem ao filme de terror “Os Estranhos – A Caçada Noturna”. Anita alegou que os garotos estavam imitando os personagens, psicopatas que usam máscaras ao matarem as vítimas. 

Eu odeio que isso tenha acontecido e como Caleb está sendo retratado pelos internautas. Este vídeo foi feito depois que ele assistiu ao filme ‘Os Estranhos: Caçada Noturna’ e eles estavam imitando esses personagens. Não tinha nada a ver com a Ku Klux Klan, mas eu sei que é o que parece, mas meu filho não tem um osso racista em seu corpo. Ele ama a todos e tem amigos de todas as raças“, declarou Anita.