Após 39 anos, Globo não renova contrato com Miguel Falabella; Ator se pronuncia: “Nessas horas a gente fica com o coração mole” — Saiba detalhes

Após a saída de Zeca Camargo, o próximo contrato não renovado da Rede Globo é o de Miguel Falabella. De acordo com informações obtidas pela colunista Patrícia Kogut, do jornal ‘O Globo’, o ator, roteirista e diretor foi informado nessa quinta-feira (04) de que não continuaria na emissora após 39 anos de trabalho.

À colunista, Miguel se pronunciou brevemente. “Foram 40 anos, toda uma vida. Mas é vida que segue”, afirmou. De acordo com uma reportagem publicada pela Veja, a medida não teria pego nem ele, nem ninguém da direção do canal, de surpresa.

Segundo a matéria, o artista estava incomodado e não escondia sua insatisfação pelo o que chamava de “desprestígio” por parte de Silvio de Abreu, diretor da Dramaturgia Diária e Semanal da Globo. Falabella teria lamentado, especialmente, o fato de duas de suas séries terem ido direto para a plataforma de streaming GloboPlay, sem serem exibidas no canal aberto.

Continua depois da Publicidade

A série humorística “Eu, a Vó e a Boi”, baseada em uma história real, estreou no serviço da Globo em novembro do ano passado. Miguel teria se sentido boicotado por achar que a produção – com Arlete Salles e Vera Holtz nos papéis principais – merecia estar na TV aberta como havia sido prometido.

O mesmo teria acontecido com “Brasil a Bordo”. A série estava prevista para entrar na grade da emissora em 2016, mas foi adiada por conta da queda do avião do Chapecoense. De acordo com a Veja, não havia clima para rir de uma tragédia de avião, com toda razão. No entanto, após isso, o programa foi direto para o streaming, em 2017, sem uma grande ação de marketing para promovê-lo.

Miguel Falabella e Marcos Caruso em ‘Brasil a Bordo’ (Foto: Mauricio Fidalgo/Globo)

Apesar do contrato não renovado, segundo a publicação, o artista ainda tem mais três meses ligado à Rede Globo e foi oferecido benefícios trabalhistas, como plano de saúde, por mais dois anos.

Continua depois da Publicidade

Na Globo desde 1981, Falabella assinou séries como “Pé na Cova” e “Toma lá, dá cá” e novelas como “A Lua me Disse” e “Negócio da China”. Entre 1996 e 2002 e, depois novamente em 2013, brilhou interpretando Caco Antibes em “Sai de Baixo”, programa em que também era o autor principal.

Quarta temporada de ‘Pé na Cova’ (Foto: Paulo Belote/Globo)

Na manhã desta sexta-feira (05), ele se pronunciou nas redes sociais, com um texto mais emotivo. “Era esse o rosto que eu tinha quando assinei meu primeiro contrato com a TV Globo. Nesses quase quarenta anos fui muito feliz e muito bem tratado sempre. Seguir novos caminhos não significa abandonar o que se conquistou na caminhada”, apontou.

Continua depois da Publicidade

“Só tenho boas lembranças. Só tenho sorrisos. Cheio de gratidão por todos os companheiros que estiveram ao meu lado nessa jornada e ao público que viu algo em mim que nem eu mesmo via. Obrigado. Eu ia fazer um vídeo, mas nessas horas a gente fica com o coração mole. Como diria Drummond, amanhã eu recomeço!”, concluiu o ator.