BBB 19: Em Jogo da Discórdia, Rodrigo é alvo de críticas por “não se posicionar”, se defende e brothers têm discussão coletiva; veja vídeos

Vixeee, a noite desta segunda-feira (1) foi marcada por discussões no “Big Brother Brasil”! Durante o tradicional “Jogo da Discórdia”, os emparedados Carolina, Hariany e Rodrigo responderam a algumas perguntas feitas por Tiago Leifert, e o carioca acabou sendo alvo de críticas por conta de seu comportamento no jogo.

Já na primeira pergunta, o apresentador quis saber de Carolina o que seus concorrentes teriam feito de errado, caso fossem eliminados. Sobre Hari, a baiana apontou o comportamento mais reservado dela no início do jogo. Já com Rodrigo, Carol Peixinho afirmou que ele era incoerente. “Eu acho que às vezes ele não tem coerência nas justificativas, como Paula disse ontem. Acho que ele camufla um sentimento, uma vontade de falar certas coisas e não fala“, explicou a publicitária.

Em sua defesa, Rodrigo respondeu: “O que eu não entendo é de onde vem essa forma de pré-julgar. Se você acha que as pessoas têm um comportamento e camufla é porque você percebeu algo ou viu algo. Sempre respeitei as pessoas, eu nunca pré-julguei ninguém ou acreditei que as pessoas se comportassem de tal maneira. O que me inquieta é porque a forma como eu me comporto é uma interrogação. Acho que não procede“. Clica aqui pra ver o vídeo.

Na sequência, Hariany foi questionada sobre qual teria sido o erro de Carol. “Eu não sei direito, porque a Carol a gente está mais próxima a partir dessa altura do jogo. Agora que eu estou começando a conhecer mais dela. Mas eu acho que por ela ser meio política, de sempre estar misturando no meio de todo mundo, de não procurar problema com ninguém. Achava isso, mas não acho mais“. Sobre Rodrigo, ela apontou: “Dando continuidade nas coisas que as meninas falaram. Por falta de posicionamento e por falta de se mostrar mais aqui no jogo. Ele fica mais quietinho na dele“. Clica aqui pra ver o vídeo.

Em sua vez, Rodrigo opinou sobre qual seria o erro das sisters. “Talvez essa questão da comunicação mesmo, mas isso é lá no início. É isso, nunca percebi nada que a coloque numa situação“, disse sobre Hariany. “A Carol? Talvez por esses posicionamentos mais ácidos, às vezes“, respondeu o brother sobre a baiana. Veja aqui.

(Foto: Reprodução/TV Globo)

Na segunda pergunta, Tiago quis saber dos emparedados quem eles achavam que seria eliminado nesta terça-feira (2). Carol e Hari apostaram na saída de Rodrigo. “Acho que o BBB é um jogo para se posicionar e diversas vezes ele não se posicionou“, disse a publicitária. “Por ele ser mais quietinho na dele. Não fazer tantas coisas para se mostrar. Ele se esconde do jogo e da convivência. Não se posiciona“, afirmou a goiana. Já o carioca apontou que Peixinho seria a eliminada. “Por essa questão de acidez mesmo de justificar voto…“, explicou ele.

Nesse momento, o apresentador fez uma pausa no jogo e foi aí que começou uma DR coletiva. Paula opinou que era pior ficar no sofá ouvindo tudo e disse que os três emparedados estavam falando muito “não sei”. Já Gabriela se dirigiu a Rodrigo e o incentivou a falar mais. “Eu tô falando. Não vou criar algo e uma problematização que eu não vejo. Eu falo“, rebateu o brother. “Eu sei que você tenta falar, quando a gente fica em grupo, você tenta falar e não fala porque não tem espaço. To falando porque venho reparando. A gente conversa muito, nós mulheres falamos sobre nossas coisas, e eu vejo você tentando pedir atenção em silêncio. (…) Você não consegue entrar na conversa e fica em silêncio, porque sei que você é um cara muito educado pra cortar o assunto das pessoas e a gente fala pra caramba“, explicou a percussionista.

(Foto: Reprodução/TV Globo)

Rodrigo, então, retrucou a fala da amiga e disse que isso não é falta de posicionamento. “As pessoas estão colocando como se eu fosse dissimilado, como se eu tivesse um comportamento e o escondesse. Eu queria saber de onde veio isso. Quando você tem uma clareza, ‘ah porque esconde, porque parece que ele é de uma maneira e de outra…’, eu acho isso muito estranho. De onde vem isso?“, questionou o dramaturgo.

Carol Peixinho foi a primeira a explicar suas críticas ao adversário de paredão. “Quando eu falo de posicionamento, em relação aos assuntos que a gente está no grupo. Ontem, a justificativa dele votar em mim eu achei estranha pela escala de aproximação. Eu me aproximei dele desde o início. Eu não acho coerente. Isso pra mim é não se posicionar de uma forma que tem que se posicionar“, disse ela a todos na sala. Clica aqui pra ver o vídeo.

(Foto: Reprodução/TV Globo)

E Rodrigo não ficou calado: “A gente não pode querer que a pessoa fale o que a gente deseja. Quando eu falei sobre aproximação, a gente tá se aproximando agora, depois da saída dos meninos [Danrley e Elana]. Quando falei de aproximação, foi a partir de uma conversa que eu tive com as meninas [Paula e Hariany] na escada. Não to falando de amizade, de intimidade, desse tipo de troca. Se você tiver um histórico de tudo que eu falei ali no confessionário, tem sempre esse marco sobre a escada, uma conversa que eu tive com as meninas. Foi a partir da saída dos meninos e que a gente se aproximou. A gente se falava, mas a gente não curtia o papo. A gente está curtindo agora, de um tempo para cá“. Veja aqui.

Em outro momento da discussão, que continuou após o programa ao vivo, Paula falou sobre as críticas que fez ao brother. “Ninguém colocou em questão sua ética, seu caráter, a gente adora você. Mas eu não tinha entendido porque você colocar a Carolina e não a Hariany. Não faz sentido. Tipo você me colocar toda hora no paredão, por exemplo. E porque a Hariany não foi pro paredão? Você deveria ter dito que era por causa de jogo, não afinidade, porque você sempre teve mais afinidade com a Carol“.

O cientista social pediu a palavra e voltou a explicar sobre suas atitudes e jogo. “Em nenhum momento, eu critiquei algum comportamento aqui: nem com olhar, nem com fala, nem com as pessoas que eu tenho intimidade. Em nenhum momento, eu determinei que a pessoa deveria se comportar de tal maneira. Acho complicado pessoas que não me conhecem determinarem como eu deveria ser, falar, pensar e justificar. Eu sou assim. Posicionamento em relação ao jogo, a minha escolha é não compartilhar. Eu não falo sobre jogo. Isso é uma postura. O jogador Rodrigo se posiciona dessa maneira, de maneira sozinha. Eu prefiro ficar sozinho“. Clica aqui para ver o vídeo.

Paula ainda afirmou que todos precisavam se posicionar dentro do jogo da discórdia. “Quando a gente fala que alguém é vilão, que alguém é coadjuvante, é porque somos obrigadas. Eu quero um milhão e meio, estou em um jogo, então eu me posiciono. Lá fora eu não tenho nada pra falar de você, pra te questionar. Eu adoro você, você é uma pessoa legal, mas dentro do jogo a gente precisa fazer essas coisas“. Veja abaixo:

Rodrigo também continuou em sua defesa: “Eu sou um cara quieto. Um cara tranquilo, e não vou mudar isso. Vocês dizem que eu não me posiciono só porque meu jogo é individual, porque não compartilho. Mas eu ser quieto não é porque eu não me posiciono. É minha personalidade, e eu não vou mudar. Vocês não podem dizer que eu não me comportei da maneira que vocês querem como se isso fosse um problema. É muito sério vocês acharem que alguém deve fazer o que vocês fazem. Querer jogar porque vocês acreditam que eu faço isso ou aquilo, OK, mas a minha subjetividade está na minha cabeça“.

Veja mais vídeos da discussão coletiva:

E aí, quem vocês acham que será eliminado nesta terça-feira?