BBB 19: Rodrigo e Gabriela dão aula sobre racismo para os brothers; Assista!

Mais uma vez, o “Big Brother Brasil 19′ mostrou que o reality show pode ser um espaço para discussão sobre temas sociais. Na madrugada desta sexta-feira (25), os participantes conversaram sobre preconceito na mesa da cozinha. Rodrigo deu uma verdadeira aula sobre racismo para os demais brothers e sisters, que estavam prestando bastante atenção na explicação dada por ele.

Existia uma ideologia do embranquecimento para melhorar a condição econômica-politico-social do Brasil  de que teríamos que embranquecer o Brasil. Então,  trazem pessoas europeias pra cá e aí você tem uma política da sociedade e isso é história mesmo. Aí tem uma campanha pra isso. Nasce também a nomenclatura pardo. Ao invés de sinalizar que as pessoas são negras, as pessoas são pardas. Tanto que na minha certidão de nascimento está escrito pardo“, conta Rodrigo. “Na minha também tá“, concorda Gabriela. Alguns brothers se espantam, então ele explica: “Hoje no Brasil isso é proibido“.

Para justificar uma melhoria, existia uma política de embranquecimento, onde codifica tudo que é bom, bonito, inteligente, você tem esse padrão branco eurocêntrico. E aí a gente passou décadas acreditando que as pessoas negras com pele clara são pardas ou brancas. A palavra moreno vem do brunette, pessoas brancas de cabelo preto. Uma pessoa negra com pele clara continua sendo negra. A grande questão é que até hoje como se coloca a cultura negra, as características negras como algo ruim, negativo, você encontra pessoas com a minha tonalidade dizendo que são morenos, chocolate, aquela palavra horrorosa mulato“, completa.

Em um outro momento da conversa sobre racismo,  Maycon perguntou: “E as cotas?“. Gabriela então não demorou a explicar para tirar qualquer dúvida que o rapaz tivesse. “Só vou te dizer uma coisa. Cota não é esmola!“, ela disse pausadamente. Cadê os aplausos pra essa fada empoderada?

*Leia também:
— BBB 19: Gabriela revela como preconceito com cabelo crespo já mexeu com ela
— BBB 19: Após declaração polêmica de Tereza, Gabriela explica para Isabella que racismo inverso não existe; Assista!

Ainda no bate-papo sobre preconceito, Hana fez uma imitação ironizando um áudio que viralizou nas redes sociais da figura  que ficou popularmente conhecida como Barbie Fascista. “Privilégios? Meu pai é sim empresário. Eu tenho privilégios por quê? Trabalhei, sim, com o meu pai. E se eu continuei trabalhando com ele foi porque eu mereci“, disse a sister. Cadê o Oscar pra essa atuação, gente? kkkkkk

View this post on Instagram

Ícone debochada

A post shared by Ai dalisensa (@dalisensaai) on

Nas redes, os internautas aplaudiram o debate realizado por Rodrigo e Gabriela. Veja algumas reações:

https://twitter.com/gotkzinha/status/1088755128662933505

O “BBB 19” não é feito só do jogou, viu?! O reality também dá a oportunidade da gente refletir vendo os debates levantados dentro da casa. É pra prestar atenção!