BBB20: Após comentário de Mari Gonzalez sobre zoofilia, Jonas Sulzbach chora, defende namorada e diz sofrer ameaças: “Não tenho mais vida”; assista!

Eita! Na tarde deste domingo (26), uma conversa entre Mari Gonzalez e Felipe Prior sobre zoofilia no “BBB 20” revoltou internautas e viralizou na web. Hoje (27), após a polêmica, o namorado da sister Jonas Sulzbach saiu em sua defesa, alegando que os julgamentos foram uma “injustiça”, e revelou que está sofrendo ameaças desde então.

Chorando copiosamente, Jonas alegou que tudo não passou de um “mal entendido”. “Quantas vezes eu tenho que falar, a Mari deixou muito claro que era anormal, pra gente é anormal, mas tem muita gente que acha isso normal. Pra essas pessoas, ‘tudo bem’, pra essas pessoas, ‘tá mara’. Assim como tem gente que faz coisa com defunto, gente que faz coisa com criança. Velho, isso não é normal, mas para as pessoas que fazem isso, é”, iniciou o modelo.

Jonas Sulzbach não conteve às lágrimas ao defender Mari Gonzalez dos ataques após declarações sobre zoofilia no “BBB 20”. (Fotos: Reprodução/Instagram)

“Tem doido, velho. Tem um monte de maluco aí. Entenderam? Ela quis dizer dessa forma”, completou. As falas feitas na casa acabaram causando ataques do lado de fora. “Agora eu tô recebendo ameaça todo dia, cara. Ameaça de todos os lados, ameaçando todo mundo por causa de um erro de interpretação. Depois que saiu essa p*rra desse vídeo, eu não tenho mais vida. E eu sei que a minha mulher não quis dizer isso que vocês entenderam”, pontuou, tomado pelas lágrimas.

View this post on Instagram

Eu acredito em Deus e sei que tudo sempre se esclarece!A Mari além de minha esposa é uma das melhores almas que ja conheci!Jamais, JAMAIS ela faria ou concordaria com algo que fere um animal. O Objeto desta postagem é esclarecer nossos seguidores e público em geral acerca das inverdades e injustiças noticiados por diversos veículos de mídia em desfavor de minha esposa, além de exercer seu direito de resposta. Em decorrência de uma conversa, ocorrida no último episódio de um reality show,diversos meios de comunicação e influenciadores midiáticos estão distorcendo a realidade dos fatos e a essência moral de uma pessoa que sequer consegue se defender nesse momento.Nesse ponto, importante esclarecer que somos contra qualquer prática de maus tratos aos animais, inclusive, zoofilia! Àqueles que tiveram acesso ao diálogo e às imagens é evidente que em momento algum a minha esposa (Mari) se posiciona a favor da zoofilia,pelo contrário,a filmagem é clara e reproduz a fala e expressão de seu repúdio a tal prática. Para aqueles que não tiveram a oportunidade de assistir peço que tirem suas próprias conclusões, mas não por influência da opinião de terceiros. Não somos a favor de disseminação de intolerância e ódio em redes sociais .Somos a favor do amor,da vida,da saúde,do bem estar tanto humano quanto dos animais .

A post shared by Jonas H Sulzbach (@jonas.mbt) on

Enquanto chorava, o ex-BBB também fez questão de dar seus argumentos: “A gente ama animal. Você acha que ela vai apoiar isso aí?”. Por fim, Sulzbach pediu que as pessoas “parem de incitar o ódio, é só isso o que eu peço. É o apelo de um namorado que ama a mulher e sabe que ela não quis dizer aquilo que vocês estão falando. Isso aí que tá acontecendo é um mal entendido e quem tá sofrendo com isso sou eu e as pessoas que amam ela”.

“Ela não tem nem o direito de se defender porque ela não sabe que essa p*rra tá acontecendo, ela foi tão pura e tão inocente do jeito dela. Mas eu confio, sempre vou confiar, independente do que vocês estão pensando, julgando”, continuou. O modelo também disse aguardar pela justiça divina: “O lá de cima [Deus], esse sim sabe julgar as pessoas. Ele pode e ele vai ver quem tá certo e quem tá errado. Quem tá incitando o ódio e o mal”.

Entenda o caso

Mari Gonzalez e Felipe Prior estavam ontem à beira da piscina falando sobre fetiches, quando o assunto se voltou para zoofilia — que consiste no envolvimento sexual de humanos com animais. Rapidamente, o vídeo viralizou nas redes sociais e a hashtag #ZoofiliaéCrime ficou entre os assuntos mais falados no Twitter.

Na gravação, podemos ouvir trechos do diálogo entre os participantes. “Tem gente que tem muito (fetiche), que fica excitado mesmo. Tem gente que transa com animal”, começou a influenciadora digital. “Os peões lá da obra falam que no Nordeste, na época, mandavam pau”, respondeu Felipe, falando sobre seus funcionários.

Mari Gonzalez e Felipe Prior geraram revolta ao falar que para alguns zoofilia é “tudo bem”. (Fotos: Reprodução/TV Globo)

Em seguida, a sister fez um comentário que gerou polêmicas. “É anormal para a gente. Mas é normal para a pessoa e tudo bem também, se a pessoa quer comer um animal. Tá mara”, afirmou Mari. O fisioterapeuta Lucas ainda repreendeu a colega, dizendo que não era normal e que existem leis contra isso.

Enquanto isso, Felipe continuou falando sobre casos envolvendo seus contratados.“O alemão, um funcionário meu lá, manda baixa em todas as cabras. O que tiver, ele tá traçando”, revelou, enquanto Hadson ria. Mari questionou se o rapaz usava camisinha e a resposta de Prior foi imediata: “Usa nada. O pessoal tudo fala [na obra]: ‘Quem aí nunca deu um talento em uma cabrinha?’ Os caras falam que as cabrinhas até gritam o nome”. Que horror, gente!

Após serem aconselhados por Lucas, os participantes encerraram o assunto e seguiram em direção à cozinha. Confira um trecho da conversa abaixo:

Nas redes, a repercussão foi tão negativa que chegou à Luísa Mell. Abismada, a ativista utilizou suas redes para repudiar a fala dos participantes. “Tive que assistir para acreditar que a participante do BBB 20, Mari Gonzalez, foi capaz de dizer: ‘comer (no sentido de ter relações sexuais) um animal. Pra mim tudo bem. Tá mara’. É inacreditável e inaceitável que tratem zoofilia dessa maneira em rede nacional. Vocês tem ideia das feridas, dos machucados que já tive o desprazer de ver nas vaginas de cadelas vítimas de estupro? Porque não existe sexo com animais, assim como não existe com crianças. É sempre abuso, violência, estupro! É vergonhoso, é criminoso”, escreveu, segundo a Folha, em uma publicação já deletada.

Segundo a Lei de Crimes Ambientais 9.605/98, indivíduos que abusarem, ferirem ou mutilarem animais silvestres, domésticos, ou domesticados (nativos ou exóticos) podem ser detidos por um período que varia de três meses a um ano, além de pagarem uma multa. Caso o animal morra em decorrência da violência sofrida, a legislação em vigor estabelece um aumento da penalidade.

Depois de muitas críticas, a equipe da influenciadora fez uma postagem nas redes sociais dela esclarecendo o fato: “Nós da equipe da Mari viemos esclarecer o comentário dela em uma conversa com outro participante. Ela disse que para muitas pessoas essa atitude é normal, e não que pra ela seja! Ela não é a favor! Zoofilia é crime!”.