BBB20: Após formação de paredão, Thelma afirma que atitude de Ivy com Babu Santana foi “conveniente”: “Quer pagar de boa samaritana” — assista!

Falta pouco para a final do “BBB 20”, mas o clima na casa continua pegando fogo! Além da grande discussão protagonizada por Mari e Flayslane, a festa de ontem (10) também ficou marcada por uma DR entre Ivy e Thelma. Inclusive, a líder e Gizelly estavam com a língua feroz e dispararam diversos comentários insatisfeitos sobre Babu Santana.

Pouco antes do agito começar na área externa, o apresentador do reality show apareceu ao vivo na casa e comandou a formação do primeiro paredão da semana. A líder da semana indicou Thelma para a berlinda. Já na festa, a médica questionou a mineira por que ela não indicou Babu, já que ele foi seu principal voto durante semanas. A modelo explicou que teve uma conversa com o ator sobre vários acontecimentos dentro da casa e revelou que estava “doendo em seu coração” vê-lo indicado toda semana.

Thelma questionou a mudança na decisão de Ivy, já que ela dissera ter medo do brother. “Depois que ele voltou de seis paredões, fica mais fácil [não votar nele]. É isso que parece, que todo mundo quer defender o Babu”, apontou. “Eu acho que o Babu não sai do programa! Isso eu falei na cara dele e várias pessoas. Ele teve atitudes que realmente não gostei”, argumentou a belo-horizontina.

A anestesiologista seguiu tentando mostrar para a líder que as pessoas demoraram demais para enxergar as qualidades do artista. “Quiseram enxergar quando foi conveniente”, alfinetou. “Direito seu de achar o que quiser, eu tenho minha consciência limpa. Tá tudo gravado, acho que votar no Babu agora é jogar voto fora”, se defendeu Ivy. “Você não quis colocar ele, mas ainda assim colocou”, pontuou Thelminha, relembrando o desempate da líder entre o ator, Manu, Rafa e Gizelly.

“Eu realmente não via esse valor do Babu. Inclusive, fiquei muito magoada. Quando eu precisei falar com ele pra não colocar muito sal na comida, eu não tive coragem de falar. Tinha medo de falar com ele”, relembrou a mineira sobre a relação com o brother. “A pior coisa quando esse cara sair e ver lá fora que as pessoas tinham medo dele. Lembra que te falei, é só chegar com ele e conversar”, contestou a médica.

Thelma não poupou palavras ao se posicionar e disse que as pessoas quiseram colocar o intérprete de Tim Maia nos cinemas como alguém violento. “Isso que eu não entendo. O cara voltou de 6 paredões e ele é bonzinho”, afirmou. “Ele parou de gritar. Você tá vendo ele gritar alguém? Eu não tô vendo”, insistiu Ivy. A médica também explicou que não gostou nadinha como Gizelly expôs o participante no “Jogo da Discórdia” como uma pessoa agressiva. “Vocês interpretaram de forma errada. Não foi o contexto que ele quis falar e você levaram para outro lado”, observou.

Quando a líder voltou a dizer que não votaria no ator porque sabe que ele não vai sair, a paulista falou que isso confirmava sua teoria. “Querer pagar de boa samaritana”, alfinetou a amiga de Babu. Ivy chegou a perguntar se o emparedado questionou algo e Thelma esclareceu: “Eu que tô dolorida por isso. Porque eu fui uma pessoa que ficou do lado dele o tempo inteiro”. “São escolhas que a gente tem que fazer”, falou a modelo.

Já no final da conversa, Ivy ainda falou que estava dando uma ‘segunda chance’ para o artista, mas que isso não desfaz o que aconteceu no passado que a fez votar nele. “Lógico, eu super acho isso, mas pra alguém que pichou ele como monstro, como violento e falou mal pelas costas…”, ironizou Thelma. “Quem falou isso?!”, perguntou a líder. “Você”, devolveu a emparedada.

A médica encerrou dando a entender que não achava coerente a postura da mineira. “Eu só quero que você entenda isso. Eu já sabia que você votaria em mim. De forma alguma eu queria que você votasse nele. Eu só não consigo fazer uma ligação com tudo que foi visto desde o início do programa. O que a gente fez aqui não é outro programa, outra edição. Tudo faz parte da mesma edição. E isso que não consigo entender”, finalizou.

A orelha de Babu Santana deve ter “fervido” durante a festa, já que seu nome seguiu na boca do povo. Ao procurar Gizelly pra contar sobre sua discussão com Thelma, Ivy ouviu um ‘sermão’ da advogada por não ter indicado o ator para o paredão. “Ele se faz de sonso! Fica aí se fazendo de coitado, então o Brasil gosta de quem se faz de coitado. Eu não, eu falo o que passei na minha vida e que sou uma vitoriosa, p*rra!”, disparou.

“Mas amiga, eu já tava sem motivos recentes pra votar no Babu”, argumentou a líder. “Eu votaria nele até o fim porque eu vejo que ele é um ator. Eu vou votar nele até o fim do programa! Ai, coitado, coitado, ‘o mundo é muito difícil comigo’. Minha filha, o mundo é difícil comigo desde que eu nasci. Antes de eu nascer ele não queria que eu nascesse”, discursou a capixaba.

Gizelly ainda lembrou de um momento controverso em relação ao brother. “Agora que tô me lembrando que ele me chamou de ‘rapariga’ ao vivo”, exclamou. “Não, ele não te chamou de rapariga”, corrigiu a modelo. “Ele queria me chamar de ‘rapariga’ ao vivo. Eu não esqueço das coisas. Ele se faz de coitadinho. Sabe quanto eu tinha na conta quando entrei aqui? Mil reais!”, revelou, antes de pontuar outras dificuldades financeiras que tem na vida.

A advogada ainda se mostrou arrependida de não ter votado em Babu no primeiro paredão do jogo; segundo ela, o brother teria sido eliminado nessa época. Gizelly também voltou a dizer que o emparedado queria agredir Daniel. “Ele se cagou falando m*rda pela boca. Ele falou pro Prior, ‘Cê sabe lá fora a gente dá duas pancadas, duas porradas na cabeça dele, né, Prior?’ A gente só exala o que a gente está cheio. Lá fora ele teria dado duas pancadas na cabeça do Daniel, sim”, acusou a advogada.

“Ele é tão ator, tão manipulador, que entrou na sua mente pra você não votar nele. O filme que ele é o ator principal chama ‘O Coitado’. Não aguento mais, ele foi pra seis paredões? Pois acho pouco, que vá para dez”, desejou Gizelly.

Mais tarde na festa, Manu Gavassi reparou que Gizelly estava triste e foi conversar com a sister. De acordo com o UOL, a advogada desabafou que ficou magoada ao saber que Thelma reclamou dela por rotular Babu como um homem violento, e ainda acreditou que acontecia um tratamento diferente com a situação por conta do gênero do ator.

“Eu não entendo passar a mão na cabeça. O contexto dele foi o mesmo que o meu, de violência. Ele tinha que reconhecer que falou m*rda, em vez de inventar que é algo que ele faria se tivesse vinte anos. Se ele fosse mulher, duvido que iam achar que está tudo bem, pra homem sempre as pessoas entendem”, alegou.