BBB20: Babu dá AULA de ‘pró-feminismo’ para Felipe e Lucas, e vídeo bomba nas redes: ‘Chegou a hora das mulheres terem voz!’; Assista

Todo dia uma aula nova de Babu no “BBB 20”! Na madrugada desta sexta-feira (07), enquanto a maioria dos participantes disputava a prova do líder, o ator se sentou com Felipe Prior e Lucas Gallina para explicar o motivo deles estarem errados na briga com as mulheres da casa.

Após falar sobre a importância de cultivar o respeito, Babu explicou sobre a necessidade das mulheres de terem seu lugar de fala. “O homem sempre esteve em posição de privilégio, sempre teve voz, sempre. E, hoje, é hora das mulheres falarem. Elas podem até estarem erradas, mas vocês têm que ouvir”, pontuou o artista.

“Só que assim, Babu, eu posso até estar dando um tiro no pé, só que o homem sempre foi pra guerra, na história”, discordou Lucas. Babu, então, explicou que, na verdade, as mulheres também estavam na guerra em funções táticas e de cuidados médicos. Ele ainda relembrou a importância delas ao assumir todas as áreas profissionais nas cidades quando os homens, de fato, saíram para a guerra.

Continua depois da Publicidade

“Nós sempre estivemos na posição de privilégio. A maioria dos líderes políticos são homens, a maioria dos líderes do exército são homens. O poder sempre esteve na mão de homens, brancos, ricos. Esta classe está dominando há muito tempo”, afirmou. “Chegou a hora das mulheres terem voz”.

“Chegou a hora das mulheres terem voz”, afirmou Babu. (Foto: Reprodução/Globo)

O brother explicou aos dois como eles devem agir nessa situação com as sisters. “Quando a gente não entende um questionamento delas, uma coisa que uma amiga minha me ensinou, cala a boca e escuta. Mesmo que você esteja contrariado, peça desculpa e vá refletir, porque é muito difícil sair da posição de privilégio”, reconheceu.

Continua depois da Publicidade

Em resposta a Felipe, sobre a postura certa a tomar após um erro, Babu ainda disse: “Se eu errei com você tem que pedir desculpa, né, cara? E não repetir. O feminismo nunca buscou a supremacia das mulheres, é igualdade. Feminismo não é o contrário de machismo. Machismo tá galgado no privilégio, enquanto feminismo é na igualdade”.

Apesar de ter trazido o assunto “feminismo” à tona, Babu reforçou a importância de não se chamar de “homem feminista”. [Minha amiga me disse] ‘Não existe homem feminista, você não tem útero’. Ela me corrigiu: ‘Existe homem pró-feminismo’. E eu estou em processo de educação, ainda mais que sou dos anos 80″, declarou o ator. “Mas você errou muito, não errou? No começo”, questiona o arquiteto.

Continua depois da Publicidade

“Só que eu não tinha 200 câmeras em cima de mim. As meninas que estão aqui podem te perdoar, mas as que estão lá fora não”, respondeu Babu. “Este é o meu problema”, admitiu Felipe.

“Paciência, é assim que aprende. Tomei muito na cabeça até entender tudo e ainda vou tomar…. Mas estou aberto. Primeira coisa que a gente tem que fazer, que é difícil, é ficar quieto e escutar. Pode até discordar, mas num lugar de escuta, não de fala”, pontuou Babu.

“Num mundo cheio de razões, bandeiras e rótulos, a paz é sempre a resposta para tudo”, finalizou o ator, enfático. Que discurso, hein?

Continua depois da Publicidade

Nas redes sociais, a importância da fala de Santana foi reconhecida e exaltada, ao mesmo tempo em que internautas questionaram o fato de Lucas e Felipe terem dado atenção ao assunto apenas quando um homem falou sobre ele. Confira:

Continua depois da Publicidade