BBB20: Eita! Gizelly e Prior discutem em festa, Marcela chora, e Flay irrita arquiteto com atitude e punição; Assista a tudo

Além de proporcionarem muita diversão, as festas do “BBB 20” são sempre regadas de confusões e chororô! Essa madrugada (26) não foi diferente. Gizelly e Prior, que vivem uma relação de “amor e ódio” desde o começo do jogo, acabaram discutindo e o negócio não acabou muito bem, não…

Tudo começou quando Prior avisou a colega que votaria nela no próximo paredão. O brother se revoltou com um comentário feito por Gizelly, semanas atrás, após a eliminação de Pyong. Segundo o rapaz, a advogada disse que o hipnólogo era rico e não precisava do prêmio do reality.

“Você disse que a Rafa era rica, que o Pyong não precisava ganhar porque ele é rico, ganha tantos milhões aí. Só te dou uma dica: ganhe esse prêmio por mérito seu, não por demérito das pessoas. Todo mundo está aqui porque precisa, não porque quer”, disparou o paulista.

Revoltada com Prior por ter trazido o assunto à tona e fora de contexto, Gizelly procurou as amigas para desabafar. Depois de ouvir a história, Thelma assegurou que ninguém pensou mal da colega, mas aconselhou que a capixaba analisasse o jogo de maneira mais imparcial.

“Você não pode ficar pensando nisso aqui como se fosse uma instituição de caridade. Eu te disse, todo mundo entra aqui zerado, e o que conta pra vencer ou não são as atitudes do jogo. Não tem nada a ver a gente concordar ou não com o Prior, isso não é sobre ele”, avisou a médica.

Gizelly se revoltou, e criticou a passista por ter dado “moral” para Prior. “Você está acreditando nele. Você o tempo todo puxa o saco dele, Thelma. Ele não vale nada! É um vagabundo, vontade de ir socar a cara dele!”, gritou a confinada, dando soquinhos na própria mão.

Em seguida, a advogada justificou sua fala sobre Pyong, e explicou que tentou olhar usar a situação financeira do colega como forma de consolo. “Quando ele saiu, eu quis consolar as pessoas, dizendo: ‘Gente, o Pyong não precisava do dinheiro. Ele ganha mais que isso por mês! Fiquem tranquilos! Tá tudo bem!’. O meu discurso foi esse, de que o dinheiro não ia fazer falta!”, exclamou.

O assunto acabou abalando o emocional de Gizelly. A participante caiu no choro na sala e foi consolada por Ivy. “O que importa pra você? As pessoas que gostam de você ou ele?”, questionou a modelo. Em prantos, a advogada insistiu em se explicar mais uma vez. Muito nervosa, ela começou a morder os próprios braços e foi rapidamente impedida pela amiga.

“Para com isso! Olha o que você está fazendo por causa de opinião de Prior! F*da-se o que ele acha! O problema é dele”, declarou a mineira, puxando os braços da amiga. “Eu queria me arranhar todinha”, comentou Gizelly, devastada. “Você não vai fazer isso! Amiga, se controla, pelo amor de Deus! Para de falar essas coisas”, pediu Ivy, segurando a advogada no colo. Que tenso, gente!

Enquanto isso, Prior se distraía com outros lances da festa. O arquiteto ficou incomodado ao ver Flayslane jogada debaixo de uma mesa, desobedecendo uma advertência que levou da produção. Ele até tentou ajudar a cantora a sair do local, mas rapidamente desistiu.

O rapaz retomou seu assento ao lado de Babu e esbravejou: “Ela quer aparecer. Ela não tá bêbada o suficiente para não se levantar do chão, ela só está querendo chamar atenção. Isso pra mim é bizarro! Eu fico p*to de ver uma menina que tem mó qualidade pra estar na final, jogando o bagulho na lata de lixo”, repreendeu Felipe.

As emoções também estavam à flor da pele de Marcela. Enquanto todo esse bafafá acontecia, a sister só conseguia sentir saudades de seu amado, Daniel, último eliminado do programa. Com menos de 20 minutos de festa, a médica caiu no choro ao se lembrar do ficante, mas se recompôs para “não estragar a festa de Thelma”.

Depois de algumas horinhas, a saudade bateu mais uma vez, e a loira desabafou com Mari. “Eu não estou a fim de ficar aqui na festa. Eu não queria fazer isso com a Thelminha, sabe”, explicou a obstetra. “Eu sei que é difícil, mas precisa respeitar seus sentimentos. Se você não quer estar aqui, não precisa. Se isso está te ferindo, entra, vai descansar. Mas dar uma bebidinha também é bom, né?!”, disse a baiana, arrancando um sorriso de Marcela.

A médica resistiu mais algum tempo e, decidida, foi informar a dona da festa que iria se recolher. “Eu não consigo mesmo agora, me perdoa. Eu não tenho energia. Desculpa, mas curte muito. Você merece demais, é a pessoa que mais merece essa festa”, lamentou Marcela, chorando. “Eu só fico chateada por você. Mas respeita seu tempo”, respondeu Thelma compreensiva, abraçando a sister.