BBB20: No ‘Encontro’, Babu reage a vídeo em que Gizelly o acusava de vitimismo e revela o que viveu antes de entrar no reality: ‘Pensei em desistir da carreira’

Último eliminado do “BBB 20”, Babu Santana participou do programa “Encontro com Fátima Bernardes” dessa manhã (27). Durante a passagem, o ator analisou momentos de sua trajetória no reality e também respondeu às acusações de “vitimismo” que recebeu dentro e fora do confinamento.

Por vezes, alguns brothers e sisters, como Gizelly e até mesmo Felipe Prior, criticaram o carioca por mencionar sua situação financeira em momentos do jogo. O matinal então exibiu para Babu um desses episódios, em que a advogada capixaba reclamava dessa questão, e ele reagiu de forma serena. “As críticas que não têm fundamento, não dou nem importância”, afirmou.

Babu também comentou que, no último ano, passou por uma escassez de trabalhos e quase desistiu da profissão. “O nosso meio [artístico] passou por um massacre. Para um país que já não investe em cultura, o ano passado foi terrível. E eu sou um cara que tem três filhos. Eu peguei um buraco, um abismo, no cinema nacional. Teatro estava muito difícil. Foi muito brabo. O final do meu ano foi uma coisa que pensei em desistir da carreira”, lembrou.

Lutando contra uma depressão ao entrar no programa, Santana deixou claro que não estava se vitimizando, mas sim, relatando os últimos acontecimentos de sua vida. “Quando entrei no ‘Big Brother’, estava muito depressivo. A crise me pegou de um jeito… há muito tempo eu não via tamanho perrengue. Entrei com isso muito forte na minha cabeça, então, não estou nem aí se querem dizer que era vitimismo. Era um fato que estava acontecendo em minha vida”, reforçou.

Por outro lado, Babu foi um participante extremamente representativo para muita gente. Em suas conversas, o artista abordava bastante o racismo. “Eu vi pessoas que não eram maldosas, mas reproduziam maldade. São pequenos termos, pequenas coisas, que a gente tem que começar a rever. Não é ser chato, não é bater em quem faz, é uma informação”, analisou, sobre as aulas e dicas que deu sobre o assunto, aos demais participantes.

“A cor da minha pele é preta, o meu cabelo é crespo. Eu vi gente que reclamou porque eu reproduzi esse ou aquele discurso. Tudo bem, isso faz parte de um crescimento. Naqueles momentos ali eu não queria fazer uma campanha, eu queria plantar uma sementinha naquelas 18 pessoas”, completou.

O ex-participante ainda elogiou Thelma por conquistar um lugar na final, e declarou torcida à médica. “A humanidade caminha a passos lentos, mas caminha para frente. Sobre ter uma mulher preta na final, sempre foi um dos meus planos. Se teve uma coisa que defendi, foi eu ou Thelma chegarmos na final, por uma questão de representatividade”, enfatizou.

Babu mencionou que o uso do pente garfo no cabelo simbolizava a “libertação do black”. (Foto: Reprodução/Globoplay)

Ah, e de agora em diante, Santana pretende implementar algumas mudanças de hábitos em seu dia a dia. Fumante, o ator disse que vai buscar tratamento para acabar com o vício em tabaco. “Eu fumava um maço de cigarro por dia. No Big Brother, tive uma redução para a metade. Hoje só fumei uns 4 ou 5 cigarros. A ideia é reduzir e quando acabar essa euforia, vou partir para um tratamento antitabagismo”, avisou.

Para encerrar com chave de ouro sua participação no “Encontro”, Babu ensinou Fátima a fazer seu famoso passinho de dança, que foi reproduzido por muita gente aqui fora, incluindo o jogador de futebol Gabigol. “Eu dançava sempre que tocava um James Brown. Estava me divertindo. Falei: ‘já que estou sob essa pressão e está rolando essa musiquinha, vou embarcar’. Eu adoro dançar. Eu tinha reprimido isso porque me sentia gordo”, desabafou.

Que bom que ele deixou esses pensamentos de lado, né?! A gente amava te ver dançar, Babu! Confira a dancinha maravilhosa dos dois, abaixo: