BBB21: Após debandada de seguidores, Karol Conká é acusada de truque no Instagram para estancar crise; Equipe nega — entenda

Desde o início do “BBB21”, Karol Conká tem perdido muitos seguidores em suas redes sociais. No entanto, nesta terça-feira (9), internautas apontaram que sua equipe supostamente teria comprado seguidores no Instagram – para impedir que os números diminuíssem ainda mais. Mas parece que não foi bem isso…

Quando entrou para a “casa mais vigiada do Brasil”, Conká contava com 1,7 milhão de seguidores no Instagram. O número teria chegado a quase 1,9 milhão com o início do programa. Contudo, não demorou até que a rapper protagonizasse a treta com Lucas Penteado e a série de humilhações para com o ator – sem falar das acusações de xenofobia e das mentiras criadas sobre Carla Diaz e Arcrebiano. Saldo final: uma queda de cerca de 500 mil seguidores, com 1,3 milhão até a tarde de hoje (10).

Falas ácidas de Karol Conká para Lucas Penteado foram alguns dos fatores que derrubaram sua popularidade. (Fotos: Reprodução/TV Globo)

Mas internautas atentos afirmaram que a conta teria voltado a ganhar seguidores. Numa análise de quem estava seguindo a artista, muitos encontraram perfis falsos e contas estrangeiras, de países como a Rússia e a Ucrânia. Isso fez com que a equipe da artista fosse acusada de ter comprado fãs para a rede social – prática proibida pelo Instagram. “O sucesso de Karol Conká na Rússia é realmente incrível. Mais uma brasileira de sucesso no exterior. A lista de seguidores e perfil de alguns não deixa mentir”, ironizou Felippe Hermes.

Continua depois da Publicidade

“A equipe da Karol Conká comprando seguidores pra não cair pra 1.2M no Instagram é a segunda coisa mais patética que você vai ver hoje. A primeira sou eu com isso aberto 1h da manhã”, sugeriu Luiz Lima. “Será que ‘Tombei’ foi hit na Rússia?”, refletiu um membro de um grupo do Telegram. Outro perfil do Twitter ainda disparou: “Os seguidores ucranianos são os vizinhos da Karol, da época que ela morou em Chernobyl”.

Continua depois da Publicidade

O hugogloss.com também averiguou alguns dos perfis que seguem Karol Conká no Instagram. Muitas das contas são falsas, com perfis de outros países, além de fotos aleatórias publicadas em tais usuários. Nesses casos, as publicações são sempre recentes, datadas dos últimos dias, além do baixíssimo número de seguidores – como é caso da conta MelanieChang573. Confira:

Os perfis fantasmas que seguem Karol Conká não passaram despercebidos. (Fotos: Reprodução/Instagram)

Entretanto, apesar das acusações e monitoramento de vários internautas, a equipe de Karol negou que tenha se submetido ao truque. “Tem até live do perfil da Karol perdendo seguidores e vocês estão caindo em fake news de seguidores russos? Fic 3/10”, escreveu a conta da artista no Twitter, fazendo graça com a própria crise.

Continua depois da Publicidade

Em tempo, nesta quarta-feira (10), Conká contou para Nego Di que lançaria uma música inédita ainda nesta semana, na próxima sexta (12). Contudo, é provável que os planos mudaram… A assessoria da cantora desmentiu a informação. “Não temos lançamento previsto por hora ainda. Não tinha nada para essa sexta”, declarou a equipe da artista para a revista Quem.

Lumena também é acusada de comprar seguidores

Assim como Karol Conká, Lumena Aleluia teve uma trajetória de ascensão e queda na sua popularidade. Com seus dias de favoritismo, ela chegou a ultrapassar 250 mil seguidores no Instagram. Mas seus fãs foram diminuindo após uma série de atritos, chegando a 146 mil. Porém, os internautas notaram que os números de sua rede voltaram a subir nos últimos dias – atualmente, já são 158 mil.

As atitudes de Lumena também tem provocado uma rejeição através das redes sociais. (Foto: Reprodução/TV Globo)

É possível que o aumento se deva às iniciativas da sister na casa. Entretanto, várias contas fantasmas também foram identificadas entre os seguidores, tal qual aconteceu com Karol. A baixa interação com o perfil foi outro indicativo de uma possível compra, o que não passou despercebido pelo público do reality. “O ADM DA LUMENA COMPRANDO SEGUIDORES”, apontou Jenny Prioli. “Ontem a Lumena tinha 146 mil seguidores, hoje 152 mil… Fui abrir os seguidores”, publicou o perfil Garoto do Blog, mostrando as contas “duvidosas” seguindo a psicóloga.

Continua depois da Publicidade

Outro usuário do Twitter ainda debochou: “Seguidores da Lumena tão igual o Fiuk (sem humanidade)”.

Contudo, a equipe de Lumena também negou ter recorrido ao truque. “Galera, comprar não compramos e pela primeira vez o aumento da quantidade de seguidores nos preocupa mais do que nos anima. A proteção que Lumena vai precisar quando sair é inversamente proporcional à quantidade de hate que estamos recebendo dos perfis fakes”, disse a conta em um comunicado.

Continua depois da Publicidade

“Estamos muito mais focadas no acolhimento do que no ódio e as fake news não vão nos tirar do foco, mas pra geral saber: a equipe de Lumena nunca comprou seguidores”, encerrou o texto, divulgado na manhã de hoje. Veja a íntegra do posicionamento:

Procurado pelo jornal Extra, quanto ao caso de Lumena em específico, o Instagram reforçou a proibição da compra de seguidores e disse estar investigando a situação. “É muito importante para nós que as interações no Instagram sejam genuínas, e trabalhamos arduamente para manter a comunidade livre de comportamentos inautênticos. Serviços que oferecem formas de aumentar a popularidade de uma conta por meio de curtidas, comentários e seguidores ilegítimos não são permitidos e todos os dias milhares de contas falsas, inautênticas ou automatizadas são detectadas e bloqueadas automaticamente”, declarou a rede social.

Assim como Lumena, o Instagram não autorizou!