BBB21: Arthur tem crise de ciúme e anuncia sobre Carla: ‘A gente é inimigo agora’; atriz chora e rapaz fala em desistência – Assista

A relação entre Carla Diaz e Arthur Picoli vai de mal a pior. A sister do “BBB 21” se mostrou bastante chateada com uma atitude do ficante, após o término do programa ao vivo dessa sexta-feira (19). Por ter sido a primeira dupla a desistir da prova do líder, a loira e Fiuk foram automaticamente emparedados.

Assim que ela e o cantor retornaram da disputa, Arthur – que foi vetado de participar da dinâmica – nem ao menos perguntou para os colegas o que havia acontecido, e só descobriu que Carla estava na berlinda com o anúncio do apresentador. Após ser questionada pelo rapaz, a carioca caiu no choro no quarto colorido e foi consolada pelo filho de Fábio Jr. “Fico me perguntando se eu errei muito, sabe?”, desabafou a ex-Chiquitita.

Continua depois da Publicidade

O cantor tentou acalmar a amiga. “Quando a ideia é melhorar, evoluir, a gente erra, erra, até acertar… A não ser quem não quer aprender. Aqui é uma coisa nova também, não tem manual, a gente não sabe o que fazer, às vezes”, comentou. “É muito doido”, choramingou Carla, reclamando de algumas mudanças repentinas no comportamento de outros confinados. Fiuk então deu um conselho para a artista: “Volta para você”.

Ele seguiu, citando a famosa história do avião, em que o passageiro, durante uma emergência, precisa primeiro colocar a máscara de oxigênio nele mesmo para ajudar o outro. “Coloca a máscara em você primeiro”, sugeriu. “Até pelo Arthur. Agora eu estou entendendo o quanto você estava lutando por uma coisa que… é muito estranha. Sei lá, você tá sustentando uma coisa sozinha”, opinou, sobre a relação dos colegas.

Carla desabafa com João

Ainda chateada, Carla abriu o coração para João Luiz e Juliette, sobre o que está sentindo em relação ao instrutor de crossfit. “É a pior sensação da vida. Nunca tinha sentido isso. Eu não vim aqui pra isso. Eu não vou aturar isso”, definiu. “Isso não está te fazendo bem”, afirmou o professor de geografia. “Você tinha tudo pra estar bem e está sofrendo esse tipo de conflito. Isso é um saco”, concordou a advogada.

“Minha vontade é de me enfiar em um buraco”, afirmou a atriz, enquanto secava as lágrimas. “O bicho se perdeu no jogo”, avaliou a paraibana, sobre Arthur. João, então, fez um adendo sobre suas percepções em relação ao capixaba: “É falta de carinho, falta de afeto, falta de compreensão”. O papo continuou com Juliette dizendo que a amiga já fez mais que sua “obrigação”, e que o brother está se vitimizando.

Arthur reclama de atitudes de Carla 

Ao longo da madrugada, Arthur também desabafou com algumas pessoas na casa. Em conversa com Rodolffo, o instrutor de crossfit disse que não irá baixar a cabeça para a ficante. “Sou obrigado a aturar tudo aqui dentro. Já percebi isso. Tenho que engolir sapo de tudo, em relação a eu e ela. Aí ela fala pra galera o que aconteceu e vem todo mundo pra cima de mim, as amigas dela chorando. E aí acham ruim quando eu falo que terça-feira (dia de eliminação) resolve. Fico p*to”, disparou.

“Mas falar que eu vim aqui tentar trocar uma ideia ninguém fala. E aí quem me tratou mal? Eu não vou ficar. Nem lá fora eu faço isso, vou ficar aqui porque tem câmera? Não. Me tratou mal, eu saio de perto mesmo. Vai ser assim. Se eu me sinto mal com uma situação, me dou o direito de não gostar”, esbravejou ainda.

Mais tarde, o capixaba chamou Sarah de canto e se mostrou incomodado com a amizade entre Carla e Fiuk – seu maior adversário no jogo. Segundo o rapaz, ambos estariam falando mal dele pelas costas. “Cheguei no quarto, estava os dois apenas, e ficou um silêncio…”, relatou, sendo interrompido pela loira.

“Calma, vou defender a Carla. Vou te falar o que eu acho que eles estavam falando. Ela me chamou pra conversar e perguntou: ‘Sarah, você vai votar em mim se ganhar o líder?’ Aí eu falei: ‘Não, agora não. Eu vou analisar, se eu for uma opção sua de voto, aí eu vou’. Aí ela perguntou do Gil: ‘Vota em mim?’. Eu disse que achava que essa semana não”, comentou a brasiliense.

E continuou: “Ela estava querendo conversar com o Fiuk pro Fiuk vetar ela da prova (do líder) e não você. Ela me contou isso. Ela ainda falou: ‘Prefiro que eu seja vetada porque não estou perigando de ir ao paredão e ele tem a oportunidade de fazer a prova do líder’. Só que ela me disse que não queria que você soubesse. Estou te contando porque acho que vocês podem estar brigando por uma coisa que nem existe”.

Não convencido, Arthur afirmou que a situação envolvendo Fiuk e Carla é recorrente. “Não foi uma vez só. E foi o cara que indicou o Projota, e o Projota saiu. Não sou obrigado a perdoar. E terceiro: ela foi dupla do cara (na prova do líder). Virou parceirinha de jogo do cara que quer me tirar daqui? Então beleza, a gente é inimigo agora”, esbravejou o rapaz.

Quando soube do incômodo de Arthur, Fiuk ficou indignado. “Pelo amor de Deus. Ele está querendo inventar motivo, ele já não olhava na minha cara por motivo nenhum. Da mesma forma que ele diz que não quer mais ficar com a Carla, agora ele fica caçando motivo [pra isso]“, revoltou-se o cantor, relembrando da situação chata entre os três, logo após a prova do líder.

Crise de ciúme?

Em conversa com Pocah, Arthur também teceu comentários sobre a relação dele e Carla. “Será que ainda compensa eu conversar com a Carla?”, questionou, ouvindo da funkeira que nunca é tarde para uma conversa. “Mas tem que ir de coração aberto. Teve muita coisa pior aqui e você viu que ela ouviu. Eu não teria tanta paciência, mas ela ouviu, ela tem o coração muito bom”, apontou a cantora.

“Eu já sei o porquê de tudo que aconteceu, o porquê de eu estar assim, mas não tem jeito, eu sou assim. Não sei lidar muito bem com ciúme, tipo de pensar que ela está do lado do cara que quer me tirar daqui”, explicou o crossfiteiro. Pocah, entretanto, não concordou com o brother. “Tem coisas que ela tem que me falar, coisas que me desrespeitam”, encerrou ele.

Arthur insinua que pensa em desistir do jogo

Na manhã desse sábado (20), o capixaba revelou a Caio estar irritado com um comentário de Diaz, e até ameaçou desistir do reality. “Minha mão tá coçando pra apertar aquele trem”, disse, insinuando que queria acionar o botão do confessionário para abandonar o programa. Confuso, o fazendeiro pediu que o amigo explicasse o motivo.

[A gente] tava conversando sobre a divisão do miojo, porque alguns iam ficar com três, e uns, com dois. Aí ela: ‘então não come'”, esclareceu. “Ela tá trocando ideia com todo mundo que quer me tirar daqui. Cê me segura que hoje eu aperto esse botão”, repetiu. Caio então desincentivou que o amigo fizesse isso, lembrando dos dias em que ele próprio pensou em desistir, mas não o fez. Foi aí que o goiano levou uma invertida: “Pelo menos ninguém te trata mal aqui dentro, nem faz de conta que você não existe”.

Equipe de Carla se manifesta

Nas redes sociais, a equipe de Carla Diaz se manifestou sobre a relação conturbada da sister e Arthur no jogo. “Ver o comportamento da Carla está gerando um incômodo no público, em especial, no feminino. Colocar em discussão esse tema é um avanço para nós enquanto sociedade. E o BBB é um convite para discutirmos comportamentos sociais.” “Mas nos pegamos analisando o julgamento e a desvalorização da Carla por ter se permitido viver um relacionamento no BBB. Foi uma decisão dela e, dentro de todas as dificuldades de dentro e pessoais, apenas a Carla pode falar mais“, pontuou o texto.

A pergunta aqui é: por que esse comportamento da Carla incomoda tanto? Acho que muita gente já passou ou passa por uma situação semelhante. E dói, machuca. Em rede nacional, mais ainda. Estamos falando de sentimento, de emoção… E, muitas vezes, deixamos a razão de lado“, questionou o perfil da atriz, abordando em seguida os xingamentos que ela tem recebido do público, como “trouxa” e “burra“.

Continua depois da Publicidade

Por que é a mulher que vira sempre o alvo? Por que a culpa é sempre dela? Falamos sobre sororidade, empatia… E tantas coisas lindas, mas é difícil vê-las na prática, nas redes sociais. Acolher, abraçar, unir… São pilares da luta feminista. É preciso que todos reflitam sobre o que falam e escrevem. Gritar, xingar, humilhar, desmoralizar? Esse é o caminho mais fácil, afinal são séculos reproduzindo esse tipo de comportamento, aos quais as mulheres já enfrentaram caladas por muito tempo. Acabou! Não é certo esse tiro ao alvo. Nem de dentro, nem de fora“, apontou a conta.

Por fim, a equipe de Carla propôs uma reflexão. “Quando uma mulher está fragilizada, em sua cegueira ou não, o caminho mais fácil é o caminho justo de ser feito?“, encerrou. Confira a íntegra: