BBB21: Arthur troca farpas com Gil e Fiuk após formação de paredão; Ator se reconcilia com o capixaba e Juliette

A formação da berlinda desse domingo (14), no “BBB 21”, foi intensa! Após Sarah, Nego Di e Fiuk serem declarados os três emparedados da vez, os brothers e sisters participaram da dinâmica ‘dedo-duro’ e alguns deles tiveram de revelar seus votos aos demais competidores. Em instantes, o clima de tensão se instalou na casa.

O filho de Fábio Jr. e Arthur, por exemplo, trocaram farpas durante o programa ao vivo, após descobrirem que indicaram um ao outro para o paredão. “Recíproco”, disse o crossfiteiro, em tom de deboche, ao tomar conhecimento da escolha do cantor. “Fato, né?”, rebateu o ator.

Continua depois da Publicidade

Momentos depois, durante o intervalo comercial, Fiuk foi para o quarto colorido trocar de roupa. Enquanto o brother se vestia, Karol Conká saiu do banheiro e perguntou se estava tudo bem. “Tudo bem. Já estava esperando o joguinho sujeira do nosso querido Arthur”, respondeu o músico. Em seguida, a rapper comentou que o resultado bateu com as projeções de paredão que ela fez durante o dia. “Tudo bem. O que eu podia esperar dele?”, argumentou o artista.

Ainda durante a dinâmica, Gilberto também precisou revelar seu voto, que foi em Arthur. Mais tarde, o instrutor físico declarou que a escolha do pernambucano ao indicá-lo só fortaleceu a ideia de que ele não errou ao vetar Gil da participar da última prova do líder. “Fortaleceu a minha ideia, vi que não errei tanto. Eu te vetei da prova e aí você votou em mim“, argumentou. Uma furada, né?!

“Você está querendo justificar que o seu veto não estava errado, mas estava”, rebateu o economista, que foi logo interrompido. “Deixa eu falar, eu estava falando Gil. Eu não estou justificando se meu veto está certo ou errado, só falei que no subconsciente, fica assim: ‘Caraca, você fez a coisa certa’. Agora, se está certo ou errado, não dá pra saber nunca, é lá fora que eles sabem. Eu tô de boa. Cada semana isso aqui muda, então estou de boa. Fica de boa”, finalizou o capixaba.

Fiuk e Arthur se resolvem

Incomodado com o clima tenso e hostil entre ele e Arthur, Fiuk chamou o colega de confinamento para conversar e resolver todo o mal-entendido. Acontece que ainda na festa “Amsterdam”, chegou aos ouvidos do músico que o instrutor físico seria o responsável por organizar e levantar votos contra ele.

Arthur, de fato, teve uma conversa com Projota e Nego Di durante a semana, na qual apontou Fiuk como opção de indicação, visto que o rapaz também já era alvo de Caio e Rodolffo. “Pelo que estou sabendo, estou organizando voto”, ironizou o ficante de Carla Diaz. “Foi o que chegou em mim”, avisou o filho de Fábio Jr.

Na sequência, o crossfiteiro se lembrou de um diálogo com Gil na piscina, alegando que, na ocasião, o economista teria dito que votaria em Fiuk. “Tem que ficar ligado porque justamente quem está falando dessa parada de manipulação, foi a pessoa que veio me falar que votaria em você, e no final das contas votou em mim”, comentou, sem citar nomes. “Quero trocar essa ideia porque quero saber onde estou pisando. É muito estranho isso aí”, avaliou o músico.

Arthur seguiu justificando que não combinou nada com ninguém e explicou seu ponto de vista. “Falei com o Projota: ‘[Fiuk] Não é minha opção. Mas se for pra sair do Paredão, eu não tenho o que fazer’. A conversa foi isso. E estou bolado porque quem eu acho que começou esse leva e traz foi o Nego Di. Ele foi a pessoa que mais conversou com todo mundo. Ele estava na conversa e o que eu levei foi justamente isso. Falei: ‘A gente está na reta’. E eu sabia que eles não iam em você, tanto que não foram. E o Projota falou: ‘Entre o meu e o seu, eu prefiro o meu’. E foi o que eu fiz”, explicou.

“Pegaram uma história que eu perguntei a opinião e transformaram numa manipulação de voto”, completou. “Aqui a gente tem que ir direto na pessoa quando rolar a dúvida. Eu confio mais na sua palavra falando sobre você do que alguém”, ressaltou Fiuk. Confira trechos:

Tranquilo, o ficante de Carla Diaz se mostrou contente com a conversa. “Uma das coisas que estou tendo que aprender aqui é dialogar. Às vezes, estou com uma situação mal resolvida e isso é uma parada que tenho bloqueio, tenho dificuldades, até com minha família, sobre problemas e como resolver. Aqui tá sendo um aprendizado pra mim também. Fico feliz que você chamou pra gente trocar uma ideia. Confesso que se dependesse de mim, não falaria agora pra gente dialogar, até por conta desse problema”, admitiu.

“A galera fala, brinca do seu jeito tranquilão, mas é uma parada que eu queria ter 50%, do seu otimismo e da sua paz. Às vezes a gente se pega muito nos detalhes, por exemplo, ‘ah, minha ansiedade’, mas no final das contas, você ensina coisa pra caramba todo dia pra alguém, assim como, de repente, alguém aprende comigo também”, avaliou Arthur, na sequência.

O papo se estendeu por mais alguns minutos e ambos encerraram tudo com um abraço. “Peço desculpas aí se ficou algum mal-entendido…”, avisou o capixaba. “Sou sensivelzão, eu fico na bad. (risos) Vamos fazer de tudo pra conviver numa boa”, pediu Fiuk. “100%. No que depender de mim, a gente vai ficar tranquilão”, encerrou o instrutor físico. Veja:

Juliette fala com Fiuk

A madrugada foi ótima para Fiuk colocar os pingos nos i’s em diversas situações. Após a definição do resultado do paredão, Juliette foi abraçar o músico e, enquanto fazia isso, o brother comentou: “Ninguém que votou em mim está vindo me abraçar, não, né? Se não vou ficar chateado”. “Tu me respeita, rapaz”, devolveu ela, que votou em Lumena. A sister ficou um pouco chateada com o que ouviu e, mais tarde, sentiu a necessidade de esclarecer as coisas.

A paraibana avisou que, mesmo tendo motivos, não votou no brother na formação do paredão. “Eu tinha, na minha cabeça, alguns motivos para votar em você. Só que não eram grandes motivos. Eram motivos de você não entender a forma que eu brincava. Eu não coloquei você no paredão. Eu votaria em você porque estava achando a comunicação difícil. Por minha culpa, por sua culpa. Mas não estávamos nos comunicando. Isso para mim é um motivo para votar, mas na sua frente, eu tive conflitos que me machucaram mais”, explicou.

Aflito com os boatos que ouviu na última festa, o ator supôs que uma das pessoas a votarem nele fosse Juliette. “Eu não votaria em você hoje porque sou fiel ao que eu sinto. Você só seguiu a mesma coisa que você estava fazendo antes: não acreditar em mim. Isso me machuca. Eu tive uma conversa contigo aqui. E você ainda achou que eu teria coragem de votar em você? Que cara de pau eu seria?!”, desabafou a advogada.

Continua depois da Publicidade

O filho de Fábio Jr. então pediu que a sister tentasse ver as coisas com os olhos deles, que já estava se sentindo excluído e apontado como alvo. “Apesar de estar magoada com você, eu sei pesar o que é ‘maldade’, o que é com intenção ou sem intenção. (…) Eu vejo tudo, e via que você achava que eu ia votar em você. Quando você falou que estavam combinando voto, falei ‘meu irmão, ele está achando que eu estou combinando voto contra ele’. Fiquei p*ta. Eu poderia ter feito isso, eu tinha motivos, porque a gente brigou, mas eu seria contraditória com o que eu sinto”, argumentou ela.

“Não acho você uma pessoa ruim, acho você um menino muito bom, muito verdadeiro. E você tem alguns problemas de convivência, sim, que incomodam e machucam muito. Quando você se sente acuado, você ataca. Acho que todo ser humano é assim, e você foi assim comigo”, completou.

O cantor, por fim, agradeceu a conversa sincera e Juliette mandou um aviso final: “Independente do resultado desse paredão, se você voltar ou você for, saiba que eu entendo seu jeito, respeito de verdade. Eu brinquei muito com você, peço desculpas se invadi sua privacidade. Para mim, os problemas que você tem dentro do Big Brother são essas questões de convivência, não é maldade. Se eu precisar votar em você, eu vou votar. Assim como você pode votar em mim se precisar, mas espero que entenda que não estou fazendo nada por maldade ou para prejudicar ninguém. Se você entender isso, pra mim é suficiente”. Assista: