BBB21: Caio e João comentam atitudes de Juliette e Gilberto, e fazendeiro dispara sobre sister: “Tá ofendendo a Viih demais”; assista!

Protagonismo no “BBB 21” se vê assim… quando só há poucos assuntos numa casa! Na tarde de hoje (15), Caio convidou João Luiz para o almoço do líder. Durante a refeição, os dois falaram sobre os últimos acontecimentos e trocaram confidências sobre o jogo. Dentre os tópicos, é claro, estavam Juliette e Gilberto.

Em dado momento, Caio começou a falar sobre Juliette e a relação delicada dela com Viih Tube. “Juliette é muito esperta, muito inteligente aquela menina. Ela tem que dar uma segurada pra não começar rolo com a Viih”, opinou o fazendeiro. “Eu já falei com ela”, concordou João.

Continua depois da Publicidade

Caio se posicionou ao lado da youtuber, dizendo-se preocupado com as consequências das atitudes e comportamentos de Juliette. “Ela tem que parar porque ela tá ofendendo a Viih demais e se a Viih largar a mão, vai ficar ruim pra ela. Não tô falando por causa de jogo não, tô falando por causa da situação”, afirmou o goiano. João também disse ficar alerta quanto às conversas das duas, especialmente durante as festas.

Pouco depois, Caio relatou um diálogo com Viih, sobre as “briguinhas” entre Juliette e Thaís. “A gente conversou muito, ela tinha umas percepções das coisas da Ju. Cheguei a falar que achava que ela tinha um negocinho com a Thaís. Acho um pouco estranho esse negócio que ela tem com a Thaís. Eu não via a Thaís fazer, via a Ju toda vez ir pra ‘riba'”, afirmou o Bastião.

Continua depois da Publicidade

Ainda sobre as percepções de Vitoria, Caio comentou que a youtuber teria ficado chateada quando venceu a prova do líder e se deparou com a postura de Juliette – momentos antes do início entre as rusgas de Thaís e a paraibana. “Ela ficou chateada por causa da liderança, a Ju não deu parabéns. Não deixou a Thaís vir pra cá porque como ela foi mais pra frente, merecia”, mencionou ele.

Sobre o que havia acontecido entre Thaís e Juliette, na “briga da cama do líder”, João foi bastante direto: “Essa situação foi patética. Falei com as duas: ‘foi estranho, não precisava disso’. Quando eu fui Líder, as pessoas decidiam”. Foi quando Caio quis saber mais detalhes da situação, levando o professor a dar sua versão do que havia acontecido.

Continua depois da Publicidade

“Ela [Viih] falou que queria dormir só mais uma pessoa pra descansar. Cabe três pessoas, mas ela queria aquele dia dormir numa camona pra relaxar. […] A Thaís falou: ‘Vai, Juliette, pode ir’. Aí não sei quem deu a ideia faz par ou ímpar. Eu pensei: ‘Ai, que palhaçada’. A Juliette perdeu o par ou ímpar e falou: ‘eu vou’. E veio”, relatou o professor. Após ouvir a história toda, Caio opinião que aí “fica feio” e deu sua opinião. “Não tô julgando, mas são atitudes que diferem do meu ser, e são atitudes que me chamam a atenção”, avaliou ele sobre Ju.

Gilberto fora do “game” de Caio

Gil do Vigor também virou assunto durante o almoço, quando Caio implicou com as conversas do economista para tentar se salvar das berlindas. “Ele tem um negócio com todo mundo da casa. Esses dias ele tava falando: ‘Acho que a Camilla pode vir em mim, ela tá distante, a gente nem conversa mais’. Acho que na cabeça dele, ele já tem que procurar um jeito de aproximar, único e exclusivo por causa do voto, sabe? Não estou dizendo que isso vai acontecer”, opinou.

Continua depois da Publicidade

João, por sua vez, disse que cabe a cada um julgar o gesto como preferir. “Mas aí é o lance da naturalidade e a gente sente quando as coisas são naturais ou não… Ficar agindo por causa de medo eu não gosto não”, disse o mineiro. Então, o professor observou que os líderes sempre viram o centro dos debates, ficam por dentro de tudo. “Você sendo líder essa semana, viu como funciona. Quando você ganha a liderança, começa a chegar um monte de informação que você não sabia”, comentou.

Caio ainda deixou claro que, apesar de sua proximidade, ele e Gil não estão “juntos no game”. “Aproximei do Gilberto, mas que ninguém confunda que estou com ele em game. Porque nossos votos não são iguais. Algumas pessoas a gente não vota… Ele não vota no Fiuk e eu voto. Ele vota na Viih e eu não voto”, observou o Bastião.

Continua depois da Publicidade

“Ao mesmo tempo, a gente conversa que tem que se livrar desse paredão, mas o se livrar não significa que vou, tipo… votar na Viih para livrar ele”, declarou o fazendeiro. Vixe! Quando a gente menos espera, descobrimos que as alianças e afetos são mais fracos que imaginamos…