BBB21: Marília Mendonça rebate críticas e acusações após ser cobrada por posicionamento no paredão de Rodolffo: “Passou demais dos limites”; confira!

Vixe, deu ruim! Torcer — ou não — pelos participantes do “BBB 21” nas redes sociais tem sido um grande desafio para os famosos… Nesta segunda-feira (5), a cantora Marília Mendonça foi acusada de “passar pano” para atitudes racistas, após não declarar torcida contra o brother Rodolffo, que disputa o paredão dessa semana ao lado de Caio e Gilberto. Indignada com as críticas, a artista publicou uma séries de tuítes rebatendo o público do reality show.

Desde o início do programa, Marília faz parte do time de celebs que se envolveram fervorosamente com o “Big Brother Brasil 21”. A sertaneja chegou a viralizar na web, após comprar balões e cartazes para assistir às noites de eliminação de Karol Conká e Nego Di, os dois grandes “cancelados” da edição. Agora, quem está sendo duramente criticado aqui fora é o cantor Rodolffo, por conta de comentários vistos como preconceituosos contra João Luiz e Gilberto.

Logo, muitas pessoas ficaram na expectativa de que Marília Mendonça também se manifestasse neste paredão concorrido, preferencialmente puxando votos para eliminar Rodolffo. No entanto, a cantora respondeu uma fã com um “balde de água fria”. “E só pra responder coletivamente: Não [vou me posicionar]… Tô bem de boa com a minha vida e meus problemas. Mal tô me posicionando pra pagar as parcelas das minhas contas… Tô bem tranquila, nem gasta energia me enchendo o saco. Quando o problema for comigo, aí vocês me chamam”, publicou.

A resposta direta foi recebida com revolta pelos internautas, que passaram a acusar Marília Mendonça de ter uma postura conivente com o racismo. O principal ponto para a crítica é que a estrela fez grandes mobilizações para a eliminação de Karol e Nego Di, que são negros, e ignorou o paredão de Rodolffo, que é um homem branco e foi acusado de racismo ao comparar o cabelo black power de João com a fantasia de homem das cavernas do Monstro da semana.

Continua depois da Publicidade

“Eu amo a Marília Mendonça, mas quando foi pra cancelar TODOS os pretos do ‘BBB’ ela fez até live e festa com balão pra eliminação. Agora pro sertanejo do Rodolffo, que é HOMOFÓBICO e RACISTA, ela não quer se posicionar (não que ela seja obrigada, mas coerência mandou lembranças)”, avaliou uma jovem. Confira outras reações:

Posicionamento de Marília Mendonça

Com a repercussão negativa, a cantora sertaneja voltou a fazer posts em seu Twitter, agora para demonstrar completa indignação com as acusações de que seria racista. “Veja bem, me cancelar é um direito de vocês. Torcer é um direito de vocês. Meu erro foi ter me enfiado no meio do bolo, onde exatamente todos, TODOS que estão me julgando, entraram também. Eu jamais declarei torcida para ninguém. Eu torcia pro Projota antes de começar o programa. Agora, além de me lincharem, vocês estão me acusando de algo muito sério, que vai além de rivalidade de torcida e isso não está certo”, escreveu.

Continua depois da Publicidade

“Me acusar de cometer um crime por não me posicionar num paredão vai além do que é o direito de vocês. Existem limites. Eu nem ia falar sobre isso mais, mas é injusto e incorreto. Quando eu erro, eu boto minha cara pra bater. Dessa vez passou demais dos limites. Ser cobrada e acusada de cometer um crime por não promover um mutirão?”, indagou a artista.

Marília Mendonça revelou ainda que chegou a receber materiais de divulgação para promover Rodolffo, mas optou por não defendê-lo, muito menos compactuar com seu “cancelamento”, já que ela mesma passou por isso tempos atrás, após fazer uma piada transfóbica durante uma live. “Eu postei nenhum dos vídeos e mesmo não sendo amiga dele, somos conhecidos, eu não ia publicamente falar sobre os erros que ele cometeu e promover um linchamento, porque eu sofri com isso. Eu errei grave, eu fui linchada e não aprendi por isso. Aprendi porque alguém sem obrigação teve paciência [para explicar]”, comparou.

“Guardei os vídeos e pensei comigo: ‘Quando ele sair, eu vou explicar por que eu não postei os vídeos’. E ele vai entender. E eu sei que tá cheio de gente disposta a ajudar, mesmo sem a obrigação. Eu não promoveria um linchamento com alguém que errou do mesmo jeito que eu jamais”, argumentou. A artista ainda criticou o fato de terem resgatado os mutirões contra Karol Conká e Nego Di como argumento contra ela. “Se fosse sobre isso, tinha que ter mais de um milhão de nomes aí nós trendings… Porque foram minhas postagens mais compartilhadas e curtidas, e eu ainda apaguei porque vi que a brincadeira tinha sido levada pra outros lados”, defendeu-se.

Continua depois da Publicidade

Marília Mendonça ainda alertou que acusar as pessoas na internet do modo que está sendo feito contra ela, é uma atitude cabível de medidas legais. “Bom, é isso. Só tô aqui para falar sobre os limites. Você não tem que gostar de mim, não… Mas não tem o direito legal de me acusar de cometer um crime. Internet pode parecer terra sem lei, mas ela existe”, encerrou.