(Foto: Divulgação/Globo)

BBB22: Ex-participantes revelam TUDO o que acontece no hotel durante o pré-confinamento do reality

Brothers e sisters de edições passadas do “BBB” revelam o que pode e o que não pode ser feito durante os dias de isolamento que antecedem a estreia do reality

Não é segredo para ninguém que os participantes do “Big Brother Brasil” dão início ao período de confinamento antes mesmo do reality ir ao ar… Mas o que será que rola por trás das câmeras, enquanto os brothers e sisters esperam ansiosamente num hotel, pelo momento de partirem para a casa mais vigiada do país?! Alguns destes segredos foram revelados por ex-BBBs ao Splash, do UOL.

Segundo Leka, do “BBB1”, nenhum dos confinados pode deixar o cômodo onde está hospedado, nem tampouco falar com funcionários do hotel. “Não podíamos sair do quarto e nem nos comunicarmos com ninguém. Sem celular e sem acesso a TV ou computador”, lembrou. A equipe responsável por levar bandejas de comida até os quartos também é proibida de interagir com os participantes: “Eles batiam na porta e entregavam o café da manhã. Sem falar nada”.

Durante as 24 horas do dia, seguranças ficam a postos em frente à porta do quarto de cada participante. Não há câmeras dentro dos cômodos, mas a vigia é constante. E como funciona o serviço de limpeza? “Funcionária do hotel só vinha para a limpeza e nesse período era boca de siri. Não podia nem cumprimentar, ficava um segurança do programa junto. O produtor trazia as refeições”, contou Cézar Lima, campeão do “BBB 15”.

Em algumas edições do programa, até mesmo janelas foram lacradas para evitar que os confinados tivessem qualquer tipo de contato visual com o mundo externo. “Fiquei cinco dias confinada, sem celular e TV. Meditei, treinei, escrevi e refleti muito. A ansiedade é grande e a expectativa também. Não via a hora de entrar na casa”, pontuou Mari Gonzalez, do “BBB 20”.

Assets Fotos 817 Foi Dada A Largada Para O Quarto Branco 197f9957a278
Os hiperativos sofrem, viu… (Foto: Globo/Paulo Belote)

Prova de resistência?

O pré-confinamento serve como termômetro para avaliar se os selecionados do “BBB” aguentarão ou não os meses de exposição longe de amigos, família, redes sociais… O pernambucano Rogério Alves, por exemplo, jogou a toalha às vésperas de entrar no programa, em 2015. “Falar do que vivi no confinamento que antecede o ‘BBB’ é uma coisa muito emocionante. Posso comparar essa experiência a um tipo de ‘morte súbita'”, declarou. Eita!

Mas afinal, o que pode ser feito no quarto?

A lista de restrições é longa, mas por sorte, há algumas alternativas para acabar com o tédio do confinamento. Exercícios físicos, meditação e leitura são atos permitidos. Além disso, em certas ocasiões, a produção disponibiliza equipamentos de ginástica e filmes escolhidos a dedo para que os participantes possam assistir num tablet, bloqueado para qualquer outra função. É nesse momento, também que eles recebem as roupas que levarão para a casa. “É um tratamento vip; ali vem tratamento estético, ajuste de figurino, dão roupa para a gente, é mil maravilhas”, recordou Cézar Lima.

Continua depois da Publicidade

E não para por aí! É também de dentro do hotel que os brothers e sisters gravam os famosos VT’s e fotos utilizadas durante a divulgação do programa. Em conversa com Leo Dias, do Metrópoles, a ex-BBB20 Gabi Martins explicou como o processo funciona. “Pra fazer as fotos era no andar de baixo do hotel, então eles colocaram algo semelhante a uma burca – você via tudo quadriculado – e um fone de ouvido. [Dentro do quarto] você só escutava quando o médico batia ou quando mostravam um bilhetinho pra você escolher o que queria comer, era só marcar”, revelou.

O “BBB 22” se aproxima!

Para alegria de boa parte dos brasileiros, a nova edição do “BBB” estreia já na próxima segunda-feira (17), sob comando de Tadeu Schmidt. A lista de participantes, tanto do grupo Camarote (famosos) quanto Pipoca (anônimos), será revelada nessa sexta-feira (14), ao longo da programação da TV Globo. Estamos contando os minutos para desvendar esse mistério!