Na

BBB22: Naiara Azevedo lamenta polêmica de racismo no “Encontro” e faz novas declarações problemáticas; Ana Maria Braga rebate – assista

A sertaneja relembrou as críticas que sofreu na época e fez novas declarações problemáticas, rebatidas por Ana Maria Braga.

Durante a madrugada desta terça-feira (18), os novos brothers do BBB22 se reuniram na cozinha e deram início a uma conversa sobre pautas raciais. Foi então que Naiara Azevedo relembrou uma polêmica que protagonizou em 2018, quando ela participou do “Encontro” e teve uma fala apontada como racista.

A sertaneja tentou se defender ao tocar no assunto, dizendo que foi mal interpretada. “O povo veio me matando por eu ter elogiado uma mulher negra no ‘Encontro’. Eu disse que ela era f*da. Ah, você está surpresa de ver uma mulher negra inteligente? Me chamaram de preconceituosa e se tem uma coisa que não sou é preconceituosa“, disparou a cantora.

Ali eu aprendi, às vezes eu poderia ter guardado esse elogio e falado nos bastidores pra ela. Eu quis expressar pra todo mundo. Quando eu abri meu coração pras pessoas ouvirem, a militância que entendeu errado caiu em cima de mim. Mas eu aprendi com esse episódio“, continuou Naiara.

No caso de 2018, a artista disse ter ficado admirada com a escritora Vilma Piedade, que também era uma das convidadas do programa de Fátima Bernardes. A professora foi criadora do termo “dororidade”, que diz respeito à empatia entre mulheres negras vitimadas pelo preconceito. A maneira que Azevedo expôs seu elogio, entretanto, não foi bem vista pelo público.

Continua depois da Publicidade

Estou admirada com a inteligência, com as palavras, com a sua inteligência, porque ela é uma mulher preta, como ela se diz, tão inteligente, tão culta e dando todos esses ensinamentos para a gente. Gostaria de te aplaudir e dizer que tenho muito que aprender“, pontuou ela, na época. Relembre:

Voltando ao BBB, o assunto de racismo prosseguiu, e Naiara alegou ter vivido uma infância “sem cores” em sua casa. “Cores não existiam para mim. Ruivo, loiro, negro, branco, todo mundo para mim é como se eu enxergasse tudo igual. Eu não vejo tonalidades de peles diferentes aqui, eu não fui ensinada assim, para mim é tudo igual. Meu pai, minha mãe, me ensinaram a amar, respeitar o ser humano, as pessoas como elas são“, disse.

Segundo a sertaneja, ela só foi conhecer o racismo e os preconceitos quando deixou a casa dos pais, mudando de cidade. “Eu me assustei“, ressaltou. O comentário também não pegou bem com os internautas, e rendeu reações negativas. A apresentadora Ana Maria Braga, por exemplo, compartilhou o vídeo, explicando de forma bem didática, sobre o porquê do discurso engendrado por Naiara ser problemático.

Não querer que o racismo exista é diferente de negá-lo. Eu aprendi, me rodeando de pessoas pacientes e amorosas, que esse “pensamento de igualdade” causa dor nas pessoas negras. Pois são elas que sofrem (literalmente) na pele e só elas podem testemunhar se racismo existe ou não. É como se você falasse pro médico que está com dor e ele te respondesse que a dor não existe, pois ele não está sentindo nada. Eu espero que a Naiara se cerque de pessoas amorosas e aprenda isso também. E que no futuro exista esse mundo onde a cor é indiferente. Mas, por enquanto o segurança da loja cara vê cor, o empregador vê cor… Enquanto muita gente estiver vendo cor e muita gente estiver sofrendo preconceitos de todo tipo por causa da cor, a gente tem que ver cor“, escreveu a apresentadora, que também já teve falas questionadas, mas demonstra sempre abertura para o aprendizado.

Desde ontem, na estreia do reality show, o nome de Naiara segue entre os assuntos mais comentados do Twitter, repercutindo seus momentos – já polêmicos – dentro da casa.