BBB21: Karol Conká ameaça jogar água em Lucas e faz com que brother deixe a cozinha: “Vai aprender na marra, na tortura”; Após repercussão, equipe da rapper se manifesta — assista!

Karol Conká voltou a se irritar contra Lucas Penteado no “BBB 21”, mas desta vez, tomou medidas drásticas… Na tarde de hoje (1º), a rapper levou o ator a deixar a mesa da cozinha para que ela almoçasse e ameaçou jogar água em seu rosto. As falas ácidas da cantora repercutiram muito na web, rendendo críticas à sister.

Enquanto estavam na cozinha, Karol perguntou à Lumena sobre Lucas: “Ele tá falando alguma coisa? Porque assim, eu vou jogar água na cara dele”. Foi então que a cantora intimidou o ator, pedindo a ele que não falasse enquanto ela estivesse almoçando. “Quero comer na paz do senhor, entendeu? Não quero que você fale enquanto estou na mesa comendo, obrigada. Me respeita, valeu, não quero, não tô afim”, declarou.

Karol Conká afirmou que não queria que Lucas se sentasse à mesa enquanto ela estivesse comendo. (Foto: Reprodução/TV Globo)

Lucas percebeu que não era bem-vindo e se retirou. “Come aí. Quando você terminar, você me avisa”, respondeu ele, deixando a cozinha. “Isso, melhor! Se você não sabe calar a boca, é melhor você sair mesmo. Arrasou”, devolveu Conká. “Desculpa”, pediu o brother, recebendo mais respostas críticas da rapper. “Não sou obrigada. Não desculpo, vá cagar! Vá a merda! Vá se fazer de louco lá pra fora, pede pra sair. Já deu!”, continuou.

Continua depois da Publicidade

“Não aguento, eu ia sentar aqui não consigo nem comer, o cara não cala a boca. E eu não vou chamar ninguém pra comer não, ele que adivinhe a hora que eu terminei de comer… Ai, ui, não aguento”, comentou ela. Foi então que Karol falou de sua “bonita carreira” aqui fora, após reforçar que o brother só comeria quando ela acabasse: “Sem paciência pra gente que se faz de louco, se fosse louco não tava aqui dentro. Se ele tá brincando, tá jogando, eu também vou ser pirada então. Só vai comer quando eu sair da mesa. Ponto. Qualquer coisa me bota no paredão, que eu tenha minha vida, minha carreira bem bonita lá fora”.

Enquanto o brother estava sozinho no quarto, Karol seguiu almoçando na mesa, contando que pretende “torturar” o participante. “Vai aprender na marra, na tortura. Já que a gente tá vivendo na tortura, eu vou torturar também. Se está sendo permitir torturar psicologicamente os participantes, eu vou torturar ele também, porque a gente não veio aqui pra isso”, disparou.

Eles também falaram sobre o que teria causado o desentendimento desta vez. “Ele chegou, aí brincou com o João, sendo que não tem contexto pra brincadeira”, iniciou Lumena. “Não exagerei, né? Eu não mandei ele sair da mesa, só falei que quero comer na paz, se ele não é capaz de calar a boca pra comer, tem que sair”, disse Karol. “Eu achei fora de contexto a fala. Ele chega: ‘Ah, guri, cê não comeu?’ Como assim? Eu acho delicado”, continuou a psicóloga, sobre a brincadeira supostamente “inadequada”.

Continua depois da Publicidade

Karol completou: “Abusivo pra caramba, também vou ser com ele. Pronto. Pede pra sair. Vai ter que me engolir. A gente tá tendo que engolir ele fazendo papel de psicólogo sem receber nada. Que isso?! Ninguém me chamou pra fazer isso aqui, me falaram pra eu me divertir maravilhosamente, não pra cuidar de gente que se faz de louca e se apoia no livro de Freud”.

Em outro momento, numa conversa com Nego Di e João Luiz, Karol indignou-se por não poder ter uma reação física contra seu desafeto. “Agressão psicológica ele está fazendo. Se a gente não pode dar um tapa num ser desses, ele pode c*gar na nossa cara?”, perguntou. “Dá pra jogar copo d’água na cara”, sugeriu o líder da semana. A rapper, por sua vez, concluiu: “Eu vou molhar a cara dele. Eu vou jogar um copo na cara dele”.

Durante uma conversa na área externa da casa, Conká voltou a falar sobre seu incômodo envolvendo Penteado. “A inteligência deixa a gente assim ‘Uau’. Aí ele te ganha e começa o joguinho dele. ‘Ai vou te dar o anjo, vou pedir pro meu público pra você ficar’. Como se ele tivesse esse poder. Ele nem sabe o que tá rolando lá fora! Eu não faço isso”, mencionou ela.

Continua depois da Publicidade

Então, a rapper afirmou ter maior relevância que seu concorrente. “Gente, eu que tenho uma relevância bem maior que a dele, anos de carreira, eu não fico usando minha carreira, meu nome, minha imagem pra fazer a cabeça de ninguém aqui. Quantas vezes você me vê falar da minha vida de artista? Eu tô aqui de Karoline. Eu sou igual a vocês, não sou mais e nem menos”, declarou.

No início da noite desta segunda, Lucas caiu no choro ao falar com Lumena sobre o que viveu mais cedo. “Esperar pra ir comer pra não encontrar com ninguém?”, disse ele, muito abalado. “Ninguém tá negando comida”, respondeu a psicóloga. “Não, mano, na moral, eu não sei como reagir. Estão esperando uma reação de mim e eu não sei. Mano…”, continuou o ator, bastante ofegante.

Continua depois da Publicidade

“Respire, calma que o corre não é esse. O corre é todo mundo se ajudar. Tenha calma”, tentou ajudar a sister. “Por isso que eu saí andando, eu tô errado, então eu tenho que me colocar no lugar do errado, sair andando. Tenha paciência, porque cada um… Ela não tá fazendo mal de propósito”, acrescentou ele, sem conter o choro. “O que tá pegando é: a gente quer ver você ali, presente”, complementou a baiana.

Karol é alvo de uma série de críticas

As últimas atitudes de Karol vieram na esteira de várias reclamações contra a sister, incluindo acusações de xenofobia, na semana passada. Naturalmente, sua postura com Lucas rendeu uma série de críticas na tarde de hoje. Como opinou Bic Müller: “Karol tá totalmente fora de controle. Gente, isso é tortura psicológica com uma pessoa que já está instável. Inacreditável o que essa pessoa que pagava de empoderada, empática, agregadora tá fazendo com alguém. Por mim essa mulher acabou”.

O perfil de Luscas também ironizou as expectativas da cantora. “‘Tenho minha carreira bem bonita lá fora’. O tombo vai ser grande”, escreveu ele. Enquanto o jornalista Fefito, colunista do UOL, alertou a falta de ação dos que estão ao redor das cenas envolvendo Conká. “Silêncio é sinal de cumplicidade”, disse.

Continua depois da Publicidade

Babi Magalhães, por sua vez, previu que quem quer que veja o lado de Lucas e tenha empatia por ele, ganhará pontos com o público. “Pela minha experiência em BBB eu digo que: Lucas não sei se ganha, mas a primeira pessoa que levantar pra defender ele, na atual conjuntura, vira favorito”, afirmou a advogada.

Veja mais algumas reações:

Continua depois da Publicidade

Perfil de Karol Conká se posiciona

Diante dos fatos, o perfil oficial de Conká se manifestou, afirmando entender a revolta por suas atitudes, mas questionando os ataques que ela têm recebido pelo público. “É compreensível toda a revolta por suas falas, ações e pelo modo como tem se posicionado, no entanto, isso está ultrapassando todos os limites de um cancelamento também. Em um tsunami de situações, o ódio está evidente, são chuvas de ataques desproporcionais que até então não vimos com quase nenhum participantes de edições passadas, que tiveram erros pesados tanto quanto a Karol Conka, diga-se de passagem”, disse.

“São direcionadas à Karol Conka ameaças, agressões físicas, xingamentos e até mentiras de falas que não existiram em perfis do Twitter que querem ganhar like e viralizar em cima da imagem dela e do ódio gratuito e que, infelizmente, muitos acreditam. E por trás de tudo isso é sempre bom estruturar os contextos de nossa sociedade”, continuou o texto.

Continua depois da Publicidade

Para a equipe da rapper, sua identidade também motiva a intensidade dos ataques e ameaças. “Esquecemos o quanto a fragilidade da figura da Karol Conka, uma mulher preta, mãe solteira e pioneira da cena do rap feminino brasileiro, acaba tendo. É momento de refletir também porque uma mulher preta é tão facilmente odiada por não ser a pessoa perfeita. Não que sua identidade seja motivo para esconder seus erros, não estamos aqui pra isso, mas que chegamos a questionar o que pode haver também por trás de tanto ódio e anseio por destruir alguém de forma inédita se comparada a participantes das edições do programa”, acrescentou.

Por fim, o comunicado concluiu: “Nós, que administramos as redes sociais da Karol Conka, estamos chocados que as coisas estão indo muito além do BBB. Transformando ela no pior inimigo que tem no país. Essa política do cancelamento não chega nem perto de ser saudável, nem a solução para quem a recebe. Ela, certamente, aprenderá muito com seus erros quando sair do programa, mas fica a preocupação se os ataques a ela revelam, na verdade, uma faceta do próprio ódio que viralizou em nossa sociedade. Fica aí também essa reflexão!”.