“Big Brother Portugal” penaliza participante por atitudes homofóbicas: “Delitos graves”; Público deve decidir se ele será expulso — assista e entenda!

Um participante do “Big Brother Portugal” causou revolta nesta semana, após fazer comentários homofóbicos e sexistas dentro do reality. Mas sua atitude não passou despercebida! Nesta terça-feira (12), Hélder Teixeira foi advertido pelo apresentador e pela direção do reality show. Além disso, o público decidirá se ele será ou não expulso.

Na tarde de hoje, Hélder foi repreendido publicamente por suas atitudes. “No ‘Big Brother’, as atitudes sexistas, homofóbicas, xenófobas e racistas são inadmissíveis, tal como na nossa sociedade. Todas essas transgressões são delitos graves que o ‘Big Brother’ jamais vai fechar os olhos”, disse a voz da produção. “Não é por estar trancado numa casa que você pode dizer e fazer o que te dá na cabeça”, completou.

Hélder Teixeira foi advertido publicamente após suas falas preconceituosas durante o “Big Brother Portugal”, e poderá ser eliminado pelo público. (Foto: Reprodução/TVI)

O comunicado informou a casa da reação negativa à fala preconceituosa do participante: “Hoje, Portugal acordou extremamente revoltada com seu comentário. É esperado que esta casa seja um reflexo da sociedade de uma forma positiva, e não de uma forma negativa ou preconceituosa”.

Então, o ‘Big Boss’ português anunciou que o público decidiria o veredito de Hélder – se seria expulso, ou se teria uma chance de continuar na casa. “Como não posso deixar passar essa sua atitude em branco, vou dar aos portugueses a oportunidade de decidir se querem que o Helder permaneça no jogo ou que seja expulso”, finalizou. Assista ao vídeo aqui:

Participante confrontado

Mais cedo, Hélder já havia sido confrontado com as imagens do que fez. O apresentador, Cláudio Ramos, o chamou ao confessionário e lhe mostrou a ocasião em que foi homofóbico e machista ao justificar sua postura de “mulherengo”. “Sei que lá fora devo estar passando a imagem de que sou mulherengo, mas não é isso. Eu prefiro ser mulherengo do que ser…”, comentou o português, apontando com a cabeça para o participante Edmar, que é homossexual.

Hélder assistiu as suas cenas no “Big Brother” que geraram revolta. (Foto: Reprodução/TVI)

As sisters Soraia e Iury, com quem Hélder estava conversando, logo o situaram sobre a fala preconceituosa: “Olha, tu não diga isso que não é piada nenhuma”. O participante tentou se esquivar. “Com todo respeito, vocês não tão entendendo”, rebateu. Naturalmente, as explicações não foram aceitas. “Estamos entendendo até demais”, devolveu Iury, completada por Soraia: “E não gostamos nada”. Confira:

Hélder tornou a justificar sua atitude com as sisters, negando ter sido homofóbico. “Quando apontei, quis me referir à frase. Esta é uma frase que uso muito, mas não é para magoar ninguém. Se há pessoas com quem adoro conversar, é com eles [homossexuais]. Eu adoro falar com eles. E todos eles conseguem me entender”, acrescentou. O brother ainda alegou não ter nada contra Edmar: “Eu adoro ele. Se eu não gostasse dele, já teria dito”.

Após ser confrontado com a cena, o participante voltou a dizer: “Adoro esse tipo de pessoas”. Contudo, o apresentador o corrigiu. “Não se refira a ‘esse tipo de pessoas’, por favor. Eu não sou um ‘tipo de pessoa’, sou uma pessoa”, rebateu Cláudio.

Cláudio Ramos, apresentador do “Big Brother Portugal”, corrigiu as falas de Hélder. (Foto: Reprodução/TVI)

Na sequência, Hélder soltou a tradicional explicação, “Eu tenho muitos amigos que são…”, até ser interrompido novamente. “Que são homossexuais. Hélder, não tenha medo da palavra”, reforçou Cláudio. Então, o brother afirmou que não gostava de falar termos como “homossexual” e “preto”, mas recebeu uma lição do apresentador. “A minha filha, se tiver de dizer a orientação do pai, diz que o pai é homossexual […] Quando diz essas palavras, você magoa as pessoas”, alertou Ramos.

Edmar perdoa homofobia

Antes que Helder fosse advertido, Edmar, que foi alvo da homofobia, ficou bastante incomodado com a situação. O participante chegou a ir ao confessionário e pedir para sair da casa, segundo o site português SapoMAG. “Não quero desiludir ninguém, mas amanhã quero mesmo ir para casa, por favor. Obrigado”, falou o rapaz, após a ofensa.

Hélder chorou e pediu desculpas a Edmar por seus comentários. O brother aceitou o pedido e, logo depois, se abraçaram. (Foto: Reprodução/TVI)

No entanto, passada a advertência, o brother foi ao confessionário e recepcionou o colega com um abraço. Edmar se sensibilizou com o choro do participante, e acredita que não tenha passado de uma brincadeira sem maldade. “Eu acho o Hélder um querido. Eu sei que ele não queria dizer aquilo, dá pra ver na cara dele”, afirmou.

Machismo e homofobia recorrentes

Após a bronca, o assunto seguiu repercutindo na casa. Hélder foi questionado se ficava incomodado ao observar o afeto entre pessoas do mesmo sexo. “Um casal normal, não. Agora… Não é incomodar, acho que se eu tiver sozinho, não. Mas com um filho, eu não sei”, respondeu. Iury, por sua vez, deu seu diagnóstico com todas as letras: “Ai, meu Deus. Peço desculpas, do fundo do meu coração, mas você é homofóbico”.

Em outra ocasião, Hélder mostrou um comportamento lastimável com uma colega de confinamento, quando ela se sentou na poltrona do confessionário. O brother tentou espiar por baixo, para tentar enxergar por dentro da roupa da mulher — atitude que rendeu um puxão de orelha do apresentador. Olha só:

A votação está aberta. Caso o público acredite que Hélder deve deixar a casa, o participante será eliminado no próximo domingo (17). Por coincidência, Edmar, que foi alvo das falas homofóbicas, está indicado ao paredão contra outros dois participantes. No entanto, o resultado do paredão não interfere na possível eliminação do brother repreendido.