Gabriel Romano, ex-participante do “De Férias com o Ex: Brasil”, é acusado de abuso sexual; Modelo se pronuncia

O modelo Gabriel Romano, ex-participante do “De Férias com o Ex: Brasil – Celebs”, foi acusado de abuso sexual e tentativa de estupro por uma menina através das redes sociais. A denúncia ganhou visibilidade desde o começo do mês e, na manhã desta quarta-feira (10), Biel, como é conhecido, se pronunciou ao ‘UOL’ por meio de sua assessoria de imprensa, afirmando que as acusações não seriam verdadeiras.

A denúncia foi feita por Júlia Santos no Twitter, no final de maio. Através de uma Thread, ela contou que conheceu Romano em 2019 em uma balada. “Tudo começou no ano passado quando o Gabriel, com seu jeito super agressivo, não aceitou que eu estava no lounge que ele dizia ser dele, quando na verdade ele só era pago para divulgar o lounge com outras pessoas”, relembrou.

Na sequência, ela relatou um episódio para demonstrar o comportamento possessivo do modelo. “Um dia, eu acabei bebendo demais e ficando com outra pessoa e, ao ver a cena, ele começou a gritar comigo, me xingar, além de me ameaçar, dizendo que nunca mais entraria no lounge”, pontou.

Foi aí que Júlia descreveu o dia que presenciou um caso de abuso sexual por parte do influenciador digital. “Ele me encontrou no mesmo lounge e pediu pra que eu fosse no carro com ele. Eu falei que não iria sozinha e chamei minha amiga pra ir comigo. Ao chegar no carro, minha amiga já estava totalmente alterada e ele percebeu isso, então logo que entramos no carro ele já começou passar a mão nas partes íntimas dela”, escreveu.

“Ao perceber o que estava acontecendo, comecei a fingir que estava passando mal e mesmo assim ele continuou forçando minha amiga a ter relações sexuais com ele até que eu vi algumas pessoas entrando no estacionamento e ameacei gritar. Ele abriu a porta e disse que era apenas para eu descer. Eu não aceitei e tirei minha amiga do carro também. Ele já tinha dito que faria com que a gente não entrasse no lounge novamente e depois disso disse que só iria deixar porque era bonzinho. Mesmo depois de tudo isso, ele sempre finge que nada aconteceu”, completou a menina.

Júlia explicou que se afastou dele após o caso e que saía de perto quando o reencontrava na balada. “Depois de algum tempo ele ainda veio me chamar dizendo que o único jeito que me perdoaria seria se eu aceitasse fazer um ménage comigo e com alguma amiga minha”, revelou, com indignação.

No dia seguinte à publicação, a moça afirmou que Biel tentou falar com ela.“Ele tentou entrar em contato comigo para resolvermos e eu apagar os tuítes. Depois que eu fiz os tuítes, recebi inúmeros casos do mesmo Gabriel Romano e não quero que isso fique barato pra ele, esse cara é um abusador, egocêntrico, acha que tudo gira ao redor dele pelos números de seguidores que ele tem em sua rede social. Chega de passar pano pra abusador”, pediu.

Procurado pelo ‘UOL’, Gabriel Romano desmentiu o caso por meio de sua assessoria de imprensa. Seus representantes confirmaram que ele conheceu a jovem em uma balada, mas reiteraram que ele nunca teria praticado qualquer crime. A assessoria acrescentou que outras quatro pessoas também fizeram acusações e declarou que o ex-participante do reality da MTV entrará na Justiça contra elas.

“Fizemos prints de tudo e elas serão chamadas para provar. Quem acusa tem que provar. E ele pode provar que não fez nada. Beijar uma menina na balada não é abuso”, afirmou sobre a ação judicial, que já foi encaminhada. “O processo é por calúnia, difamação e danos morais porque ele perdeu um trabalho. Essas mesmas meninas confirmaram que entraram em contato com a marca [que teria cancelado o compromisso profissional]”, informou.

Através de suas redes sociais, Gabriel também havia emitido um comunicado em nome de sua assessoria de imprensa, que pedia respeito a ele, suas marcas parcerias, familiares e amigos. A nota ainda ressaltava que as acusações não traziam nenhuma prova e “imputavam-lhe a prática de crimes que nunca foram cometidos por ele”.

“Aproveitamos o momento e informamos que toda e qualquer manifestação de ódio e desrespeito com todos os envolvidos serão analisadas junto à nossa assessoria jurídica para que não passem impune nenhum tipo de conduta”, acrescentou o comunicado. Confira na íntegra: