Deborah Secco conta que foi confundida com prostituta e apanhou para valer durante ensaios de “Bruna Surfistinha”: “Você é uma p*ta!”

O programa “Que História é Essa, Porchat?”, do canal a cabo GNT, tem sido responsável por arrancar histórias hilárias e surpreendentes dos famosos. Na terça-feira (15), Deborah Secco esteve na atração ao lado de Maria Clara Gueiros e o cantor Mumuzinho, quando arrancou boas risadas do público ao contar que ela mesma se confundiu com a personagem Bruna Surfistinha, e acabou levando uns bons tapas por causa disso.

Em 2011, a atriz ganhou a atenção da mídia e do público ao interpretar a famosa garota de programa nas telonas de forma impecável. Mas, o que ninguém sabia, era o quanto que Deborah Secco se dedicou ao processo de composição. Para Fábio Porchat, a artista explicou que, antes das gravações, o elenco fez uma vivência de como era a vida de Raquel Pacheco nas ruas e decidiu vestir os figurinos dos personagens, mas agir de forma natural e improvisada. Sem roteiros e câmeras…

Em um destes ensaios, Deborah, já caracterizada como Bruna, encontrou na rua o ator Sergio Guizé, que interpretou o irmão adotivo da garota de programa no longa, e a dupla acabou protagonizando um grande barraco em público, assim como foi exibido na produção. Porém, a atriz estava tão entregue ao personagem e bem caracterizada, que acabou não sendo reconhecida por ninguém.

Deborah Secco viveu a garota de programa Bruna Surfistinha nos cinemas em 2011. (Foto: Reprodução/YouTube)

“Ele começou a gritar e a correr atrás de mim, e eu não sei o que deu em mim na hora. Sei que comecei a chorar e corri perdidamente. Aí entrei num boteco e uma mulher escondeu a gente numa parede falsa em que guardava os caça-níqueis. Aí a gente ficou ali chorando”, contou. Embora a ajuda tenha vindo em uma boa hora, a reação da “salvadora” não foi nada receptiva. “Vocês são todas putas! Você é uma puta! Uma menina tão bonita dessas”, relembrou Secco.

Embora o caso tenha sido contado em tom de graça, a situação foi bem complicada. “Ela me batia, dava vários tapas, e ameaçava chamar a polícia. Até a gente explicar que era só uma preparação para gravar um filme, demorou muito”, afirmou. “Eu tô um pouco assustado”, falou Mumuzinho, aos risos, depois de ouvir todo o caso. Assista ao momento a partir de 2:00: