Fotojet (26)

Em comunicado, TV Globo diz que demitirá funcionários que se negarem a tomar vacina da Covid-19; leia texto na íntegra

No último ano, a TV Globo encarou — e ainda encara — um grande desafio para manter sua programação no ar e prezar pela saúde de todos seus colaboradores em meio à pandemia do coronavírus. Além de tomar todas as medidas sanitárias possíveis, a emissora carioca tomou uma decisão mais radical para garantir a segurança de todos. De acordo com o UOL nesta quarta-feira (1º), um comunicado foi divulgado alertando que os funcionários que não tomarem a vacina da Covid-19 serão demitidos.

O site teve acesso ao texto que foi enviado aos colaboradores, e explicou que trata-se de um aviso para as pessoas que ainda se negam a tomar a vacina, mesmo já tendo a possibilidade de serem imunizadas. “Podemos dizer que a aplicação das vacinas é uma estratégia eficaz contra a disseminação do vírus e uma forte aliada para proteção de todos”, diz um trecho.

“A obrigatoriedade da vacina está em linha com a prática de diversas empresas no mercado atualmente, uma vez que a decisão por não se vacinar impacta o coletivo e coloca em risco a saúde dos outros colaboradores”, argumentou a TV Globo.

Assets Fotos 567 Programa Acompanha Por Seis Meses A Luta De Vitimas Da Covid 19 Pela Recuperacao C39ecd0af535
TV Globo tomou todas as medidas necessária para preservar a saúde de seus funcionários durante a pandemia da Covid-19. Foto: TV Globo/Divulgação

O comunicado reforça que para trabalhar na empresa será necessário a imunização, inclusive para os jovens aprendizes e estagiários. A exceção imposta pela “plim plim” limita-se apenas para seus funcionários que não podem tomar a vacina por motivos médicos. “A não vacinação poderá resultar no desligamento”, destacou a empresa.

Ainda segundo a publicação, os funcionários precisarão enviar os comprovantes de vacinação para os profissionais responsáveis pelo controle. Procurada pelo hugogloss.com, a assessoria do canal afirmou que o posicionamento sobre o assunto é o mesmo que está no comunicado interno divulgado pelo UOL.

Continua depois da Publicidade

Leia o comunicado na íntegra:

“Em mais de um ano de pandemia, temos aprendido a cada dia sobre formas de prevenção e combate à Covid-19. E este é um aprendizado contínuo. A partir dele, podemos dizer que a aplicação das vacinas é uma estratégia eficaz contra a disseminação do vírus e uma forte aliada para proteção de todos.

Seguindo o compromisso de contribuir para um ambiente seguro para nossas pessoas, informamos que a vacinação contra a Covid-19 passa a ser uma condição obrigatória para todos os colaboradores trabalharem na Globo, incluindo estagiários e jovens aprendizes. Com exceção daqueles que não podem ser vacinados por motivos médicos, a não vacinação poderá resultar no desligamento.

A obrigatoriedade da vacina está em linha com a prática de diversas empresas no mercado atualmente, uma vez que a decisão por não se vacinar impacta o coletivo e coloca em risco a saúde dos outros colaboradores”.