“Game of Thrones”: Peter Dinklage previu desfecho de Tyrion antes de ler roteiro final: “Amo como acabou”

Falta apenas quatro dias para o lançamento da oitava e última temporada de “Game of Thrones”, no dia 14 de abril, mas a gente não sabe se o coração vai aguentar chegar até lá! kkkk A cada notícia divulgada e declaração dos atores, parece que vamos infartar!! O último responsável por essa crise foi o ator Peter Dinklage, intérprete de Tyrion Lannister.

Em entrevista à Entertainment Weekly, Peter contou que pela primeira vez, durante todos esses anos, ele não tinha tido coragem para ler o final do roteiro assim que o recebeu. “Esta é a primeira vez que eu não pulei para o final. Por quê? Eu provavelmente estava apavorado. Todos nós sentimos que somos os líderes de nosso próprio programa. Com o passar das temporadas, todos pensamos em como isso vai acabar. Quem vai estar vivo? Se você morrer, como você morre? Há dez anos temos feito isso e isso pode enlouquecer, porque (os diretores David Benioff e Dan Weiss) não nos dizem e às vezes mudam de ideia“, revelou.

Tyrion Lannister. Foto: Reprodução YouTube/HBO

Se o ator que é o ator tá assim, imagina nós, reles mortais?! Na entrevista, Dinklage revelou que previu o final de seu personagem antes de ler o roteiro: “Eu tinha todas essas ideias na minha cabeça e uma versão de uma delas é como isso acaba (para Tyrion). David e Dan têm uma versão brilhante do que eu tinha (pensado). Se eu usar qualquer adjetivo, ele será revelado. Mas eu amo como acabou. E como isso acaba para todos. Eles tinham um belo toque gentil com alguns e um toque duro com os outros“. A gente quer que você esteja certo mesmo, Peter!

O ator também não poupou elogios para a série como um todo, explicando que “Game of Thrones” inovou a perspectiva do que esperamos para uma narrativa com supostos vilões e mocinhos e qual seria o destino deles. “Estamos tão acostumados com a fórmula padrão de bandidos morrendo e gente boa vivendo… O que David e Dan fizeram com tudo isso é lindo, doloroso e adorável. Leva o show a algum lugar perigoso e contemporâneo com o que está acontecendo no mundo“, disse.

Peter comentou sobre o encontro eminente de Tyrion com sua ex-esposa, Sansa Stark (Sophie Turner). “Há algo tão sensível no relacionamento deles. Para algo tão horrível e organizado, havia bondade e afeto mútuo em circunstâncias horríveis. Era um casamento como um tratado, como muitos desses casamentos arranjados eram. Embora você ouça sobre casamentos arranjados agora dando certo. Se fosse dada uma chance, talvez tivesse (dado certo)“, refletiu.

Para finalizar ele analisou um pouco da trajetória de Tyrion durante o programa e o ponto em que ele se encontra atualmente na história. “Ele é definitivamente um diplomata. Como ele mantém seu senso de identidade dentro disso? Ele é como um tradutor com suas próprias opiniões fortes. Ele está tentando descobrir quem ele realmente é nesta tempestade de negociações. E de onde paramos com a maior ameaça de todas (o exército dos mortos), para alguém como Tyrion, não haverá negociação. Ele não é um lutador. Ele não pode convencê-los a entrar em paz“, analisou. Tem como pularmos logo para domingo??