Ivan Moré revela o que motivou sua saída da TV Globo e explica por que recusou proposta alta da Record: ‘Agradeci a grana’

Passados quase cinco meses longe da TV Globo, o jornalista Ivan Moré se abriu nesta terça-feira (22), em entrevista ao Pânico, da rádio jovem Pan, sobre o desligamento do canal. De acordo com o profissional, a decisão partiu dele e teria sido motivada por uma alteração ordenada pelo canal.

Em maio eu fui chamado e me avisaram que mudariam o Globo Esporte. Era um processo de transição e tal… Eles me chamaram e me disseram que queriam mudar a imagem do programa. Disseram que eu continuaria, mas não como apresentador, e sim em reportagens especiais. Aí me perguntaram: ‘Beleza?’. E respondi que não. ‘Beleza não! Eu não quero’. Existem situações na vida da gente em que você tem que se propor a crescer. Eu disse que não me interessava, agradeci e caí fora“, contou Ivan, antes de apontar que também houvera uma mudança no regime de pagamento.

Não diminuíram meu salário, mas quando me fizeram a proposta de voltar para reportagem eu era pessoa jurídica. E todas as empresas estão passando por isso. Mudando para CLT o desconto seria maior. Mesmo salário, mas com desconto melhor“, observou. Tão logo, o fim de seu contrato com a Globo veio à tona, Ivan foi procurado pela Record. O jornalista, no entanto, recusou a proposta do canal de Edir Macedo, que segundo ele, seria ótima.

Vou fazer uma analogia para vocês. Você fica 20 anos casado com uma pessoa legal, amor da sua vida, que você entrega tudo… […] Quinze dias depois eu vou para uma outra mulher bonita, cheia da grana e tudo mais? Cara, eu queria dar uma namoradinha no mercado. Entender o que está acontecendo no formato comunicação paralelo à TV aberta“, explicou ele sobre o porquê de sua recusa. “Cheguei nos caras da Record, agradeci a grana, que era ótima, e disse: ‘Agora não’. A Band também veio conversar comigo e eu também agradeci e disse não. Mas com a Band ainda estou conversando“, admitiu, reforçando na sequência que a saída da Globo era uma decisão sua.

Eu pedi para sair. Um monte de colunista disse um monte de coisa… Depois até me anunciaram na Record. Eu pedi para sair da TV Globo, não aceitei a proposta da Record e estou conversando com a Band pra ver se a gente alinha propósitos. Meu objetivo hoje é entender os próximos formatos de comunicação que vão me fazer relevante no futuro. Meu objetivo é me comunicar com os meus filhos de quatro e seis anos, mas se eu continuar produzindo TV no formato de hoje, que eu não acredito mais, não conseguirei ser relevante para eles. Hoje estou deixando de acreditar. Mas por acreditar nas outras mídias, como podcasts por exemplo… É uma nova fase da minha vida“, declarou.

Por fim, questionado sobre uma suposta crise no canal carioca, Ivan abordou a recente evasão de grandes nomes do jornalismo da casa. “Eu acho que a TV Globo está passando por um processo de enxugamento na folha. Faz parte. O modelo TV aberta é um modelo caro. Ele funcionou muito antes da internet. O que custa mais: um caminhão de última geração para transmissões ou uma tecnologia barateada de uma transmissão via celular? Um celular hoje é um canal em potencial. Ou seja, a comunicação está pulverizada“, analisou.

Você vai gastar milhões em uma propaganda do Globo Esporte ou você vai pagar R$ 50 mil para cinco influenciadores? Nicho específico. O modelo de negócio ficou custoso, e os anúncios diminuíram. O que acontece? Você tem que enxugar a máquina. O negócio ficou nivelado por baixo… Isso em qualquer empresa. Aí você tem que diminuir os preços para ser competitivo“, finalizou.

[Via UOL TV e Famosos]