Marcius Melhem se pronuncia pela primeira vez após deixar chefia de humor na Rede Globo e revela motivo delicado: “Não tem relação com as maldades veiculadas”

Um dia após a Rede Globo anunciar que Marcius Melhem saiu da liderança dos projetos de humor da emissora e solicitou uma licença de quatro meses, o ator e roteirista decidiu se pronunciar sobre o caso. Em nota à imprensa, Marcius forneceu mais detalhes do motivo por trás do seu desligamento e deu a entender que o caso não teria nenhuma relação com as denúncias de assédio moral que recebeu em dezembro.

“É com total indignação que Marcius Melhem recebe os questionamentos sobre as razões que o teriam levado a pedir uma licença de quatro meses à TV Globo. A decisão de se afastar de suas atividades na emissora foi do próprio Melhem e não tem relação alguma com as maldades veiculadas”, afirmou o comunicado.

Em seguida, os representantes do humorista explicaram que, apesar de ser reservado sobre sua vida pessoal, Melhem resolveu expôr o caso em razão do que vem sendo noticiado e revelaram que a saúde de uma de suas herdeiras é a principal preocupação dele no momento.

Continua depois da Publicidade

“O motivo do seu afastamento se deve a um problema de saúde que uma de suas filhas está atravessando, necessitando de uma cirurgia, que será realizada nos Estados Unidos, onde a família deverá permanecer, parte desse período, até a pronta recuperação da menina”, finalizou a nota.

Marcius Melhem não faz mais parte da liderança do Humor na Globo (Foto: Reprodução/TV Globo)

Marcius é pai das gêmeas Manuela e Nina, de 10 anos. As duas são frutos de seu casamento com a ex-esposa Joana Rosenfeld.

Continua depois da Publicidade

Entenda o caso

Nesta sexta-feira (06), em um comunicado oficial para a imprensa, a Rede Globo anunciou a saída de Marcius Melhem da liderança dos projetos de humor da emissora. Na nota, a Globo afirmou que o humorista deixou a liderança por “motivos pessoais” e revelou ainda que ele solicitou uma licença das funções de roteirista e ator por um período de quatro meses.

A decisão veio pouco mais de dois meses após a coluna de Leo Dias, no portal UOL, reportar que Marcius teria sido denunciado por assédio moral por diversas atrizes experientes da área.

Continua depois da Publicidade

Segundo o jornalista, os nomes de Dani Calabresa e Maria Clara Gueiros apareciam entre as estrelas que fizeram as acusações. No entanto, após a notícia sair, Gueiros usou as redes sociais para falar sobre o assunto. “Esclarecendo: Eu não fui vítima de assédio moral e não fiz denúncia”, escreveu. Ao hugogloss.com, Dani Calabresa disse que não se pronunciaria, mas confirmou que, de fato, estava em contato com a direção da emissora.

Assédio moral no ambiente de trabalho configura qualquer tipo de situação humilhante, constrangedora, repetitiva e prolongada — principalmente em hierarquias. Apesar da denúncia ter partido de mulheres, ela também teria ganhado reforço entre os homens do humor. Marcelo Adnet teria testemunhado a favor das reclamantes, de acordo com a nota de Dias.

Continua depois da Publicidade

Em entrevista recente à ‘Folha’, entretanto, Adnet negou ter presenciado qualquer situação do gênero. “Até saiu que eu testemunhei e me coloquei do lado delas, mas isso não aconteceu. Também não quis desmentir oficialmente para não parecer que eu não estava do lado delas. É muito simples. O Marcius é meu amigo, a Dani Calabresa também, todos se falam e acho leviano falar porque não presenciei”, declarou.

Na época, o departamento de Comunicação da TV Globo afirmou: “Todo relato de assédio, moral ou sexual, na Globo é apurado criteriosamente assim que tomamos conhecimento. A Globo reafirma que não aceita qualquer tipo de assédio e, neste sentido, mantém um canal aberto para denúncias de violação às regras do Código de Ética do Grupo Globo.”