Maria Beltrao Deputado

Maria Beltrão perde a paciência e dá resposta afiada após deputado defender atraso na compra de vacinas: “Agressão a nossa inteligência”; assista

O “Estúdio i” desta quinta-feira (12) conversou com o deputado federal Ricardo Barros, líder do governo na Câmara dos Deputados. Após as falas do parlamentar, Maria Beltrão perdeu a paciência e rebateu as tentativas dele de defender a demora de Jair Bolsonaro na compra das vacinas contra a Covid-19. A jornalista deu uma resposta afiada e criticou a postura do presidente.

Maria se incomodou quando o deputado afirmou que teria ocorrido um “problema legislativo” impedindo as negociações. “Ô, deputado, essa questão de dizer que havia um problema legislativo… Se o presidente tivesse realmente a intenção comprar Pfizer lá atrás, eu me lembro que o hoje diretor da América do Sul, naquela época diretor da Pfizer no Brasil, falou em entrevistas pra gente: ‘Olha, a gente já tem tudo’. ‘Mas tem problema na temperatura, só que temos como resolver’. Lá atrás, tô falando de julho do ano passado”, recordou a apresentadora.

Continua depois da Publicidade

A âncora seguiu argumentando que Bolsonaro não queria comprar vacinas, que poderiam ter salvado milhares de vidas, e que só foi atrás quando “percebeu o problema”. “O presidente, se tivesse vontade naquela época de comprar vacina… ele teria lá atrás mandado projeto, conversado com Congresso, resolvido isso, medida provisória. Essa história de ‘problema legislativo’, com toda sinceridade deputado, é uma agressão a nossa inteligência”, disparou Beltrão.

Maria Beltrao Deputado3
Maria Beltrão não aceitou o argumento do deputado Ricardo Barros. (Foto: Reprodução/GloboNews)

“Se você comparar presidentes e governantes que quiseram comprar vacina com a postura do nosso presidente, o senhor vai ver que isso não faz sentido. O senhor tá falando de uma discussão de iniciativa privada, que era absolutamente secundária, e não tá destacando o que tinha que ter sido destacado desde o meio do ano passado, já com a pandemia em curso. O senhor me perdoe, essa é a minha posição”, concluiu ela.

Continua depois da Publicidade

Ricardo Barros ainda teve a chance de dar uma resposta, quando bateu na tecla novamente. “Eu respeito seu ponto de vista. Mas, de fato, não era possível comprar sem a lei autorizativa”, alegou o deputado. Beltrão, por sua vez, reforçou que a situação poderia sim ter sido diferente. “Bem, não houve esforço”, encerrou a apresentadora. Assista ao vídeo na íntegra abaixo:

A cena rendeu muitos elogios nas redes sociais, especialmente por Maria não ter aceitado passivamente os argumentos do deputado. “Essa desculpa do Ricardo Barros é esfarrapada. Eles mandam Medida Provisória até para criar um cargo para agradar um partido em ministério, porque não poderiam mandar para permitir a compra das vacinas numa pandemia? A resposta de Beltrão foi excelente”, disse Osmar Aguiar. “Alguém dá um Estomazil pra Maria Beltrão, depois dessa jantada no deputado ela vai precisar”, brincou o professor Diego.

Confira algumas reações abaixo:

Continua depois da Publicidade