Viegas Encontro Final No Limite

No Limite 5: Viegas é criticado por silêncio após vitória de Paula, e explica reação durante “Encontro”: “Jamais quis diminuir”; assista

Nada de tretas por aqui… Nesta terça-feira (20), Paula Amorim foi coroada a grande campeã do “No Limite”, após chegar à final e disputar votos com Viegas. O participante, por sua vez, ficou calado diante da vitória da colega – o que foi alvo de críticas na web. Já na manhã de hoje (21), o ex-BBB esclareceu o que motivou sua reação na hora.

Com a final do reality de sobrevivência, alguns internautas e espectadores interpretaram que Viegas não teria aceitado a vitória de Paula na competição. “Viegas está visivelmente transtornado pela final do #NoLimite ter sido decidida por voto popular”, opinou um espectador. “Eu ia tá só o Viegas se perdesse, não sei disfarçar não”, comentou outro internauta.

Mas essas especulações chatearam Viegas… Em sua partipação no “Encontro” desta quarta (21), o vice-campeão enalteceu a trajetória de sua rival no jogo e explicou que não era bem assim. “Quero aproveitar e dizer que a Paulinha é brava demais. Eu sou muito feliz por ter participado do programa e estar ao lado de alguém como ela. Ela sabe a nossa amizade que a gente já tem lá fora”, iniciou ele.

Continua depois da Publicidade

“Infelizmente, algumas pessoas não conseguem entender a importância que o programa teve na minha vida, dentro e fora”, acrescentou Viegas, falando sobre as críticas que recebeu por sua reação. “Ontem, foi um momento que passou um filme na minha cabeça. [O momento] se divide entre a felicidade de estar com uma parceira, a minha irmã, ali. Ao mesmo tempo, era tudo o que eu sonhei”, continuou.

Então, Viegas admitiu que ficou chateado por não levar o primeiro lugar, naturalmente, mas que não menosprezou a vitória de Paula. “A minha dor, naquele momento, foi de não ter proporcionado o que eu gostaria para a minha mãe e para a minha filha, foi um momento que eu só quis ficar quieto. Jamais quis diminuir a vitória da Paulinha, que é minha irmã. Simplesmente respeitar esse momento. A internet muitas vezes não respeita isso. Eles tiram essa humanidade que a gente tem”, defendeu-se o cantor.

Continua depois da Publicidade

A própria Paula disse entender o sentimento de não conseguir o prêmio. “A gente conversou sobre isso, acho que é natural você ficar chateado quando você perde. Cada pessoa reage de um jeito. Senão, você nem estava entregue no jogo. Se perder e estar tudo bem, é estranho”, reconheceu ela. Viegas ainda foi além: “Autoconhecimento sempre foi a base da minha vida. Se o brilho das minhas palavras não for maior que meu silêncio, prefiro ficar quieto”.

Ironia à fala de Bolsonaro

Durante a entrevista, Viegas admitiu que o mais difícil do “No Limite” foi lidar com os fatores psicológicos. Mas o participante disse que estava preparado. “Saí de casa com o propósito de ganhar o prêmio, então fui blindado. Mais difícil era esse autocontrole… Fui para ganhar e minha mãe e minha filha ter orgulho do que fiz”, contou ele.

Continua depois da Publicidade

Viegas ainda fez referência irônica a uma fala de Jair Bolsonaro, de quando o presidente menosprezou a Covid-19 e disse que não seria abalado pela doença por seu “histórico de atleta”. “O segundo lugar só me tirou os 500 mil reais. De resto, me sinto um vencedor. Chegar onde cheguei sem nenhum voto, sem ‘histórico de atleta’ como o nosso presidente aí… Estar do lado desses competidores, que todos eles treinam, e na prova final chegar em primeiro, fiquei muito feliz”, refletiu ele, orgulhoso de sua trajetória.

Com 66,77% dos votos, Paulo Amorim foi a grande vencedora da quinta temporada do “No Limite”, levando R$ 500 mil para casa. Viegas veio logo em seguida e recebeu o prêmio de R$ 100 mil. Após uma votação surpresa, os participantes escolheram André Martinelli como o terceiro colocado da competição. Saiba tudo o que rolou na grande final, clicando aqui.