No Limite Shirley Oracao

No Limite 6: Shirley ora e faz discurso após conversa sobre diversidade LGBTQIA+, desagrada colegas e público critica; assista

Alguns colegas de tribo e parte do público acharam inapropriada a interrupção na conversa sobre direitos LGBTQIA+ para fazer a oração

O último episódio da sexta temporada de “No Limite” desagradou parte do público nesta quinta-feira (5). A educadora física Shirley Miranda fez uma oração para a tribo Lua logo depois de uma conversa sobre diversidade. Os próprios colegas de elenco ficaram incomodados, enquanto do lado de fora, a cena também repercutiu muito na web.

Os competidores cantavam a música “Vale Tudo”, de Tim Maia, quando a biomédica Kamyla Romaniuk citou uma recente alteração da letra para mudar o verso “só não pode dançar homem com homem e mulher com mulher”. “O Lulu Santos regravou essa música, agora recentemente, já trocando essa frase: ‘pode dançar homem com homem e mulher com mulher'”, disse ela. Pouco após o diálogo, Shiley interrompeu a conversa para fazer seu discurso.

Continua depois da Publicidade

A educadora física expôs suas crenças e propôs fazer uma oração. “Vamos agradecer e vamos orar? Todo mundo concorda?”, sugeriu ela. Apesar de aceitarem, muitos não gostaram da proposta. “Ela puxou a oração dela, mas foi em um momento que achei muito impróprio, estávamos falando de diversidade”, criticou o psiquiatra Adriano Gannam.

Na sequência, Shirley discursou falando sobre não mudar seus “princípios” e que nunca tinha convivido com tantas coisas “diferentes“. “É bom demais você não ser ignorante das coisas, então eu fico prestando muita atenção, estou ligada na conversa de vocês. Eu quero sair daqui sabendo mais e criticando menos. Eu tenho meus princípios e eu não vou mudá-los. Mas opinião, cara, a gente muda. Eu tô amando essa coisa toda diferente, nunca convivi com pessoas tão diferentes. E ontem eu tava deitada e pensando nisso, já agradecendo a Deus”, disse ela.

Continua depois da Publicidade

Os colegas de tribo não esconderam o descontentamento em seus depoimentos. “A palavra que ela usou foi: ‘Eu tenho meus princípios’. Eu entendo isso como: ‘eu tô aqui, tô com vocês, tô entendendo algumas coisas, mas eu tô lá e [vocês] lá”, apontou Adriano. Os participantes também comentaram sobre a oração voltada apenas para as crenças de Shirley, enquanto também havia adeptos de outras religiões no grupo.

A cena repercutiu muito nas redes sociais, frustrando alguns telespectadores que já admiravam a participante. “Plot twist a moça acaba de se revelar a conservadora e puxou uma reza. (Nunca puxe oração em reality, já tem canal na TV que faz isso 24h por dia)”, escreveu George Albuquerque. Alguns também sugeriram um teor homofóbico nas falas de Shirley – especialmente por ela ressaltar que não mudará seus princípios depois de uma conversa sobre pessoas LGBTQIA+. “Meu Deus, a Shirley sendo homofóbica, eu gostava tanto dela…”, disse um outro perfil no Twitter. Confira algumas reações:

Continua depois da Publicidade

Continua depois da Publicidade