‘A Dona do Pedaço’: Drama! Chiclete fica em choque ao descobrir que errou o alvo e deverá assassinar Vivi, mas garante: “Vou entregar a encomenda”

A sede de vingança do motorista Cosme (Osvaldo Mil) encontrou um empecilho bastante complicado em “A Dona do Pedaço”: o justiceiro que ele contratou para matar Vivi Guedes (Paolla Oliveira) confundiu o alvo e acabou se apaixonando por sua futura vítima! Aí fica difícil, né? Odiamos quando isso acontece com a gente… kkkk

De acordo com o site Notícias da TV, nos próximos capítulos da novela, Chiclete (Sérgio Guizé) sofrerá um baque ao descobrir que deve matar Vivi — ele achava que seu alvo era Kim (Monica Iozzi), em quem tentou acertar um tiro. No entanto, Cosme desfará o mal-entendido e deixará o justiceiro com a notícia de que deve assassinar a amada. Tenso!

Quando o funcionário da família Guedes contar a verdade à Chiclete, o personagem já estará namorando Vivi. A famosa digital influencer assumirá o romance com ele depois de ser humilhada no altar pelo noivo, Camilo (Lee Taylor), que descobriu sobre a traição. Ainda na igreja, ela mostrará que está com Chiclete, e o justiceiro começará a frequentar a mansão da amada… no entanto, esta história de amor está fadada a muitos obstáculos e empecilhos — o que normalmente acontece quando o seu namorado foi contratado para matar você, né?

View this post on Instagram

Eu amo domingo… E vocês? 💖😌

A post shared by Estilo Vivi Guedes (@estiloviviguedes) on

Em uma das visitas, Chiclete e Cosme se encontrarão. “Tá fazendo o que aqui?”, perguntará o personagem vivido por Sérgio Guizé. “Eu trabalho aqui como motorista. Cê demorou muito tempo pra aparecer e entregar a encomenda. Mas tudo bem, agora que apareceu é rápido, não é?”, dirá o motorista em retorno. E ainda apontará para Vivi: “É ela. A encomenda. É ela que cê tem que matar”. Tan tan tannn! Choque, surpresa, desespero! Chiclete ficará transtornado ao se dar conta de que se apaixonou por quem deveria matar.

Apesar de não comentar nada com a namorada (é óbvio), Vivi irá reparar que algo o perturba. Chiclete se desvencilhará dela e irá atrás de Cosme na área dos empregados para confirmar a identidade do alvo. “Gostei do seu plano. Não sei como, mas conseguiu namorar a dona Virgínia. Assim pode se aproximar e… Escolher a hora do abate. Muito esperto da sua parte. Pode matar ela sem deixar pistas”, elogiará o motorista, pensando que contratou o matador mais eficiente e manipulador do mundo.

Chiclete e Vivi. (Foto: Reprodução/Globoplay)

No entanto, Chiclete acabará com a ilusão e explicará que achava que seu alvo era Kim. “Eu disse Kim? Não, Kim é amiga da dona Virgínia. Posso ter dito Kim, querendo explicar que era uma amiga que sempre tava perto dela… Que elas mexem com esse negócio de internet. Não lembro bem o que disse. Mas eu lembro que mostrei a foto”, Cosme dirá em resposta. E acrescentará: “Não tenho nada contra a Kim, só acho meio maluca. Mas… Eu pedi a vida da dona Virgínia”.

“Eu quase matei uma outra por engano”, lamentará Chiclete. Movido pela sede de vingança, Cosme responderá: “Uma morte a mais não ia fazer diferença na sua conta no céu. É justiceiro profissional. Mas melhor que não matou a Kim. Agora tá no rumo certo”. O assassino hesitará, mas o funcionário dos Guedes não dará chance para ele voltar atrás. “Eu paguei pela morte da dona Virgínia. Dessa moça, que entrou com você, achando que é namorado dela. Se não tá namorando de propósito, tudo bem. Agora já sabe. O destino colocou ela nas suas mãos. Pra facilitar”, observará.

Beijaço de Chiclete e Vivi! (Foto: Reprodução/Globoplay)

Chiclete tentará argumentar, falando de sua relação com Vivi, mas não surtirá efeito. “Não tenho que entender nada. Eu fui lá na sua casa, falei com o chefe da família. Me deram a palavra. Ou você não é homem de palavra?”, pressionará o motorista. “Não me desafia. Eu tenho palavra sim”, Chiclete retrucará. Cosme lança uma ordem: “Entrega a encomenda. Mostra que tem honra”.

“Tá certo. Eu vou entregar a encomenda”, o justiceiro prometerá. As cenas irão ao ar no dia 22. Que confusão, hein? E tadinha de Virgínia! Nem imagina a missão — assassina — do boy!