A Dona do Pedaço: Na reta final, Régis se torna evangélico fervoroso e se recusa a ir em casamento gay; entenda!

Mas, gente?! Evangelização em massa? Temos! Pelo menos, é isso o que conta a coluna de Patrícia Kogut neste sábado (26), sobre a reta final da novela “A Dona do Pedaço”. De acordo com a jornalista, depois de Josiane (Agatha Moreira) se render aos ensinamentos de Cristo e virar “terrivelmente evangélica”, a vilã também converterá seu ex-amante Régis (Reynaldo Gianecchini), que irá além e se tornará uma pessoa um tanto quanto intolerante…

Como contamos aqui, Maria da Paz (Juliana Paes) fará um pedido inesperado para que o ex-marido vá visitar a filha na cadeia. À essa altura, Josiane já terá sido julgada e condenada com pena máxima por todos seus crimes. Ao chegar lá, Régis será surpreendido com uma versão gospel da vilã. “O pastor que vem aqui faz cultos lá fora também, ele me disse onde é, se tiver interesse…”, sugerirá a ex-blogueira. “Estranho, não é? Eu sempre me senti perdido, mergulhado na escuridão. Agora você, justamente você, está me dando uma luz”, o malandro ficará balançado.

Alguns dias depois, o irmão de Lyris (Deborah Evelyn) topará conhecer o templo indicado por Josiane. “A fé é o caminho. Deixe a fé entrar dentro de você”, dirá o pastor. “Mas eu não sei”, hesitará o bon vivant. “Somente diga comigo. Jesus, venha até mim”, ajudará o religioso. “Jesus, venha até mim”, pedirá Régis. “Mais forte. Sinta a presença dele!”, falará mais alto o líder. “Jesus… Jesus venha até mim. Jesus venha até mim”, gritará o vilão arrependido.

Régis (Reynaldo Gianecchini) encontrará sua redenção na igreja evangélica. Foto: Reprodução/TV Globo

A igreja irá à loucura com a redenção do bonitão e selará seu novo compromisso com a religião. Em casa, o rapaz contará a novidade para a família, que estranhará um pouco a mudança radical, principalmente no dia do casamento de Agno (Malvino Salvador) e Leandro (Guilherme Leicam). Ao chegar no local, Gladys (Nathalia Timberg) explicará a ausência do filho.

“O Régis se converteu e é sério. Não que seja contra você, Agno, mas preferiu não comparecer”, contará a matriarca. “O Régis ficou radical”, alfinetará Lyris em seguida. “Não me sinto ofendido. Se essa conversão fez bem para o Régis, sou o primeiro a aplaudir. Só não entendo por que tanta gente se preocupa com quem o outro está dormindo. A minha filha, por exemplo, demorou para aceitar que sou gay”, refletirá o empreiteiro.

As sequências devem ir ao ar na última semana da trama, sendo que o casamento de Agno e Leandro acontecerá no último capítulo.