Deborah Secco

Salve-se Quem Puder: Deborah Secco fala sobre desfecho da novela: “A gente não sabe se este será o final escolhido”

Com “Salve-se Quem Puder” chegando ao fim, todos nós já estamos com saudades de ver o trio formado por Alexia (Deborah Secco), Luna (Juliana Paiva) e Kyra (Vitória Strada) tentando sobreviver na novela. E parece que o próprio elenco também já está sentindo falta!

Em entrevista para O Globo, à coluna de Patrícia Kogut, Deborah Secco, que interpreta Josimara/Alexia falou o que podemos esperar para o final do folhetim já que foram gravados desfechos diferentes. A estrela pontuou não saber se a personagem ficará com Renzo (Rafael Cardoso) ou Zezinho (João Baldasserini).

Continua depois da Publicidade

“Gravei cenas de casamento. Ainda é surpresa. A gente não sabe se este será o final escolhido. Mas eu acho que o público vai gostar de ambos os finais, seja lá qual for o que o Daniel Ortiz (autor da novela) escolher”, contou a artista. E aí? Com quem vocês acham que Alexia vai ficar?

Globo Salve Se Quem Puder Divulgacao Fixed Large
Deborah Secco ainda não sabe com quem ficará na reta final de ‘Salve-se Quem Puder’ (Foto: Reprodução/Globo)

Além de falar sobre o atual trabalho na TV, Deborah também comentou sobre as férias em família, com o marido Hugo Moura e a filha do casal Maria Flor, que foram até as Ilhas Maldivas. Um sonho! Além das praias paradisíacas, a atriz esbanjou um corpo sarado aos 41 anos e recebeu muitos elogios dos seus seguidores. Secco explica que, no ano passado, ela contraiu a Covid e logo em seguida, desenvolveu uma hepatite viral por conta da infecção. Esses problemas fizeram com que a global tomasse um cuidado redobrado com a saúde. A musa pondera que nem sempre consegue manter a disciplina.

“No ano passado, tive que cuidar mais de mim, acabei voltando a me exercitar. Eu já não me exercitava há uns cinco ou seis anos. Aí, foi só eu melhorar da saúde que eu parei. Sou muito preguiçosa. Agora estou pensando em voltar porque sinto muita falta da disposição que o exercício e a boa alimentação me trazem. Me sinto menos cansada e preguiçosa. Estou fazendo esforço para a retomada, mas para mim é muito difícil”, acrescentou.