Fotojet (8)

Um Lugar Ao Sol: Público se revolta com ausência de cena mais esperada do último capítulo: “Muito decepcionado”

Obra de Lícia Manzo chegou ao fim e deixou telespectadores insatisfeitos com o grande clímax esperado para o protagonista

Ficou com Deus! Nesta sexta-feira (25), a TV Globo exibiu o aguardado último capítulo da novela “Um Lugar Ao Sol“. Mas, antes mesmo do desfecho completo da história, as redes sociais foram tomadas por críticas ao trabalho de Lícia Manzo no final da trama. O motivo da revolta? O grande momento da revelação do usurpador Christian (Cauã Reymond) não foi exibido para os telespectadores.

O episódio deu continuidade aos desdobramentos do acidente de carro que o golpista e Ravi (Juan Paiva) sofreram. Enquanto o rapaz ficou em estado grave, Christian sobreviveu com poucos ferimentos. E, ao ouvir de Lara (Andreia Horta) o estado de saúde do amigo, ele despejou toda a verdade na cozinheira. A mineira, claro, surtou e começou a agredir o ex-namorado no hospital, até que foi tirada do quarto pelos enfermeiros.

Continua depois da Publicidade

A expectativa girou em torno de como o personagem contaria a verdade para Bárbara (Alinne Moraes) e toda sua família. Acontece que esse momento não aconteceu. A história deu um salto no tempo e pulou direto para a época do julgamento dos crimes que o usurpador cometeu. Em uma cena minimamente introdutória, Nicole (Ana Baird) conversa com o pai tentando ponderar todo o sofrimento que Christian sofreu ao ser preterido por Elenice (Ana Beatriz Nogueira), que adotou seu irmão gêmeo.

A reação de Bárbara, por exemplo, não existiu na história. A mimada já aparece no tribunal dando seu depoimento contra Christian, que acaba recebendo uma condenação de oito anos. “Por uma ironia do destino, esse criminoso entrou em cena. Eu assim, por falta de maturidade, ingenuidade, não sei, assumi que o Renato tinha mudado. O que era uma grande manipulação, achei que era conquista, uma prova de amor”, disse a herdeira do Redentor.

“Eu cheguei a engravidar desse homem! E por isso eu peço, meritíssimo, justiça! Que esse homem seja preso e impedido de sair por aí cometendo outros crimes”, concluiu. Outro ponto de indignação foi que Lícia Manzo já tinha revelado que desistiu da ideia de matar Ravi na história. No entanto, o personagem ficou em estado vegetativo no hospital durante anos, mas felizmente se recuperou no final.

Continua depois da Publicidade

Dito tudo isso, quando o público concluiu que realmente não assistiria às cenas que foram mais aguardadas ao longo de toda a novela — podendo render diálogos intensos e dramáticos —, grande parte se revoltou e reclamou nas redes sociais. “Gente, não mostraram a reação da Bárbara ao descobrir que foi enganada pelo Cauã pobre! O que aconteceu com essa novela?”, indagou o influencer Muka em choque. “Síndrome de Maneco [autor Manoel Carlos], que deixava pra resolver tudo no último minuto”, apontou o jornalista Fefito.

“Nossa, muito decepcionado com esse final. Tudo corrido e jogado. A catarse mais importante sequer foi gravada. Tudo poderia ter sido feito há uns 2 meses com tempo para o desenvolvimento de todos esses desdobramentos que com certeza faria a melhor virada da novela”, concluiu Sérgio Santos. “Todo mundo descobriu a verdade e nós NÃO vimos. Isso daí já é demais”, constatou a jornalista Aline Ramos. “E o maior injustiçado da novela foi o Ravi que foi a maior vítima do Christian e ainda sofre no último capítulo”, reclamou outro internauta.

Continua depois da Publicidade